Hans Rosbaud

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hans Rosbaud
Nascimento 22 de julho de 1895
Graz
Morte 29 de dezembro de 1962 (67 anos)
Lugano
Cidadania Áustria
Alma mater
  • Conservatório Hoch
Ocupação maestro
Empregador Südwestfunk

Hans Rosbaud (Graz, 22 de julho de 1895 - 29 de dezembro de 1962) foi um maestro austríaco, particularmente associado com a música do século XX.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estudou, quando jovem, no Conservatório Hoch em Frankfurt, sob os ensinamentos de Bernhard Sekles em composição e Alfred Hoehn em piano.

O primeiro posto profissional de Rosbaud aconteceu em 1921, quando se tornou o diretor musical da Escola de Música da cidade, incluindo concertos sinfônicos municipais. Ele tornou-se o primeiro maestro chefe da Orquestra Sinfônica Rundfunk Hessicher de Frankfurt em 1928.[1] Durante as décadas de 1920 e 1930, Rosbaud apresentou estreias de obras de Arnold Schoenberg e Béla Bartók. Durante a era nazista, sua liberdade musical foi restrita. Em 1937 tornou-se o diretor musical da cidade de Münster. Em 1941 tomou a posição de diretor musical da Orquestra Filarmônica de Estrasburgo.

Em 1945 Rosbaud foi nomeado diretor musical da Orquestra Filarmônica de Munique pelas autoridades de ocupação dos Estados Unidos. Em 1948 o contrato dele com a orquestra sofreu um lapso, pois as forças de ocupação queriam que a orquestra tivesse um repertório conservadorista. Neste período Rosbaud tornou-se o diretor musical da Orquestra da Rádio Alemã do Sudoeste em Baden-Baden, onde permaneceu até o fim da vida.

Referências

  1. Potts, Joseph E., "European Radio Orchestras: Western Germany" (September 1955). The Musical Times, 96 (1351): 473-475.
Ícone de esboço Este artigo sobre um maestro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.