Hemmer Alimentos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Hemmer)
Ir para: navegação, pesquisa
Hemmer Alimentos
Indústria Alimentos
Fundação 1915 (103 anos)
Fundador(es) Heinrich Hemmer
Sede Blumenau, SC
Produtos Condimentos, Conservas, Chucrute, Molhos, Mostardas, Ketchup, Doces, Azeite, Geléias, Mel, Frutas em Caldas, Atum e Xaropes.
Website oficial Hemmer Alimentos

Hemmer Alimentos é uma empresa brasileira com sede no bairro Badenfurt,[1] em Blumenau, Santa Catarina, que produz e comercializa diversos alimentos e temperos. Foi fundada em 1915 pelo imigrante alemão Heinrich Hemmer.[1]

É atualmente administrada pela quinta geração da família Hemmer.[2] Seu presiente em 2017 é Ericson Luef.[3] Os produtos mais conhecidos e vendidos da empresa são pepino, mostarda amarela, mostarda escura, palmito açaí, palmito juçara e beterraba , ketchup e maionese.

História[editar | editar código-fonte]

Fo fundada pelo imigrante alemão Heinrich Hemmer, como uma pequena indústria caseira para processar chucrute.[1] Logo ele ampliaria a produção com pepino em salmoura, ambos vendidos a granel, direto ao consumidor.

Conduzida por sucessores, a Hemmer Alimentos cresceu sob designações diversas até 1946, quando foi transformada em Sociedade Anônima sob a atual razão social.[carece de fontes?]

Na década de 2010 foi apontada como uma das maiores empresas de seu setor, no país.[4] Em junho de 2017 a empresa decidiu que até 2025 não usaria mais nenhuma galinha criada em gaiola em sua produção.[5]

Marcas[editar | editar código-fonte]

A empresa é detentora de três marcas: Hemmer, Tauá e Cigano.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c clicrbs (20 de março de 2015). «Hemmer Alimentos completa 100 anos com história que se confunde com a de Blumenau» 
  2. Hemmer Alimentos (acessado em 20 de setembro de 2008)
  3. Luiz Veríssimo (15 de maio de 2017). «Na homenagem a Luiz Henrique, uma previsão para 2018 se ele estivesse vivo» 
  4. Jornal do Comércio. «Hemmer quer povoar prateleiras» 
  5. Revista Globo Rural (09 de Junho de 2017). «Grande fabricante de maionese decide não usar ovos de galinhas criadas em gaiolas»  Verifique data em: |data= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.