Hercolubus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Hercólubus é um planeta hipotético, tido como um boato pseudocientífico[1] similar a outros que alegam que um planeta gigante estaria se aproximando perigosamente da Terra.[2][3][4] Foi mencionado pelo ocultista colombiano Rabolú em seu livro Hercólubus ou planeta vermelho[5], de 1998.

Segundo Rabolú, já em 1999 Hercólubus estaria "visível a todos os humanos como uma grande estrela ao amanhecer", e só se poderia salvar do cataclismo através da "eliminação dos defeitos psicológicos" e da projeção astral.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Guevara, Francisco (6 de fevereiro de 2009). «Hercolubus, el planeta "purificador"» (PDF) (em espanhol). Sociedad astronómica Julieta Fierro Gossman. Consultado em 13 de março de 2019 
  2. Govert Schilling (2009). The Hunt For Planet X: New Worlds and the Fate of Pluto. [S.l.]: Copernicus Books. p. 111. ISBN 978-0-387-77804-4 
  3. «Beyond 2012: Why the World Didn't End». NASA. 22 de dezembro de 2012. Consultado em 13 de novembro de 2012. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2011 
  4. Carlos Orsi Martinho (15 de dezembro de 2014). «Ensaio sobre os temíveis 'planetas gigantes' que nunca colidem com a Terra». Revista Galileu 
  5. VM Rabolu. «Hercolubus or Red Planet (home)». A Prats. Consultado em 2 de fevereiro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]