Heteros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cavaleiro macedônico (detalhe do sarcófago de Alexandre, o Grande). Museu Arqueológico de Istambul.

Os heteros ou hetairoi [1][2] (do grego ἑταῖροι, transl. hetaîroi: 'companheiros', 'amigos') formavam a cavalaria do exército de Filipe II e de Alexandre, o Grande. Eram nobres das tribos macedônicas mais próximas do monarca e por isso eram chamados "companheiros do rei". Possuíam grande força de ataque e habilidade de manobra no campo de batalha. Vestiam a panóplia e usavam uma espada curta juntamente com pequenos dardos ou mesmo sarissas.[3]

Referências

  1. As cerimónias de coroação real dos Ptolomeus. Formas de reconfiguração política num país multimilenar. Por José das Candeias Sales. In PIMENTEL, Maria Cristina e ALBERTO, Paulo Farmhouse (eds.), Virbonus perítíssimus aeque. Estudos de homenagem a Arnaldo do Espírito Santo. Lisboa: Centro de Estudos Clássicos, 2013, p.307
  2. Ptolomeu I e a criação da dinastia Lágida. Por Fernanda Alvares Freire. Alétheia Revista de Estudos sobre Antiguidade e Medievo v 9/2, 2014 p.59
  3. Fuller, John Fredrick Charles (2004). The Generalship of Alexander the Great. [S.l.]: Da Carpo Press. ISBN 978-0-306-81330-6 


Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.