Hardcore melódico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hardcore melódico
Origens estilísticas Hardcore punk
Skate punk
Pop punk
Contexto cultural Início dos anos 80 nos Estados Unidos.
Instrumentos típicos Guitarra - Baixo - Bateria
Popularidade Alguma popularidade nos anos 90, que continuou na década de 2000.
Formas derivadas Youth crew
Formas regionais
Califórnia

Hardcore melódico é um subgênero do hardcore punk que surgiu no início da década de 1980. Utiliza elementos característicos do hardcore punk tradicional, como tempo acelerado, guitarras distorcidas e músicas de curta duração, mas seus arranjos são mais elaborados e claramente distinguíveis, se aproximando mais da sensibilidade pop do que o estilo original.

O hardcore melódico, pouco após seu surgimento, atraiu atenção da mídia e se tornou relativamente popular na cultura jovem, apesar de alguns rótulos para derivações do hardcore se fazerem mais confusos com o passar do tempo. Ao contrário do hardcore tradicional, os temas abordados em suas músicas não são necessariamente políticos e contestadores (apesar de muitas bandas ainda manterem esse foco). A maioria das bandas do estilo trata de assuntos variados como casos de amor, fatos do dia a dia e até mesmo esportes.

Entre as bandas de hardcore melódico mais conhecidas estão Bad Religion, Rise Against, NOFX, Pennywise, Millencolin, Face to Face, Lagwagon, No Fun at All.

No Brasil, algumas bandas seguem o estilo, como é o caso de Garage Fuzz, Dead Fish, Aditive, Sugar Kane, Hateen, Charlie Brown Jr. e CPM 22.