Henrique Neves da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Henrique Neves
Ministro do Tribunal Superior Eleitoral do Brasil
Mandato: 13 de novembro de 2012 até
16 de abril de 2017
(2º biênio)
Nomeação por: Dilma Rousseff
Ministro Substituto do Tribunal Superior Eleitoral do Brasil
Mandato: 5 de agosto de 2008 até
6 de agosto de 2012
(2º biênio)
Nomeação por: Luiz Inácio Lula da Silva
Dados pessoais
Nascimento: 29 de agosto de 1965 (54 anos)
Brasília, DF
Alma mater: Universidade de Brasília

Henrique Neves da Silva (Brasília, 29 de agosto de 1965) é um advogado e jurista brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em Direito pela Universidade de Brasília em 1987, integra o escritório Lacombe e Neves da Silva Advogados Associados.

Ocupou o cargo de ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral, inicialmente para o biênio (2008 - 2010) na vaga reservada aos advogados.[2] Foi reconduzindo para novo mandato até 6 de agosto de 2012.[3]

Nas eleições de 2010, foi indicado como um dos Ministros para atuar como juiz auxiliar nas reclamações e representações relativas à propaganda eleitoral na eleição presidencial.

Foi nomeado, em 2012, para o cargo de Ministro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral[4] . Em 2015, foi reconduzido[5] e permaneceu no Tribunal até abril de 2017[6]

Foi eleito Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (IBRADE) para o período de 2017-2020.

Filho do jurista e ex-ministro do TSE, Célio Silva e irmão do ex-ministro, Fernando Neves.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências