Henok Goitom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde fevereiro de 2016)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Henok Goitom
Henok Goitom
Informações pessoais
Nome completo Henok Goitom
Data de nasc. 22 de setembro de 1984 (32 anos)
Local de nasc. Solna,  Suécia
Nacionalidade Eritreia eritreu /  sueco
Informações profissionais
Clube atual Estados Unidos San José Earthquakes
Número 10
Posição Atacante
Clubes de juventude
1998–2000
2001–2002
2002–2004
Suécia Essinge IF
Suécia FC Inter Orhoy
Suécia Vasalunds IF
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2007
2005–2007
2007–2008
2008–2009
2009–2012
2012–2015
2016
2016–
Itália Udinese
Espanha Ciudad Murcia (emp.)
Espanha Real Murcia
Espanha Real Valladolid (emp.)
Espanha Almería
Suécia AIK
Espanha Getafe
Estados Unidos San José Earthquakes
1 (1)
75 (23)
31 (2)
29 (3)
78 (8)
93 (39)
2 (0)
1 (0)
Seleção nacional
2005–2006
2015–
Flag of Sweden.svg Suécia sub-21
Flag of Eritrea.svg Eritreia
13 (4)
2 (1)

Henok Goitom - em tigrínio, ሄኖከ ጎይትኦም (Solna, 22 de setembro de 1984) é um futebolista eritreu-sueco que atua como atacante. Atualmente, joga pelo San José Earthquakes.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Estreou profissionalmente em fevereiro de 2005, entrando como substituto no jogo ente Udinese e Inter de Milão[1], quando marcou o gol de empate dos friulani. Sem espaço na Udinese, foi emprestado ao Ciudad Murcia, da Segunda Divisão espanhola, onde atuou até 2007.

Jogou ainda por Real Murcia, Real Valladolid, Almería, AIK e Getafe. Durante sua passagem pelo Almería, entre 2009 e 2012, Goitom virou o primeiro jogador da Liga Espanhola a grafar seu nome em tigrínio, a língua mais falada na Eritreia, país de origem de sua família. Isto gerou controvérsia nos torcedores da equipe.

Carreira internacional[editar | editar código-fonte]

Goitom representou a Seleção Sueca apenas em categorias de base (Sub-19 e 21), e chegou inclusive a ser convocado para a equipe principal em 2009, credenciado por suas atuações pelo Valladolid. Entretanto, o jogador não entrou em campo.

Em setembro de 2015, aos 30 anos, foi liberado para defender a Eritreia[2]. A estreia pela seleção veio em outubro do mesmo ano, contra a equipe de Botsuana, a qual sofreu o primeiro gol do atacante, 3 dias depois.

Referências

  1. Colpo di Veron, l'Inter si illude – Goitom beffa Mancini allo scadere; La Repubblica, 19 de fevereiro de 2005 (em italiano)
  2. Carlsson, Simon (15 de setembro de 2015). «Väljer bort Sverige – för spel med Eritrea» [Rejects Sweden – to play with Eritrea] (em sueco). Expressen. Consultado em 20 de setembro de 2015 
Bandeira de SuéciaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas suecos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.