Hans Hotter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2013)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Hans Hotter
Nome nativo Hans Hotter
Nascimento 19 de janeiro de 1909
Offenbach am Main
Morte 6 de dezembro de 2003 (94 anos)
Munique
Cidadania Alemanha
Ocupação cantor, ator

Hans Hotter (19 de janeiro de 1909 - 6 de dezembro de 2003) foi um baixo-barítono alemão, admirado internacionalmente depois da Segunda Guerra Mundial pelo poder, beleza e inteligencia de sua voz, especialmente nas óperas de Wagner.

Hotter nasceu em Offenbach am Main. Ele estudou com Matthäus Roemer em Munique. Hotter trabalhou como organista e maestro do coro antes de fazer sua estréia operística em Opava em 1930. Ele apresentou-se na Alemanha e na Áustria sob o Regime Nazista. Fez sua estréia no Covent Garden em 1947. Depois desse período, cantou em todas as grandes casas de óperas da Europa. Fez a sua estréia no Metropolitan Opera como o papel títular Der fliegende Holländer (O Holandês Voador) em 1950. Em quatro temporadas no Met, apresentou-se trinta e cinco vezes em treze papéis diferentes, quase todas óperas Wagnerianas.

Provavelmente, o seu melhor desempenho vocal com a obra Der Ring des Nibelungen. Cantou no Festival de Bayreuth e também no Covent Garden entre 1961 até 1964. Embora muito famoso em obras alemãs, também realiza muitas interpretações das obras de Verdi. Era um ótimo cantor de Lieder.

Retirou-se dos palcos em 1972, mas fez ocasionalmente, aparições em pequenos papéis.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • H. Hotter, Hans Hotter: Memoirs (Edited and translated by Donald Arthur, with forward by Dietrich Fischer-Dieskau) (UPNE 2006). ISBN 1555536611.
  • Penelope Turing, Hans Hotter: Man and Artist