Hibernian Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hibernian
Nome Hibernian Football Club
Alcunhas Hibs, Hibees, The Cabbage
Fundação 1875
Estádio Easter Road
Capacidade 17.400
Mando de jogo em Easter Road
Presidente Flag of Scotland.svg Rod Petrie
Treinador República da Irlanda Pat Fenlon
Patrocinador Crabbie's
Material esportivo Alemanha Puma
Competição Primeira Divisão Escocesa
Divisão 2012 Flag of Scotland.svg 11º colocado
Website Hibs.co.uk
Kit left arm.png Kit body hibernian1213h.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks hibernian1213h.png
Uniforme
titular
Kit left arm hibernian1213a.png Kit body hibernian1213a.png Kit right arm hibernian1213a.png
Kit shorts.png
Kit socks hibernian1213a.png
Uniforme
alternativo
Kit left arm thinblackborder.png Kit body hibernian1213t.png Kit right arm thinblackborder.png
Kit shorts.png
Kit socks hibernian1213t.png
Uniforme
alternativo
editar

O Hibernian Football Club é um time profissional da Escócia localizado em Leith, no norte de Edimburgo. Ele é um dos dois clubes da cidade que estão na Primeira Divisão Escocesa. O outro clube é o seu grande rival Heart of Midlothian com quem o Hibernian joga o Derby de Edimburgo. O clube foi fundado em 1875 por católicos irlandeses mas essa identidade não foi levada a frente pois hoje em dia nem todos os seus torcedores são dessa religião. A sua descendencia irlandesa ainda é refletida, no seu nome, cores e escudo.

O nome Hibernian frequentemente é abreviado para "Hibs". Também é chamado por alguns de "The Hibees" e "The Cabbage". Os seus torcedores são chamados de "Hibbies". No singular "Hibby".

Seu estádio é o Easter Road Stadium que tem capacidade para 17,400 torcedores. O clube joga no Easter Road desde 1893, antes disso, ele jogava no Hibernian Park. Os Hibs ganharam a Copa da Escóia duas vezes. A sua ultima aparição na final da Copa da Escócia foi em 2001 perdendo por 3x0 para o Celtic. O seu último grande título foi a Copa da Liga Escocesa em 2007 quando venceu o Kilmarnock por 5x1 na final.

História[editar | editar código-fonte]

Fundação e Início[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado em 1875 por Irlandeses fanáticos por futebol da àrea de Cowgate em Edimburgo. Eles colocaram o nome Hibernians Football Club que significa em Inglês "Irish Football Club" ou ao pé da letra: Clube de Futebol Irlandês. O nome deriva de Hibernia, o nome romano para Irlanda. James Connolly, o famoso líder republicano irlandes foi um grande torcedor do Hibs neste período. There was some sectarian resistance initially to an Irish club participating in Scottish . Em 1887 eles se tornaram o primeiro clube da costa leste da Escócia a vencer a Copa da Escócia e eles após isso derrotaram o Preston North End em uma partida descrita pela Federação Inglesa como "Decisão Mundial".

A falta de organização nos próximo anos iriam fazer do Hibernians um clube sem estádio e o fizeram fechar as portas em 1891. Um outro clube melhor estruturado e chamado Hibernian foi fundado e eles compraram um terreno que se tornaria depois o Easter Road Stadium. O novo Hibernian jogou sua primeira partida em 4 de Fevereiro de 1893. Hoje em dia, todos consideram o Hibernians FC e o Hibernian FC como uma história contínua e contam os títulos do Hibernians como Hibernian, inclusive a Copa da Escócia de 1887.

Uma mudança significativa na época da reformulação do clube é que os jogadores não eram mais obrigados a serem membros da Sociedade Católica. O Hibernian não é mais visto hoje em dia como um clube exclusivamente católico como era no inicio da sua história. A harpa Irlandesa só foi re-introduzida no escudo do clube em 2000, quando ele foi reformulado. O seu design reflete os três pilares da identidade do clube: Irlanda, Edimburgo (O Castelo) e Leigh (O Navio). O geografia é agora o maior motivo de se torcer para o Hibs, tendo em vista que possuem a maioria dos seus torcedores no norte e leste de Edimburgo.

O Hibs teve um certo sucesso depois de ser reformulado, vencendo a Copa da Escócia em 1902 e o campeonato nacional no ano seguinte. Depois disso, entretanto, o time passou a ficar no ostracismo até o final da Segunda Guerra Mundial. Nota-se que o Hibs chegou em 3 finais da Copa da Escócia nesta época, perdendo em todas elas.

