Hermas Brandão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hermas Brandão
54.º Governador do Paraná
Período 4 de setembro de 2006
até 31 de dezembro de 2006
Antecessor(a) Roberto Requião
Sucessor(a) Roberto Requião
Secretário da Agricultura e Abastecimento do Paraná
Período 1995
até 1998
Deputado Estadual do Paraná
Período 1983
até 2006
Prefeito de Andirá
Período 1º de fevereiro de 1977
até 31 de janeiro de 1982
Dados pessoais
Nascimento 5 de maio de 1943 (75 anos)
Campinas[1]
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Ercília Fioravante Brandão
Pai: Eurides Fioravante Brandão
Alma mater Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas
Cônjuge Ana Maria Martins Brandão
Profissão Empresário

Hermas Eurides Brandão (Campinas, 5 de maio de 1943[2]) é um advogado, notário,[3] empresário e político brasileiro.[4][5]

Foi o Governador interino do Estado do Paraná, de 4 de setembro de 2006 a 31 de dezembro de 2006, quando o titular, Roberto Requião, licenciou-se.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural de Campinas, filho de Eurides Fioravante Brandão e Ercília Fioravante Brandão, seu pai era cartorário[6] e foi vereador no município de Andirá.[7] Casou-se com Ana Maria Martins, e juntos tiveram três filhos: Ana Cristina, Carla,[8] e o deputado estadual Hermas Eurides Brandão Júnior.[9] É também avô do deputado estadual Evandro Junior.[10][11][12]

Formado em Direito pela Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro é empresário do ramo pecuário, foi, por longos anos, serventuário da justiça como titular do Cartório de Registro de Imóveis da Comarca de Andirá. Renunciou a titularidade do cartório, assim como desfiliou-se ao partido político em que permaneceu por anos, quando assumiu, em 2007, como conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE).[1]

Sua vida política iniciou-se na década de 1970, quando se elegeu prefeito de Andirá em 1976, assumindo em 1977 e permanecendo no cargo até 1982.[4] Em 1983, assumiu uma das cadeiras da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) como deputado estadual. Reelegeu-se para o mesmo cargo nas eleições de 1986, 1990, 1994, 1998 e 2002.[4]

Foi secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento do Estado do Paraná entre 1995 a 1998. Foi vice-presidente da Assembleia Legislativa entre 1993 e 1994, e no ano 2000 foi eleito Presidência da Assembleia Legislativa. Em 2002, foi reeleito Presidente da ALEP e manteve-se no cargo até 2006.[4] Em setembro de 2006 Roberto Requião e o seu vice, Orlando Pessuti, se licenciaram do governo do estado, assumindo então Brandão, que estava como presidente do legislativo estadual. Na época, Brandão era filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)[3] e em seu lugar na Assembleia assumiu a presidência Pedro Ivo Ilkiv, do Partido dos Trabalhadores (PT).[13]

Em março de 2007, assumiu o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.[1]

Recebeu diversas homenagens, como os títulos de Cidadão Honorário de Maringá[14] e de Cidadão Honorário de Curitiba.[8]

Referências

  1. a b c Redação Curitiba (27 de fevereiro de 2007). «Hermas Brandão assume vaga no TC». Portal Bem Paraná. Consultado em 24 de junho de 2017. 
  2. «Hermas Eurides Brandão (1998)». Políticos do Brasil - UOL. 1998. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  3. a b «Registrador de Imóveis Hermas Brandão assume o governo do estado do Paraná hoje». Associação dos Notários e Registradores do Brasil. 4 de setembro de 2006. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  4. a b c d «Biografia - Hermas Brandão». Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Consultado em 24 de junho de 2017. 
  5. «Hermas Brandão e filho desistem de política; sobrinho continua». O Diário. 6 de julho de 2014. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  6. «Histórico Colégio Estadual Eurides Brandão». Secretaria de Educação. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  7. «História de Andirá». Prefeitura Municipal de Andirá. 20 de fevereiro de 2014. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  8. a b Carlos Souza (27 de abril de 2006). «Hermas Brandão é Cidadão Honorário de Curitiba». Assembleia Legislativa do Paraná. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  9. «Perfil de Hermas Brandão Júnior no portal da Alep». Assembleia Legislativa do Paraná. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  10. «Perfil de Evandro Júnior no portal da Alep». Assembleia Legislativa do Paraná. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  11. «Deputado neto de Hermas Brandão sofre acidente no Norte Pioneiro». Folha Extra. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  12. «Eleito deputado, neto de Hermas enfrenta denúncia». Gazeta do Povo. 28 de dezembro de 2010. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  13. «Pedro Ivo Assume Presidência da Assembléia Legislativa». Assembleia Legislativa do Paraná. 4 de setembro de 2006. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  14. «Câmara homenageia Hermas». O Diário. 26 de fevereiro de 2002. Consultado em 31 de maio de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
Roberto Requião
Governador do Paraná
2006
Sucedido por
Roberto Requião