Helena Michaelsen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Helena Michaelsen em 2007

Helena Iren Michaelsen é uma cantora lírica e letrista norueguesa.

Ex-vocalista das bandas de symphonic metal "Trail of Tears" e "Sahara Dust" (atual "Epica"), respectivamente da Noruega e dos Países Baixos, trata-se da vocalista da banda de metal sinfônico "Imperia", além de encabeçar um projeto musical próprio, chamado "Angel".

História Profissional[editar | editar código-fonte]

Helena Michaelsen foi revelada, como cantora lírica, pela banda norueguesa de [symphonic metal] "Trail of Tears", cujo elenco da qual integrou, como vocalista, por 3 anos, de 1997 a 2000, e com a qual gravou 3 álbuns de estúdio, a saber: a demo "When Silence Cries...", de 1997, e os álbuns "Disclosure in Red" e "Profoundemonium", lançados respectivamente em 1998 e em 2000.

Em 2002, interpretou, como participação especial, as linhas melódicas vocais no álbum "Infinity of Chaos", do grupo de gothic metal industrial "Black Horizon".

Participou da formação original da banda de symphonic metal neerlandesa "Epica" (quando esta ainda se chamava "Sahara Dust"), onde permaneceu durante cerca de um ano, nos idos de 2002, trabalhando ao lado do compositor, arranjador, orquestrador, cantor e instrumentista holandês Mark Jansen, não obstante, tendo se desligado da banda antes que esta lançasse sua primeira demo, "Cry for the Moon", em 2003.

Em 2004, a norueguesa assumiu os vocais da então recém-fundada banda de symphonic metal "Imperia", ao lado de músicos da Noruega, da Finlândia, da Alemanha, dos Países Baixos e da Bélgica. Com a voz de Michaelsen, "Imperia", nos 3 anos seguintes, lançaria 2 álbuns de estúdio, a saber: "The Ancient Dance of Qetesh", de 2004, e "Queen of Light", de 2007, além de ter 5 músicas e 3 videoclipes seus lançados em 7 compilações (sendo 5 compilações em CD e 2 em DVD), a saber: "The Lotus Eaters" (versão da original do "Dead can Dance"), em "Dead can Dance Tribute" (CD lançado em 2004); "Angelchild", em "Beautiful Voices" (compliação de DVD + CD lançada em 2005); "Broken Wings", em "Gothic Spirits 5" (CD duplo lançado em 2007); "Broken Wings", em "Gothic Spirits - Another Run / The Best Of Gothic Metal" (CD lançado em 2007); "Norway", em "13th Street - The Sound of Mystery 3" (CD lançado em 2007); "Mirror", em "Gothic Spirits 6" (CD duplo lançado em 2007); e "Mirror" e "Raped By The Devil", em "Live songs on Magic Circle Festival" (DVD duplo lançado em 2007);

Helena Michaelsen também encabeça um projeto musical próprio, "Angel", onde assina todas as letras e é co-autora de algumas das peças musicais, em parceria com o compositor, pianista e violonista clássico Oliver Philipps e mais dois musicistas do "Imperia": o compositor e guitarrista finlandês Jan Yrlund e o compositor, arranjador, orquestrador, pianista e tecladista norueguês Audun Grønnestad. " Angel" já lançou 2 álbuns fonográficos, "A Woman's Diary - Chapter I" e "Don't Wanna Run", e 2 videoclipes, "Fallen Angel" e "Don't Wanna Run", os quatro no ano de 2005.

Ligação externa[editar | editar código-fonte]