Henrique Brandão Cavalcanti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Henrique Brandão Cavalcanti
Ministro do Meio Ambiente e da Amazônia Legal do Brasil
Período 5 de abril de 1994
até 1 de janeiro de 1995
Presidente Itamar Franco
Antecessor Rubens Ricupero
Sucessor Gustavo Krause
Dados pessoais
Nascimento 11 de abril de 1929
Rio de Janeiro, RJ
Morte 28 de abril de 2020 (91 anos)
Brasília, DF
Nacionalidade  Brasileiro
Progenitores Mãe: Maria das Dores de Barros Barreto Brandão Cavalcanti
Pai: Themístocles Brandão Cavalcanti
Alma mater Universidade McGill
Ocupação Engenheiro, professor, político

Henrique Brandão Cavalcanti (Rio de Janeiro, 11 de abril de 1929Brasília, 28 de abril de 2020) foi um engenheiro, professor universitário e político brasileiro.

Filho de Themístocles Brandão Cavalcanti, ex Ministro e Presidente do Supremo Tribunal Federal e Maria das Dores de Barros Barreto Cavalcanti. Foi Secretário Geral do Ministério do Interior e Presidente da Siderurgia Brasileira SA, SIDERBRAS.

Em 1972, durante seu tempo no Ministério do Interior, fez parte da delegação brasileira na Conferência de Estocolmo, e foi um dos principais responsáveis pela criação da Secretaria Especial do Meio Ambiente - SEMA, órgão que eventualmente se tornou o atual Ministério do Meio Ambiente[1].

Foi ministro do Meio Ambiente do Brasil no governo Itamar Franco, de 5 de abril de 1994 a 1 de janeiro de 1995.

Faleceu no dia 28 de abril de 2020, aos 91 anos.[2]

Referências


Precedido por
Rubens Ricupero
Ministro do Meio Ambiente do Brasil
1994 — 1995
Sucedido por
Gustavo Krause


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.