Hezb-e Islami Gulbuddin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hezbi Islami.svg

Hezb-e-Islami Gulbuddin (HIG. em persa: حزب اسلامی گلبدین ) é um partido político afegão.

O Hezb-e-Islami original foi fundado em 1977 por Gulbuddin Hekmatyar, que mais tarde se tornaria seu chefe. A outra facção do Hezb-e Islami foi chefiada pelo Mulavi Younas Khalis, que fez uma ruptura com Hekmatyar e estabeleceu seu próprio Hezb-e Islami em 1979. Tornou-se conhecida como facção Khalis, e sua base de poder esteve em Nangarhar. Hezb-e Islami Gulbuddin formou uma parte dos Sete de Peshawar, aliança das forças sunitas mujahidins durante toda a invasão soviética.

Bem financiado pelas forças anti-soviéticas através do Inter-Services Intelligence paquistanês durante a guerra soviética no Afeganistão, o HIG foi "marginalizado da política afegã" pela ascensão dos talibãs em meados de 1990. Assim permaneceu até depois na década de 2000, quando "ressurgiu como um grupo militante agressivo, reivindicando a responsabilidade por muitos ataques sangrentos contra as forças da coalizão e do governo do presidente Hamid Karzai" [1] no pós-guerra de 2001 no Afeganistão. Sua força de combate é "às vezes estimativa ao número de milhares". [2]

Referências

  1. Muhammad Tahir (29 de Junho de 2008). «Gulbuddin Hekmatyar's Return to the Afghan Insurgency». Jamestown Foundation. Arquivado do original em 2 de junho de 2008 
  2. Our Man in Kabul?, Michael Crowley, tnr.com, 9 de março de 2010