Henri-Paul Motte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Henri-Paul Motte
Nascimento 13 de dezembro de 1846
Morte 1 de abril de 1922 (75 anos)
Nacionalidade Francesa
Ocupação Pintor

Henri-Paul Motte (13 de dezembro de 1846 - 1 de abril de 1922) foi um pintor de história francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aluno de Jean-Léon Gérôme, Henri-Paul Motte é especialmente conhecido por suas pinturas sobre temas históricos, como Vercingétorix se rend à César (Vercingétorix rende - se a César, 1860), Le cheval de Troie (O cavalo de Troia, 1874),[1] La Pythie ( A Piedade, 1875), Baal Moloch dévorant les prisonniers à Babylone (Baal Moloch devorando prisioneiros da Babilônia, 1876), Passage du Rhône par l'Annibal (Vadeando o Ródano por Aníbal, 1878), além de uma cena fantástica inspirada em um episódio da Odisseia: Circe e os companheiros de Ulisses. Deve-se mencionar também o Le cardinal de Richelieu au siège de La Rochelle (O cardeal de Richelieu no sítio de La Rochelle, 1881).

Henri Motte foi nomeado cavaleiro da Legião de Honra em 1892 e obteve a medalha de bronze na Exposição Universal de 1900.

Obras em coleções públicas[editar | editar código-fonte]

  • Le cheval de Troie (1874), Wadsworth Atheneum, Hartford, Connecticut
  • Baal Moloch dévorant les prisonniers de guerre à Babylone (1876), Museu Nacional de Bellas Artes de Argel
  • Passage du Rhône par l'armée d'Annibal (1878), Bagnols
  • Le Cardinal de Richelieu au siège de La Rochelle (1881), Museu de Orbigny Bernon, La Rochelle

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Conservado em Wadsworth Atheneum.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido, total ou parcialmente, do artigo da Wikipédia em castelhano, cujo título é «Henri-Paul Motte».