Henry Knox

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Henry Knox
Henry Knox by Peale.jpg
Secretário da Guerra dos Estados Unidos
Período 12 de setembro de 1789
a 31 de dezembro de 1794
Sucessor Timothy Pickering
Secretário de Guerra Continental
Período 8 de março de 1785
a 12 de setembro de 1789
Sucessor Abolido
Comandante em chefe
do Exército dos EUA
Período 23 de dezembro de 1783
a 20 de junho de 1784
Sucessor John Doughty
Dados pessoais
Nascimento 25 de julho de 1750
Boston, Massachusetts,
América Britânica
Morte 25 de outubro de 1806
(56 anos)
Thomaston, Massachusetts, (agora Maine)
Esposa Lucy Flucker
Partido Federalista
Assinatura Assinatura de Henry Knox
Serviço militar
Lealdade Estados Unidos
Serviço/ramo Exército Continental
Exército dos Estados Unidos
Anos de serviço 1772–1784
Graduação Major General
Conflitos Guerra de Independência
dos Estados Unidos:

 • Batalha de Bunker Hill
 • Cerco de Boston
 • Expedição de Knox
 • Fortificação de Dorchester Heights
 • Batalha de Long Island
 • Batalha de Trenton
 • Batalha de Assunpink Creek
 • Batalha de Princeton
 • Batalha de Brandywine
 • Batalha de Germantown
 • Batalha de Monmouth
 • Cerco de Yorktown

Henry Knox (25 de julho de 1750 - 25 de outubro de 1806) [1] foi um oficial militar do Exército Continental e mais tarde do exército dos Estados Unidos, que também serviu como o primeiro secretário da guerra dos Estados Unidos de 1789 a 1794.

Nascido e criado em Boston, Massachusetts, onde possuía e geria uma livraria, cultivava interesse na história militar, o que o levou a juntar-se a uma empresa local de artilharia. Quando a Guerra Revolucionária Americana rebentou em 1775, ele fez amizade com o General George Washington, e rapidamente se tornou o principal oficial de artilharia do Exército Continental. Neste papel, ele acompanhou Washington na maioria de suas campanhas e teve algum envolvimento em muitas ações importantes da guerra.

Expedição Knox

Uma das mais importantes foi a que ficou conhecida como a Expedição de Knox [2], onde ao longo de três meses de inverno movimentou 60 toneladas de canhões e outros armamentos por barco, a cavalo e por trenós puxados por bois, e mão-de-obra por estradas de baixa qualidade, através de dois rios semi-congelados e pelas florestas e pântanos da região pouco habitada de Berkshires, para os campos do Exército Continental em Boston.

Ele também estabeleceu centros de treinamento para artilheiros e instalações de fabricação de armas que eram activos valiosos para a nação incipiente.

Após a adoção da Constituição dos Estados Unidos, ele tornou-se secretário da guerra do Presidente Washington. Neste papel, ele supervisionou o desenvolvimento de fortificações costeiras, trabalhou para melhorar a preparação das milícias locais e supervisionou a atividade militar da nação na Guerra Indígena do Noroeste. Ele foi formalmente responsável pelo relacionamento da nação com a população indiana nos territórios reivindicados, articulando uma política que estabeleceu a supremacia do governo federal sobre os estados em relação às nações indianas e pediu o tratamento das nações indianas como soberanas. As visões idealistas de Knox sobre o assunto foram frustradas por assentamentos ilegais em curso e transferências fraudulentas de terras envolvendo terras indianas.

Ele retirou-se para o que agora é Thomaston, Maine, em 1795, onde supervisionou a ascensão de um império comercial construído com dinheiro emprestado. Ele morreu falido em 1806 com uma infecção que ele contraiu depois de engolir um osso de frango.

Referências

  1. «General Henry Knox» (em inglês). ushistory.org. Consultado em 7 de Novembro de 2017 
  2. «Henry Knox Brings Cannon to Boston» (em inglês). massmoments.org. Consultado em 7 de Novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Registro Nacional de Lugares Históricos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.