Heleny Guariba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Heleny Guariba
Nascimento 13 de março de 1941
Bebedouro, Brasil
Morte  ? de ? de 1971 (30 anos)
Petrópolis, Brasil
Nacionalidade Brasil brasileira
Ocupação professora
produtora teatral
guerrilheira
Influências

Heleny Telles Ferreira Guariba (Bebedouro, 13 de março de 1941 - ? de ? de 1971) foi uma professora, produtora teatral e guerrilheira brasileira, integrante da luta armada contra a ditadura militar instalada no país em 1964.

Ex-estudante da Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo, foi professora universitária, trabalhou com Augusto Boal e foi diretora do "Grupo de Teatro da Cidade", na cidade de Santo André, em São Paulo.[1] Entre 1965 e 1967, estudou teatro na França e na Alemanha e deu aulas de dramaturgia no Teatro de Arena em seu retorno.[2] Casou-se em 1962 com Ulisses Telles Guariba Netto, com quem teve dois filhos, e separou-se em 1969. A partir deste ano, começou a militar na Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) organização de extrema-esquerda que fazia a luta armada contra o regime militar.

Presa em Poços de Caldas no começo de 1970, foi torturada na OBAN e no DOPS, sendo solta pela Justiça Militar em abril de 1971, após cumprir pena no Presídio Tiradentes. Poucos meses depois, em julho do mesmo ano, quando se preparava para deixar o país e viver no exterior, foi presa no Rio de Janeiro junto com o guerrilheiro Paulo de Tarso Celestino e desapareceu. A ex-guerrilheira e presa política Inês Etienne Romeu, em depoimento dado ao Ministério da Justiça anos depois, afirmou que Heleny Guariba esteve presa em Petrópolis, na chamada Casa da Morte, onde Inês esteve por três meses, onde foi torturada e executada. Seu corpo nunca foi encontrado e Heleny é dada como desaparecida política.[1]

Seu nome hoje batiza um Centro Cultural em Diadema, São Paulo, o Teatro Studio Heleny Guariba, na Praça Franklin Roosevelt, 184, São Paulo[3] e também o Cursinho Popular Heleny Guariba, iniciativa dos alunos de Teatro do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista - Unesp, em São Paulo, para preparação dos vestibulandos para as provas específicas da universidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Heleny Telles Ferreira Guariba». Grupo Tortura Nunca Mais. Consultado em 27 de junho de 2011 
  2. Santos, Valmir. «Heleny Guariba é homenageada em "Revolta da Chibata"». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de junho de 2011 
  3. «Centro Cultural Heleny Guariba». Consultado em 27 de junho de 2011