Henrietta Litchfield

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Henrietta Emma Litchfield (nascida Darwin; 25 de setembro de 1843Surrey, 17 de dezembro de 1927) era uma das filha de Charles Darwin e sua esposa Emma Wedgwood.

Henrietta nasceu em Down House, Downe, Kent, em 1843. Ela foi a terceira filha de Darwin e a filha mais velha a atingir a idade adulta, após a mais velha, Annie, morrer aos 10, e uma segunda filha, Mary, morrer antes de completar um mês de idade. Ela e seu irmão Frank ajudaram seu pai com o seu trabalho, e Henrietta ajudou a editar a obra The Descent of Man.[1]

Em 31 de agosto de 1871, ela se casou com Richard Buckley Litchfield, que nasceu em Yarpole, próximo a Leominster, em 1832; o casal não teve filhos. Ela ficou viúva em 11 de janeiro de 1903, quando Richard morreu em Cannes, França; sendo enterrado no Cemitério Inglês, em Cannes.

Henrietta editou a biografia de seu avô Erasmus Darwin escrita por seu pai, The Life of Erasmus Darwin, e a The Autobiography of Charles Darwin, removendo várias passagens controversas. Ela também editou papéis privados de sua mãe (Emma Darwin: A Century of Family Letters, de 1904). Ela respondeu à história da Lady Hope que seu pai tinha sofrido uma conversão no leito de morte por escrevendo um artigo The Christian em 1922 dizendo que "não [tinha] qualquer fundamento". Henrietta morreu em Burrows Hill, Gomshall, Surrey, com idade de 84 anos. Um obituário foi redigido no The Times.

Referências

  1. «To H. E. Darwin 20 March 1871» (em inglês). Darwin Correspondence Project. Consultado em 28 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.