Harri Lorenzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Harri Lorenzi
Nascimento 1949 (69 anos)
Corupá
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade Federal do Paraná, Universidade do Tennessee
Ocupação botânico, engenheiro agrônomo, investigador, agrônomo, engenheiro

Harri Lorenzi (Corupá, Santa Catarina, 1949), é um engenheiro agrônomo brasileiro, autor de dezenas de artigos e livros sobre plantas e fundador do Instituto Plantarum.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Harri Lorenzi graduou-se engenheiro agrônomo em 1973 pela Universidade Federal do Paraná e pós graduou-se, em nível de mestrado, em 1979 pela Universidade do Tennessee. Trabalhou como pesquisador no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) e no Centro de Tecnologia Copersucar. Em 1998 foi pesquisador convidado da Universidade Harvard.[1]

Instituto Plantarum[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Instituto Plantarum

Em 1981, Lorenzi fundou o Instituto Plantarum de Estudos da Flora que, além de uma editora, conta com uma vasta biblioteca; um laboratório; um jardim botânico com mais de cinco mil espécies vegetais, sobretudo espécies nativas do Brasil; um herbário com 20 mil exsicatas; e uma carpoteca.

Expedições[editar | editar código-fonte]

Realizou várias expedições de identificação e coleta de sementes, além de material para herbários e fotos, das várias regiões do Brasil, incluindo todos os ecossistemas. Nestas viagens encontrou várias espécies desconhecidas para a ciência e outras tantas ameaçadas, inclusive algumas que já eram consideradas extintas. As viagens incluem idas à Amazônia, ao Brasil Central, à Zona da Mata Mineira, ao sertão da Bahia e à Serra do Espinhaço.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • "Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil", a contar com 3 volumes, todos editados também em inglês;
  • "Plantas Ornamentais no Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras";
  • "Frutas Brasileiras e Exóticas Cultivadas de Consumo in natura", obra que conta também com edição em inglês;
  • "Plantas Daninhas no Brasil: Terrestres, aquáticas, parasitas e tóxicas";
  • "Plantas Medicinais no Brasil: Nativas e exóticas";
  • "Árvores Exóticas no Brasil: Madeiras, ornamentais e aromáticas";
  • "Botânica Sistemática: Guia ilustrado para identificação das famílias de Fanerógamas nativas e exóticas no Brasil, baseado em APG II";
  • "Manual de Identificação e Controle de Plantas Daninhas: plantio direto e convencional";
  • "Morfologia Vegetal: Organografia e Dicionário Ilustrado de Morfologia das Plantas Vasculares";
  • "Palmeiras Brasileiras e Exóticas Cultivadas", obra já esgotada;
  • "As Plantas Tropicais de R. Burle-Marx", obra também esgotada;
  • "Flora Brasileira: Arecaceae (Palmeiras)", seu último lançamento, apresenta todas as cerca de 300 espécies de palmeiras nativas em território brasileiro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lorenzi, Harri. «Curriculum - Harri Lorenzi» (PDF). Nova Odessa: Instituto Plantarum. Consultado em 20 de setembro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.