Harry Hoijer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Harry Hoijer (6 de setembro de 1904 - 11 de março de 1976) foi um lingüista e antropólogo americano que trabalhou principalmente com a língua e cultura atabascana.

Hoijer documentou a língua dos povos indígenas de Tonkawa, que agora está extinta. Algumas obras de Hoijer compõem o grosso do material sobre essa linguagem.

Hoijer foi aluno de Edward Sapir.

Hoijer contribuiu grandemente para a documentação das línguas atabascanas do Sul e Costa do Pacífico e para a reconstrução do proto-atabascano.

Harry Hoijer reuniu um grande número de valiosas notas de campo em muitas línguas atabascanas, que são inéditos. Infelzimente, algumas das suas notas sobre as linguas Apache Lipano e Tonkawa foram perdidas.

Como uma nota de interesse, foi Hoijer que cunhou o termo "hipótese de Sapir-Whorf".

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.