Henna Goudzand Nahar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde abril de 2018). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Henna Goudzand Nahar
Nascimento 28 de dezembro de 1953 (65 anos)
Paramaribo
Cidadania Suriname
Ocupação escritora, crítico literário, escritora de literatura infantil

Henna Goudzand Nahar, nascida: Henna Goudzand (Paramaribo, 28 de dezembro de 1953) é uma escritora do Suriname. Costuma escrever com os nomes de Amber e Amber Nahar.

Henna Goudzand trabalhou como docente de neerlandês em Paramaribo e – desde que se mudou em 1989 aos Países Baixos – em Amesterdão. Tem publicado histórias na revista de mulheres do Surinam chamada Brasa, e Preludium (1988), De Gids (1990), De Groene Amsterdammer (1992), e na antologia de contos Verhalen van Surinaamse schrijvers (1989), Hoor die tori! (1990), Sirito (1993) e Mama Sranan; 200 jaar Surinaamse verhaalkunst (1999). Também escreveu os livros para meninos Op zoek naar een vriend (1994), De Bonistraat (1996), Toch nog gelukkig (1996; junto com Baptista van Laerhoven), e De stem van Bever (2007; ilustrado por Jeska Verstegen). Escreveu críticas e comentários para De Ware Tijd Literair e Urso.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Michiel van Kempen, Een geschiedenis van de Surinaamse literatuur. Breda: De Geus, 2003, deel II, pg. 1191.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]