Helder Baptista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Helder Baptista
Nascimento 5 de novembro de 1932
Vendas Novas
Morte 21 de fevereiro de 2015 (82 anos)
Lisboa
Nacionalidade Portugal portuguesa
Área Escultura
Figura mitológica 2, bronze, 120 cm

Helder Ernesto Coelho Baptista (Vendas Novas, 5 de novembro de 1932 — Lisboa, 21 de fevereiro de 2015) foi um professor e escultor português. Pertence à terceira geração de artistas modernistas portugueses.[1]

Com obra nas áreas do desenho e escultura, dedicou-se em particular à estatuária e à medalhística.[2]

Biografia / Obra[editar | editar código-fonte]

Frequentou a Casa Pia de Lisboa. Formou-se em escultura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa.

Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian (Roma, 1958), do Instituto de Alta Cultura (Milão, 1960) e da Secretaria de Estado da Cultura do México (1980). [3]

Foi professor do ensino secundário (Escolas Secundárias Eugénio dos Santos, Marquês de Pombal, Casa Pia de Lisboa e António Arroio); lecionou na Sociedade Nacional de Belas-Artes; foi professor na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa (1962-1995).

Participou em diversas exposições coletivas, entre as quais a I, II e III Exposições de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (1957, 1961, 1986) [4]. E ainda: XXI FIDEM, Colorado Springs, USA (1987); Europália Portugal 91, Medalha Portuguesa no séc. XX, Namur e Bruxelas (1991); XXIII FIDEM, Londres, Prémio Calouste Gulbenkian (1992); Contemporary Portuguese Medal Art - Budapeste; XXIV FIDEM Budapeste, Prémio Johnson para a Melhor Medalha Cunhada (1994); XXV FIDEM – Neuchatel (1996); Anverso e Reverso + 3, New York; Anverso e Reverso + 3, Ouioto, Japão; XXVI FIDEM, Haia (1998); The Stanford Saltus Awards Into the Next Century, New York (1999); XXVII FIDEM, Weimar (2000); etc. [5]

Executou várias esculturas para espaços públicos, das quais se destacam:

  • Relevo em pedra, Escola Primária de Benfica, Lisboa (1968);
  • Estátua de Vasco da Gama, Vidigueira (1969);
  • Escultura em betão policromado, L.N.E.C. Lisboa (1970);
  • Escultura em pedra, Hospital do Funchal, Madeira (1973);
  • Escultura em bronze, Faculdade de Economia, Porto (1974);
  • Escultura em ferro, Direção Geral de Portos, Lisboa (1980);
  • Monumento a Pina Manique, Casa Pia de Lisboa (1992);
  • Monumento ao 4 de Outubro de 1910, Loures (1992);
  • Monumento à Paz, Seixal (1994);
  • Monumento ao Resistente Antifascista Alentejano, Montemor-o-Novo (1996);
  • Monumento ao 25 de Abril, Oeiras (2000). [6]

Venceu o Prémio Internacional Vicenza Numismática 2010. [7]

Exposições Individuais[editar | editar código-fonte]

  • 1968 – Galeria Interforma, Lisboa
  • 1969 – Retrospectiva, L.N.E.C., Lisboa
  • 1972 – Galeria Opinião
  • 1986 – Escultura e Medalha, Imprensa Nacional Casa da Moeda, Lisboa
  • 1992 – Como nasce um Monumento, Museu Municipal, Loures
  • 1994 – Galeria Municipal de Arte, Almada
  • 1995 – Relevos, Forum Cultural, Seixal; Galeria Municipal, Montemor-o-Novo
  • 1997 – Punções e Matrizes: escultura de Helder Batista, Casa do Bocage, Setúbal
  • 1998 – Helder Batista: A Retrospective, American Numismatic Society, New York | Medalhas de Helder Batista, Galeria Municipal, Vila Franca de Xira
  • 1999 – Topografias Emergentes, Casa da Cultura, Santa Cruz, Madeira
  • 2001 – Harmonia dos Contrários, Centro Cultural Casapiano, Lisboa

Referências

  1. França, José AugustoA arte em Portugal no século XX [1974]. Lisboa: Bertrand Editora, 1991, p. 434.
  2. A.A.V.V. – III Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1986
  3. Escultor.com.pt, Portal dos escultores. «Helder Baptista, Curriculum Vitae». Consultado em 21 de maio de 2013 
  4. A.A.V.V. – III Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1986
  5. Escultor.com.pt, Portal dos escultores. «Helder Baptista, Curriculum Vitae» (PDF). Consultado em 21 de maio de 2013 
  6. Escultor.com.pt, Portal dos escultores. «Helder Baptista, Curriculum Vitae» (PDF). Consultado em 21 de maio de 2013 
  7. Escultor.com.pt, Portal dos escultores. «Helder Batista recebe prémio internacional». Consultado em 24 de maio de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.