Hexameron (composição musical)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para o gênero literário medieval, veja Hexamerão.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Hexaméron, Morceau de concert (Hexaméron) é uma peça para piano composta em 1837. Consiste de um tema e de variações sobre o tema "Marcha dos Puritanos" da ópera de Vincenzo Bellini, I Puritani, juntamente com a ligação de interlúdios e um finale. Um número de compositores e instrumentistas populares, daquele período, contribuíram para a obra que foi encomendada pela Princesa Belgiojoso: Franz Liszt, Frederic Chopin, Sigismond Thalberg, Henri Herz, Carl Czerny e Johann Peter Pixis. É possível que o número de compositores escolhidos tenha sido deliberado, uma vez que o título hexameron também tem o significado de seis (hex-) dias da criação, e há seis compositores que contribuíram para a peça. Liszt foi quem ordenou as composições individuais, compondo uma conexão dos assuntos, e é considerado ter integrado as partes transformando-as em uma unidade artística.

Ícone de esboço Este artigo sobre música erudita é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.