Herbalife

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Herbalife Nutrition
Razão social Herbalife Nutrition International Inc.
Empresa de capital aberto
Slogan Tornando o mundo mais saudável e mais feliz.
Cotação NYSE: HLF
Atividade Venda direta
Gênero Incorporation
Fundação 1980 (1980) em Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Fundador(es) Mark Hughes
Sede L.A. Live
Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Pessoas-chave John Agwunobi (CEO)
Empregados 9.700+ (2020)
Produtos Controlo de peso, suplementos nutricionais, cuidados pessoais, nutrição desportiva.
Lucro Aumento US$ 308.7 milhões (2014)[1]
LAJIR Aumento US$ 661.447 milhões (2012)[2]
Faturamento Baixa US$ 3.825 bilhões (2014)[3]
Website oficial www.herbalife.com

A Herbalife Nutrition é uma empresa multinacional que desenvolve e comercializa suplementos alimentares. Com sede nos Estados Unidos,[4] a empresa distribui produtos em mais de 90 países, através de uma rede de milhões de consultores independentes que atuam na venda direta e marketing multinível.

Produtos[editar | editar código-fonte]

A empresa tem algumas linhas de produtos de nutrição interior e exterior, porém, a linha que trouxe fama à marca é o shake nutricional fórmula 1. Hoje seu shake emagrecedor é responsável pela maior parte de seu faturamento, sendo o carro-chefe da companhia.

A linha de produtos consiste em 2 tipos: nutrição interna (produtos consumíveis e ingeríveis) e nutrição externa (produtos cosméticos).

O catálogo de produtos Herbalife varia desde o shake, até multivitaminas, ômega-3, fibras, dentre outros.

Modelo de Negócio[editar | editar código-fonte]

O modelo de negócio da Herbalife é o da venda-direta através do marketing-multinível (ou marketing de rede), utilizando também ferramentas de negócio como os "Espaços Vida Saudável", onde consumidores podem comprar doses únicas de produtos através dos "acessos" que dão direito ao consumo, majoritariamente de shakes e chás termogênicos, porém, alguns Consultores Independentes também trabalham com outros alimentos feitos de produtos Herbalife, como brownies, waffles e muffins.

Também existe a possibilidade da venda de produtos on-line através do site www.goherbalife.com, plataforma oficial que deve ser utilizada pelos Consultores para a venda através da internet.

História[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 1980 Mark Hughes começou a vender os produtos com a marca Herbalife no porta-malas do seu carro. Hughes costumava dizer que o motivo de ter começado a Herbalife e a venda dos seus produtos surgiu com a preocupação com perda de peso da sua mãe Joanne. Segundo ele, o falecimento precoce da sua mãe foi causado por distúrbios alimentares e má condução na sua perda de peso. Hughes morreu em maio de 2000 aos 44 anos de idade.

Um de seus slogans é "Perca peso agora! Pergunte me Como"

O slogan atual é " Tornando o mundo mais saudável e mais feliz"

A empresa chegou a Portugal em 1992 e ao Brasil em 1995.

O atual CEO é John Agwunobi.

A empresa pertence ao grupo da NYSE (Bolsa de Valores de Nova York) desde 2005.

O conselho médico científico da empresa é composto por um ganhador do Nobel, o Dr. Louis Ignarro, e também por um especialista de destaque no mundo em nutrição humana, Dr. David Heber. Além de dezenas de especialistas atuando nos mais de 95 países em que a empresa atua.

Patrocínios Desportivos[editar | editar código-fonte]

A Herbalife Nutrition patrocina a Seleção Francesa de Voleibol Masculino e o clube LA Galaxy desde 2007 e, Cristiano Ronaldo desde 2013.[5] Patrocinou o FC Barcelona e Lionel Messi entre 2010 e 2013.[6]

Preocupações com a saúde[editar | editar código-fonte]

A Herbalife Nutrition mantém globalmente o Conselho Consultivo de Nutrição- DAB (Dietetic Advisory Board) composto por nutricionistas e o Conselho para Assuntos Nutricionais- NAB (Nutrition Advisory Board ) formado por médicos e especialistas da área de nutrição, ciência e saúde.

