Harold Rosson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Harold Rosson
Nascimento 6 de abril de 1895
Nova Iorque
Morte 6 de setembro de 1988 (93 anos)
Palm Beach
Sepultamento Hollywood Forever Cemetery
Cidadania Estados Unidos
Cônjuge Jean Harlow
Ocupação diretor de fotografia, cinegrafista

Harold G. "Hal" Rosson (Nova Iorque, 6 de abril de 1895 - Palm Beach, 6 de setembro de 1988) foi um diretor de fotografia estadunidense. Ele é mais conhecido por seu trabalho no filme de 1939, O Mágico de Oz.[1]

Rosson foi casado com a atriz de cinema Jean Harlow, eles se conheceram enquanto gravavam o filme Mademoiselle Dinamite em 1933, mas se separaram em maio de 1934. Em 11 de outubro de 1936, Rosson se casou com a socialite Yvonne Crellin em Beverly Hills. Eles se divorciaram em junho de 1945.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Indicação Resultado
1937 Oscar Honorário O Jardim de Alá Venceu
1940 Oscar de melhor fotografia O Mágico de Oz Indicado
1941 Fruto Proibido Indicado
1945 Trinta Segundos Sobre Tóquio Indicado
1951 O Segredo das Joias Indicado
Globo de Ouro de melhor fotografia Indicado
1957 Oscar de melhor fotografia A Tara Maldita Indicado

Referências

  1. CARLOS ADRIANO (1 de maio de 1998). «'Cantando' e 'Oz' dançam em par». Folha de S. Paulo. Consultado em 10 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]