Henrique Linhares de Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Henrique Linhares de Lima
Nascimento 24 de outubro de 1876
São Roque do Pico, São Roque do Pico, Região Autónoma dos Açores
Morte 13 de fevereiro de 1953 (76 anos)
São João do Estoril, Estoril, Cascais, Portugal
Ocupação Político, militar

Henrique Linhares de Lima GCCComA (São Roque do Pico, São Roque do Pico, 24 de Outubro de 1876São João do Estoril, Estoril, Cascais, 13 de Fevereiro de 1953)[1][2] foi um político e militar português.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Foi responsável pelo ministério da Agricultura entre 8 de Julho de 1929 e 5 de Julho de 1932;[3] das Colónias, interinamente, entre 23 de Abril e 5 de Julho de 1932 e do Interior de 23 de Outubro de 1934 a 18 de Janeiro de 1936.[4][5] Neste período foi responsável pela implementação da "Campanha do Trigo", uma política agrícola com elevados impactes no solo com o objetivo da auto-suficiência em cereais[6].

Entre 18 de Fevereiro de 1933 e 31 de Dezembro de 1934, exerce o cargo de Presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Foi Deputado da Assembleia Nacional.[7]

Foi presidente da Sociedade Histórica da Independência de Portugal, no período de 1 de Junho de 1935 até à data da sua morte[8]

O seu nome foi dado à Rua Coronel Linhares de Lima em Monte Real, Leiria, Leiria, e à Alameda Coronel Linhares de Lima em Colares, Sintra.

Carreira militar[editar | editar código-fonte]

No campo militar, licenciou-se em Administração Militar na Escola do Exército, em 1899. Durante a Grande Guerra, foi chefe de subsistências do Corpo Expedicionário Português, em 1917. A 28 de Junho de 1919, no posto de Tenente-Coronel, foi feito Comendador da Ordem Militar de São Bento de Avis.[9] Esteve em vários cargos de direcção, dos quais se destacam o de Director da Manutenção Militar, entre 1923 e 1929. A 31 de Dezembro de 1930, ainda no posto de Tenente-Coronel, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Nosso Senhor Jesus Cristo[9] e a 4 de Maio de 1931 com a Grã-Cruz da Ordem da Polónia Restituta da Polónia.[9] Foi Comandante das Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento entre 1936 e 1938. Atingiu o posto de Coronel.

Referências

  1. «Parlamento» (PDF). Assembleia da República. App.parlamento.pt 
  2. «Primeira República». Primeirarepublica.org 
  3. «Ministério da Agricultura». Portal.min-agricultura.pt [ligação inativa]
  4. «Ministério da Administração Interna». Mai.gov.pt 
  5. «Governos portugueses - Ditadura e Estado Novo». Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Arquivado do original em 7 de dezembro de 2009 
  6. Pereira et al (2010). Ecossistemas e Bem-Estar Humano: Resultados da Avaliação para Portugal do Millennium Ecosystem Assessment, pág. 313.
  7. http://app.parlamento.pt/PublicacoesOnLine/DeputadosAN_1935-1974/html/pdf/l/lima_henrique_linhares_de.pdf
  8. «Coronel Henrique Linhares de Lima, SHIP». Ship.pt 
  9. a b c «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Henrique Linhares de Lima". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 3 de setembro de 2015  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "OHn" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.