Hereditário (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hereditário
'Hereditary'
Cartaz promocional
 Estados Unidos
2018 •  cor •  127 min 
Direção Ari Aster
Roteiro Ari Aster
Elenco
Gênero drama · terror
Música Colin Stetson
Cinematografia Pawel Pogorzelski
Companhia(s) produtora(s) PalmStar Media
Windy Hill Pictures
A24
Distribuição A24
Portugal NOS Audiovisuais
Brasil Diamond Films
Lançamento 22 de janeiro de 2018 (Sundance)
Estados Unidos 8 de junho de 2018
Portugal 14 de junho de 2018
Brasil 21 de junho de 2018
Idioma língua inglesa
Orçamento US$ 10 milhões[1]
Receita US$ 80,2 milhões[2]

Hereditary (bra/prt: Hereditário)[3][4] é um filme estadunidense de 2018, dos gêneros drama e terror, escrito e dirigido por Ari Aster[5] e estrelado por Toni Collette, Alex Wolff, Milly Shapiro e Gabriel Byrne como uma família assombrada por uma presença misteriosa após a morte de sua avó.[6]

Estreou no Festival Sundance de Cinema em 21 de janeiro, na seção Midnight,[7] e foi lançado nos Estados Unidos em 8 de junho.[8] Hereditário foi aclamado pela crítica, com o desempenho de Collette, em especial, recebendo elogios. A produção tornou-se um sucesso comercial e arrecadou mais de 79 milhões de dólares, contra um orçamento de 10 milhões.[9]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento

O roteirista e diretor Ari Aster embarcou em uma carreira na indústria cinematográfica enquanto era estudante no American Film Institute; ele roteirizou e dirigiu dois curtas-metragens provocantes, The Strange Thing About the Johnsons e Munchausen, trazendo-o sob o escopo da A24.[10][11] Aster originalmente apresentou Hereditary como uma tragédia familiar, com cuidado para não chamá-lo de um filme de terror.[12]

Fã de dramas domésticos, Aster incorporou temas do gênero em seu roteiro, imaginando um filme enraizado na dinâmica familiar, trauma e luto; Carrie e The Cook, the Thief, His Wife and Her Lover foram as obras que Aster especificou como influências em Hereditary.[13] Ele interpretou o filme como duas metades que são "completamente inextricáveis ​​uma da outra": "Começa como uma tragédia familiar e depois continua nesse caminho, mas gradualmente se transforma em um pesadelo total."[14]

O roteiro reflete um incidente da vida real de 2004 em Marietta, Geórgia, no qual John Kemper Hutcherson decapitou acidentalmente seu amigo de infância e passageiro, Frankie Brohm, em um poste de telefone, depois que este inclinou a cabeça do veículo para aliviar os sintomas de sua embriaguez. Hutcherson então dirigiu para casa com o cadáver sem cabeça de Brohm no carro e adormeceu, até que um transeunte, caminhando com seu filho, notou o corpo de Brohm ainda no caminhão na manhã seguinte e notificou as autoridades.[15]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

No Rotten Tomatoes, o filme possui uma taxa de aprovação de 89% com base em 368 críticas e uma classificação média de 8,28 / 10. O consenso crítico do site diz: "Hereditário usa sua configuração clássica como estrutura para um filme de terror angustiante e incomumente perturbador, cujo toque frio perdura muito além dos créditos finais."[6] No Metacritic, o filme tem uma pontuação média ponderada de 87 de 100, com base em 49 críticos, indicando "aclamação universal".[16]

Audiência[editar | editar código-fonte]

O público entrevistado pela CinemaScore deu ao filme uma nota média de "D+" em uma escala de A+ a F.[17] Algumas publicações notaram a discrepância crítica-público, comparando-o a Drive, The Witch e It Comes at Night, todos os quais foram aclamados pela crítica, mas não conseguiram impressionar os cinéfilos mainstream.[18][19]

Referências

  1. «'Ocean's 8' Steals Franchise Record With $41.5M Opening – Early Sunday Update». Deadline (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2021 
  2. «Hereditary (2018)». Box Office Mojo (em inglês). Consultado em 27 de agosto de 2021 
  3. «Hereditário». Brasil: CinePlayers. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  4. «Hereditário». Portugal: CineCartaz. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  5. Means, Sean P. (19 de dezembro de 2017). «A horror thriller filmed in Utah is among the additions to 2018 Sundance Film Festival lineup». The Salt Lake Tribune. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  6. a b «Hereditary (2018)». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 27 de agosto de 2021 
  7. «Sundance Film Festival Unveils Full 2018 Features Lineup». Variety. 29 de novembro de 2017. Consultado em 1 de janeiro de 2018 
  8. staff, Guardian (30 de janeiro de 2018). «Hereditary trailer: will this be the year's scariest movie?». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  9. «Ocean's 8: Satisfying but Slight» (em inglês). Consultado em 10 de dezembro de 2018 
  10. «How Ari Aster made the best horror movie of 2018» (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  11. «HOW HEREDITARY DIRECTOR ARI ASTER BECAME AN UNLIKELY HORROR HERO». The Verge (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  12. «Director Ari Aster Says 'Hereditary' Is A Family Drama At Its Core». NPR (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  13. «How Director Ari Aster Turned 'Hereditary' Into a Harrowing Cinematic Experience». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  14. «That Horrific Hereditary Scene Is Director Ari Aster's Favorite». Vanity Fair (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  15. «5 Years for Driver in Ga. Decapitation» (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  16. «Hereditary Reviews». Metacritic (em inglês). Consultado em 27 de agosto de 2021 
  17. «'Ocean's 8' Steals Franchise Record With $41.5M Opening – Early Sunday Update». Deadline (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  18. «How Did 'Hereditary' Get a D+ From CinemaScore? For the Crime of Being More Artful Than Sensational». Variety (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021 
  19. «Why 'Hereditary' Is Dividing Audiences». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 30 de agosto de 2021