Harman International

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.


Harman International Industries Inc
Harman Primary Corporate Logo CMYK.png
Tipo Empresa de capital aberto
(Aquisição pela Samsung pendente)[1][2]
Indústria Eletrônicos
Fundação 1980
Sede Stamford, CT,  Estados Unidos
Pessoas-chave Dinesh Paliwal (Presidente e CEO)
Empregados 30,000 (2016)[3]
Produtos áudio, eletrônicos e entretenimento informativo para automóveis (OEM's), sistemas para aplicações domésticas e de computação, alto-falantes e eletrônicos para áudio profissional (salas de concerto, estádios, aeroportos, gravação, transmissão e cinema)
Faturamento US$7 bilhões (2016)[4]
Website oficial www.harman.com

Harman International Industries, Incorporated é uma empresa americana que projeta e desenvolve produtos conectados para fabricantes de automóveis, consumidores e empresas em todo o mundo, incluindo sistemas car-connected. Além de produtos de áudio e visuais, automação empresarial, e serviços conectados. Com sede em Stamford, Connecticut - EUA, a Harman mantém grandes operações nas Américas, na Europa e nos Estados Unidos, bem como Ásia, comercializando os seus produtos em mais de vinte marcas: AKG Acoustics, AMX, Crown Audio, Harman/Kardon, Infinity, JBL, JBL Professional, Lexicon, Mark Levinson, Martin, Revel, Soundcraft e Studer. Em 14 de novembro de 2016, Harman entrou em um acordo para ser adquirida pela empresa sul-coreana Samsung Electronics.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Sidney Harman e Bernard Kardon fundaram a predecessora da Harman International, chamada Harman Kardon, em 1953. Harman e Kardon eram engenheiros por treinamento e tinham trabalhado na Bogen Company, que era então a principal fabricante de sistemas de comunicação de áudio públicos. Sua colaboração ajudou a criar uma nova indústria: áudio de alta fidelidade. Harman comprou a parte de seu sócio em 1956 e então expandiu a Harman Kardon em uma grande empresa de áudio, de acordo com uma biografia escrita pelo Consumer Electronics Hall of Fame.[5]

Aquisições e expansão[editar | editar código-fonte]

Na década de 1970, Harman aceitou uma nomeação na administração do presidente Jimmy Carter como secretário-adjunto do Departamento de Comércio dos Estados Unidos. Quando Harman assumiu o cargo em 1976, ele vendeu sua empresa para o conglomerado Beatrice Foods para evitar um conflito de interesses. Beatrice rapidamente vendeu muitas porções da empresa, incluindo a divisão Harman Kardon original, e em 1980 apenas 60% da empresa original permaneceu.

Depois de deixar o governo em 1978,[6] ele criou a Harman International Industries e readquiriu uma série de negócios que vendeu para Beatrice. A empresa continuou seu plano de crescimento com uma série de aquisições ao longo dos anos 80 que empurraram as vendas da Harman International de cerca de US $80 milhões em 1981 para mais de US $200 milhões em 1986 e depois para mais de US $500 milhões em 1989. A Harman International se tornou uma empresa de capital aberto em 1986 com uma oferta de ações na Bolsa de Valores de Nova York. O dinheiro da venda foi usado para, entre muitas outras compras, comprar a empresa Soundcraft, que era uma produtora da Inglaterra de mesas de mixagem profissionais em 1988, e mais tarde a DOD Electronics Corp. com sede em Salk Lake City, o produtor eletrônico digital DOD Electronics Corp. de Salt Lake City. Em 1990, a Harman International estava vendendo equipamentos de áudio para consumidores sob marcas como JBL, Harman Kardon, Infinity e Epicure, bem como sistemas de áudio profissionais com marcas como JBL Professional, UREI, Soundcraft, Allen & Heath, dbx, Studer, DOD, Lexicon, AKG, BSS, Orban, Quested and Turbosound (a última atualmente sob o controle da Music Group[7]).

