Henrique Brandon, 1.º Conde de Lincoln

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Henrique Brandon, 1.º conde de Lincoln (11 de março de 15168 de março de 1534) era o filho mais velho e o único varão de Carlos Brandon, 1.º Duque de Suffolk e de Maria Tudor, outrora rainha da França. Era sobrinho de Henrique VIII da Inglaterra, ao qual devia seu nome.

Sua morte precoce teria uma influência inesperada na história da dinastia Tudor. Henrique nasceu quase um mês depois que sua prima, a futura Maria I da Inglaterra. Henrique VIII não tinha outros filhos na época. A rainha consorte, Catarina de Aragão, já tinha trinta anos e pouca probabilidade de ter mais filhos. Conseqüentemente, a duquesa de Suffolk poderia afirmar que estava em segundo na linha ao trono, e seu filho em terceiro.

Henrique morreu às vésperas de seu aniversário de dezoito anos, nove meses depois de sua mãe, provavelmente de tuberculose. Isto permitiu à sua irmã Frances a ter ambições reais e a eventual ascensão de sua sobrinha Joana Grey ao trono da Inglaterra em 1553.

Ele era noivo de Catarina Willoughby, 12.ª baronesa Willoughby de Eresby, que veio a ser a quarta esposa de seu pai, o duque de Suffolk.

Ele recebeu o título de conde de Lincoln em 18 de junho de 1525, aos 9 anos.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.