Henrique Teixeira de Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Henrique Teixeira de Sousa
Nascimento 9 de setembro de 1919 (97 anos)
São Lourenço, Ilha do Fogo,
Cabo Verde
Morte 3 de março de 2006 (86 anos)
Oeiras,
Portugal
Nacionalidade Cabo Verde Cabo-verdiano
Ocupação Médico e escritor
Magnum opus Contra mar e vento

Henrique Teixeira de Sousa (São Lourenço, 6 de setembro de 1919Oeiras, 3 de março de 2006)[1] foi um médico e escritor cabo-verdiano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural da Ilha do Fogo, de uma velha família branca em terra onde predominam os mestiços. Teixeira de Sousa licenciou-se em Medicina em Lisboa, em 1945, tendo frequentado no ano seguinte o Instituto de Medicina Tropical do Porto. Quando estudante de Medicina, movimentou-se nas lides neo-realistas, juntamente com Francisco José Tenreiro, Manuel da Fonseca, Armindo Rodrigues e o seu compatriota António Nunes[2].

Tirou mais tarde a especialidade de nutricionista, e foi inicialmente colocado como médico em Timor.

Teixeira de Sousa fixou-se no ano seguinte na sua ilha natal do Fogo, onde foi notável a sua acção em prol de estruturas mínimas de saúde pública. Facultou ao geógrafo Orlando Ribeiro relatórios inéditos sobre o estado de nutrição e sanidade da ilha - tudo aproveitado no livro sobre O Fogo, que Orlando lhe pediu para ler em manuscrito, beneficiando das suas sugestões e correcções[3]

Exerceu posteriormente em São Vicente, até se aposentar em vésperas da independência e se fixar em Oeiras, onde viveu até ao fim dos seus dias.

Obras literárias[editar | editar código-fonte]

  • Contra mar e vento - livro de contos (1972)
  • Ilhéu de contenda (primeiro de trilogia) (1978)
  • Capitão de Mar e Terra (1984)
  • Xaguate (segundo de triologia) (1987)
  • Djunga (1990)
  • Na Ribeira de Deus (terceiro de triologia) (1992)
  • Entre duas Bandeiras (1994)
  • Oh Mar das Túrbidas Vagas (2005)

Referências

  1. «São Filipe: Liceu Teixeira de Sousa em festa». A Semana. 28 de fevereiro de 2013. Consultado em 26 de janeiro de 2014 
  2. Revista COLÓQUIO/Letras n.º 103 (Março de 1988), pág. 100.
  3. Revista COLÓQUIO/Letras n.º 53 (Janeiro de 1980). Três romances das ilhas, pág. 37.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]