Em julho de 2011, a Harman adquiriu a MWM Acoustics, uma empresa privada especializada em tecnologia de alto-falantes e microfones para eletroeletrônicos e telefonia corporativa. A combinação da MWM Acoustics, Branded Audio e AKG Automotive Microphones tornou-se a Embedded Audio Business Team.[8]

A Harman expandiu-se em 2013 ao adquirir a empresa de iluminação profissional Martin Professional.[9]

Em junho de 2014, a Harman completou a aquisição da AMX LLC, do Grupo Duchossois, trazendo sistemas de controle e automação empresariais, bem como switches e sistema de distribuição de áudio/vídeo para as ofertas da Harman.[10]

Em março de 2015, Harman adquiriu a divisão automotiva da Bang & Olufsen por 145 milhões de euros ($156 milhões de dólares) pela unidade, bem como as taxas de licença de tecnologia.[11] A compra não incluiu o negócio de eletrônicos de consumo da Bang & Olufsen.[12]

Em 2015, reconhecendo o crescente papel do software e serviços nos mercados que serve, a Harman expandiu suas capacidades na nuvem, em mobilidade e análise com as aquisições da Symphony Teleca, uma empresa de serviços de software com sede em Mountain View, Califórnia,[13] e a Redbend, fornecedora israelense de tecnologia de gerenciamento de software para dispositivos conectados, software over-the-air (OTA) e serviços de atualização de firmware.[14] Com essas adições, a Harman anunciou a formação de uma quarta divisão, que chamaram de Serviços Conectados (Connected Services).

Em março de 2016, a Harman adquiriu a empresa de segurança automotiva cibernética TowerSec.[15] Esta aquisição aumentou as competências da Harman no emergente campo da cibersegurança automotiva. Isto foi evidenciado pelo lançamento subsequente do "quadro de segurança 5 + 1" da empresa, que incorpora a tecnologia "ECU shield" da TowerSec.[16] Essa aquisição foi notável por demonstrar ainda mais o desejo da Harman de expandir além de suas áreas de negócios tradicionais de sistemas de áudio e entretenimento parra automóveis.[16]

Em novembro de 2016, a Samsung decidiu adquirir a empresa por um valor de $8 bilhões de dólares em dinheiro.[17]

Em dezembro de 2016, a Harman investiu em uma startup que produz telas de projeção que ficam na frente dos pára-brisas do carro, sinalizando uma nova área que planeja explorar sob a propriedade da Samsung Electronics.

Em fevereiro de 2017, os acionistas da Harman International votaram a favor da aquisição pela Samsung.[18]

Private equity[editar | editar código-fonte]

A Harman International Industries desapareceria da Bolsa de Nova York no terceiro trimestre de 2007 devido a uma compra da KKR e da Goldman Sachs Capital Partners.[19] No entanto, a partir de meados de setembro de 2007, a KKR anunciou que iria voltar atrás no negócio. As ações da Harman caíram mais de 24% naquele dia.

Coincidente com o acordo de compra, Dinesh C. Paliwal foi contratado como presidente da empresa e CEO em julho de 2007. Paliwal foi um veterano do turn-around corporativo. Durante seu mandato como presidente das operações nos EUA da ABB[desambiguação necessária], fabricante suíça de equipamentos de automação, a empresa passou de uma organização com grandes perdas financeiras para um crescimento de dois dígitos, dobrou o preço da ação em um ano, e viu suas classificações de obrigações melhoradas pela Moody's e pela Standard & Poors.[20]

Em 1 de julho de 2008, Sidney Harman foi sucedido por Dinesh Paliwal como Presidente do Conselho.[21]

Marcas[editar | editar código-fonte]

  • AKG Acoustics - microfones/fones de ouvido
  • AMX - dispositivos de comutação e controle de vídeo
  • Bang & Olufsen Automotive
  • Becker - entretenimento a bordo de carros
  • BSS Audio - processamento de sinais
  • Crown International - amplificadores
  • dbx Professional Products - processadores de sinais
  • DigiTech - produtos para guitarras
  • HardWire - pedais de guitarras
  • HiQnet - áudio digital via rede, baseado em Ethernet
  • harman/kardon - áudio para casa e carros
  • Infinity - alto-falantes para casa e carros
  • JBL - alto-falantes e amplificadores para casa e carros, alto-falantes profissionais
  • Lexicon - processamento digital
  • Mark Levinson Audio Systems - áudio para casa e carro
  • Martin Professional - Iluminação arquitetônica e de palco, além de acessórios de efeitos visuais
  • Revel - alto-falantes para casa e carros
  • Selenium - alto-falantes e amplificadores profissionais e para casa e carro, além de mesas de som e mixers.
  • S1nn GmbH & Co.
  • Soundcraft - mixer
  • Studer - mixer

Número de empregados[editar | editar código-fonte]

