Hetep-heres I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Hetep-heres I foi uma rainha do Egipto da IV Dinastia, esposa do faraó Seneferu (2613 - 2589 a. C.) e mãe do faraó Quéops ou Khufu (2589 - 2566 a. C.), o construtor da grande pirâmide de Guiza.

Segundo alguns especialistas seria filha do último rei da III dinastia, Hórus Huni.

Da sua vida directamente pouco se sabe, embora haja referências à sua pessoa por intermédio dos registos sobre os reinados do marido Seneferu e do filho Khufu.

No entanto o seu túmulo é conhecido, sendo uma das pirâmides satélites da grande pirâmide do seu filho Khufu em Guiza, tendo-se descoberto, por intermédio do egiptólogo George Reisner, na sua pirâmide satélite, vestigios do seu mobiliário funerário (destacando-se uma larga cadeira de madeira e folha de ouro, uma cama com encosto de cabeça e uma liteira), descobrindo-se também ao receptáculo contendo os seus vasos canópicos (onde eram depositados os órgãos removidos do corpo aquando da mumificação: o fígado, o estômago, os intestinos e os pulmões).

Ícone de esboço Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.