No Brasil, contamos com o Dr. Nataniel Viunisk como membro do conselho NAB e a Dra. Carolina Pimentel compõe o conselho DAB. Ambos atuam em diferentes atividades como, por exemplo, realização de palestras em eventos de treinamento em todo Brasil, redação e produção de artigos para publicações que abordam temas relacionados à saúde, boa nutrição e aos benefícios de se adotar uma dieta saudável, um estilo de vida ativo e saudável, além da participação em reuniões e conferências com os demais membros dos Conselhos.

Dr. Nataniel Viuniski é Pediatra e Nutrólogo, tendo como principais áreas de interesse o controle de peso, longevidade saudável e obesidade Infanto-Juvenil. Docente da Pós-Graduação da Faculdade Futura – Curitiba. É autor dos livros Ali Mente Ação e "Obesidade Infantil - Um Guia Prático" e também capítulos de livros técnicos bem como de diversos artigos para público leigo e comunidade científica. Dr. Nataniel graduou-se em Medicina na Escola de Medicina da Universidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, é pós-graduado em Pediatria pelo Hospital Infantil Conceição de Porto Alegre; possui título de nutrólogo pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrição) e é membro do Conselho Para Assuntos Nutricionais da Herbalife Nutrition desde 2004.

Dra. Carolina Pimentel, membro do Conselho Consultivo de Nutrição desde 2016, é nutricionista com Mestrado e Doutorado em Ciências da Nutrição, pela Universidade de São Paulo. Em, 2019 obteve certificação em Medicina do Estilo de Vida pelo International Board of Lifestyle Medicine. Tem uma larga experiência na área de docência, pesquisa e no suporte científico a indústria. Possui diversas publicações nacionais e internacionais, dentre elas o livro “Alimentos Funcionais: Introdução aos Compostos Bioativos”.

Acusações de crime financeiro[editar | editar código-fonte]

Em 2004 um grupo de 8.700 distribuidores, atuais e antigos, moveu uma ação judicial acusando a Herbalife e outros distribuidores de executarem. A empresa pagou um total estimado de 6 milhões de dólares, mas não admitiu culpa.[7]

Em 2014 a Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos (FDA) deu início a uma investigação multinacional sobre a prática de esquema de pirâmide pela Herbalife, após denúncias feitas por um investidor. As denúncias ganharam força após uma carta do senador Edward Markey enviada em janeiro à Comissão recomendando a investigação, motivada especialmente pelas ações de Bill Ackman contra a Herbalife.

No mês seguinte, uma associação de comunidade hispânica também aproveitou o ensejo e denunciou a empresa. A Herbalife informou que iria colaborar com as investigações.[8] Apesar destas ações, boa parte dos acusadores não entraram em contato posteriormente com a empresa para receberem sua "indenização" ou seus alegados "danos", o que demonstra que boa parte das ações tomadas contra a Herbalife foram, especialmente motivadas por trâmites envolvendo as ações na bolsa de valores que favoreceriam Bill Ackman sempre que as ações da Herbalife caíssem.

Apesar disto, em 2018 Ackman voltou atrás com as ações movidas contra a Herbalife, deixando de faturar em torno de 1 bilhão em suas "apostas" contra a corporação.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Herbalife 2014 Annual Report - Form 10-K - February 18, 2014». Herbalife. Consultado em 28 de março de 2016 
  2. «Herbalife 2012 Annual Report - Form 10-K - February 19, 2013». Herbalife. Consultado em 11 de abril de 2013. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2013 
  3. «Herbalife LTD. Revenue & Earnings Per Share (EPS)». Nasdaq. Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  4. «Herbalife Worldwide Address List» (PDF) 
  5. «Herbalife Announces Five-Year Sponsorship Of Real Madrid's Cristiano Ronaldo». SportsBusiness Daily. 5 de junho de 2013. Consultado em 3 de fevereiro de 2018 
  6. «Herbalife, new nutrition sponsor». FC Barcelona. 2 de junho de 2010. Consultado em 3 de fevereiro de 2018 
  7. Herbalife Quarterly Report to SEC, June 2006
  8. «EUA apuram suposta 'pirâmide' da Herbalife». Estadão. 13 de março de 2014. Consultado em 19 de maio de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]