Tabela 1. Número de empregados (Aprox.)
Ano Fiscal Total America do Norte Fora da América do Norte
2016[22] 26,000 7,300 18,700
Mar. 2016[23] 29,000 - -
Fev. 2016[24] - - -
Set. 2015[25] 28,000 - -
2015[26] 24,197 6,793 17,404
2014[27] 14,202 5,599 8,603
2013[28] 12,221 4,509 7,712
2012[29] 11,386 4,169 7,197
2010[30] 9,816 3,362 6,454
2008[31] 11,694 4,834 6,860
2007[32] 11,688 5,611 6,077
  1. a b Russell, Jon. «Samsung is buying Harman for $8B to further its connected car push». TechCrunch. Consultado em 14 de novembro de 2016 
  2. a b Mullen, Jethro (14 de novembro de 2016). «Samsung buys auto electronics company Harman for $8 billion». CNNMoney. Consultado em 14 de novembro de 2016 
  3. «HARMAN Appoints Henry Tirri as Chief Technology Officer». HARMAN Newsroom(BUSINESS WIRE). Consultado em 5 de maio de 2016 
  4. «HARMAN REPORTS THIRD QUARTER FISCAL 2016 RESULTS» (PDF). files.shareholder.com. Consultado em 14 de novembro de 2016 
  5. «Archived copy». Consultado em 24 de outubro de 2008. Arquivado do original em 28 de dezembro de 2007 
  6. «Jimmy Carter: Department of Commerce Exchange of Letters on the Resignation of Sidney L. Harman as Under Secretary». Presidency.ucsb.edu. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  7. «MUSIC Group». Turbosound.com. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  8. «High Quality Audio - High Quality Audio - About Us». Embedded.harman.com. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  9. «HARMAN Completes Acquisition of Entertainment Lighting Company Martin Professional». HARMAN Newsroom. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  10. «HARMAN Completes Acquisition of AMX». HARMAN Newsroom. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  11. Tom Lavell (31 de março de 2015). «Bang & Olufsen to Sell Car-Audio Unit to Harman in Focus Shift». Bloomberg. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  12. «Harman Kardon acquires Bang & Olufsen Automotive». Bmwblog.com. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  13. «HARMAN to Acquire Software Services Company Symphony Teleca | HARMAN». News.harman.com. 22 de janeiro de 2015. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  14. «HARMAN Completes Acquisition of Redbend». HARMAN Newsroom. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  15. «HARMAN Completes Acquisition of TowerSec Automotive Cyber Security». HARMAN Newsroom. Consultado em 17 de setembro de 2016 
  16. a b «Harman automotive cyber-security system». Deep Tread. Consultado em 17 de setembro de 2016 
  17. «Samsung's Harman Acquisition Puts Pressure On Apple And Tier 1 Auto Suppliers». Forbes.com. Consultado em 16 de novembro de 2016 
  18. «Harman International merger with Samsung Electronics approved by shareholders.». Sammobile. Consultado em 23 de fevereiro de 2017 
  19. «KHI Parent Inc. - 'S-4' on 6/20/07». SEC Info. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  20. By , , on June 1, 2006 (1 de junho de 2006). «ABB Celebrates Turnaround». Automation World. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  21. «Archived copy». Consultado em 24 de outubro de 2008. Arquivado do original em 31 de março de 2009 
  22. «Harman News». HARMAN SEC Filing FORM 10-K. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  23. «Harman News». Harman News. Consultado em 5 de maio de 2016 
  24. «Harman Twitter». Harman Twitter. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  25. «Harman News». Harman News. Consultado em 30 de setembro de 2015 
  26. «FY15 SEC Form 10-K». HARMAN SEC Filing FORM 10-K. Consultado em 7 de agosto de 2015 
  27. «FY14 SEC Form 10-K». HARMAN SEC Filing FORM 10-K. Consultado em 7 de agosto de 2014 
  28. «FY13 SEC Form 10-K». HARMAN SEC Filing FORM 10-K. Consultado em 2 de agosto de 2013 
  29. «FY12 SEC Form 10-K». SEC Gov Filing FORM 10-K. Consultado em 3 de agosto de 2012 
  30. «FY10 SEC Form 10-K» (PDF). Harman SEC Filing FORM 10-K. Consultado em 4 de agosto de 2010 
  31. «FY08 SEC Form 10-K». HARMAN SEC Filing FORM 10-K. Consultado em 6 de agosto de 2008 
  32. «FY07 SEC Form 10-K». HARMAN SEC Filing FORM 10-K. Consultado em 6 de agosto de 2007 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]