Os cinco famosos[editar | editar código-fonte]

A época de mais sucesso do Hibs de longe é a época seguinte ao fim da Segunda Guerra Mundial. A linha ofensiva Gordon Smith, Bobby Johnstone, Lawrie Reilly, Eddie Turnbull e Willie Ormond chamados de "Os Cinco Famosos" são lembrados por terem sido os melhores atacantes da história do futebol escocês. A qualidadade dos Cinco Famosos é mostrado pelo fato que os cinco estão no ranking dos seis maiores artilheiros do Hibs. A ala norte do Easter Road é nomeado em homenagem a eles.

Dos cinco, apenas Ormond custou ao Hibs a quantia de 1.200 libras vindo do Stenhousemuir. Reilly, Johnstone, Smith e Turnbull foram revelados nas categorias de base. A primeira vez que o Hibs usou os cinco em uma única partida foi em 21 deAbril e 1949 em uma partida amistosa contra o Nithsdale Wanderers. Os cinco continuaram juntos até 1955 quando Johnstone foi vendido ao Manchester City. Com os grandes atacantes, juntos com jogadores como Bobby Combe e Tommy Younger, favoreceram ao Hibs vencer a Liga em 1948, 1951 e 1952. O time nao ganhou mais títulos por mero detalhe: Eles terminaram em segundo em 1953 atrás do Rangers por apenas um gol, e atrás do Rangers em 1960 por 1 ponto.

Primeiro clube britânico num Mundial de Clubes e no Campeonato da Europa[editar | editar código-fonte]

Foi o primeiro representante Britànico na Copa Rvadávia Correia(sussessora da Copa Rio) em 1953, uma espécie de Mundial Interclubes da época, na capital do Brasil, ao lado de grandes equipes convidadas como Sporting-POR, São Paulo, Olímpia-PAR, Vasco da Gama, Nacional-URU, Real Madrid-ESP, torneio que por falta de patrocínio algumas equipes declinaram do convite, e que teve como grande campeão o Clube de Regatas Vasco da Gama.

Apesar de terminar apenas na quinta colocação no campeonato em 1955, o Hibs foi convidado para participar da primeira temporada da Copa Europeia. Nessa época, os torneios europeus não eram apenas baseado na colocação no campeonato pois dezoito clubes que gerariam interesse pela europa e que tinham refletores em seus estádios para jogos à noite poderiam ser convidados a participar. Refletores foram usados no Easter Road pela primeira vez no Derby de Edimburgo em uma partida amistosa contra o Hearts em 1954.

O Hibs se tornou o primeiro clube britânico a participar de competições europeias porque a Confederação Britânica persuadiu o campeão inglês Chelsea a não participar da primeira edição da Copa Europeia. O Manchester United no ano seguinte passaria a ser o primeiro clube inglês a participar da Copa Europeia.

O Hibs jogou sua primeira partida contra o Rot-Weiss Essen, ganhando de 4x0 no Georg-Melches-Stadion e empatando por 1x1 no Easter Road. O hibs derrotou o Djungardens IF para alcançar a semifinal mas foi derrotado depois pelo Stade Reims, que tinha o famoso jogador Francês Raymond copa. Reims perdeu por 4x3 contra o Real Madrid na final.

Os Turnbull's Tornadoes[editar | editar código-fonte]

Os Hibs frequentavam frequentemente as competições europeias durante os anos de 1960's ganhando chaves contra Barcelona e Napoli. O clube porem tinha pouco o que comemorar no que dizia a respeito dos campeonatos nacionais até o jogador criado no próprio Hibernian Eddie Turnbull retornar como treinador em 1971. O time que era chamado de Turnbull's Tornadoes (Tornados de Turnbull) terminou em segundo na liga em 1974 e 1975 e ganhou a Copa da Liga em 1972. O clube também ganhou a Crybrough Cup em 1972 e 1973 e também conseguiu a façanha de ganhar por 7x0 do seu maior rival o Hearts na casa do adversario em 1973.

Após o meio da década de 1970, o time começou a decair não sendo mais considerado a 3ª força da Escócia e sendo substituído por Aberdeen e Dundee United. Turnbull deixou de ser o treinador do Hibs e o time caiu para a 2ª divisão em 1980. No ano seguinte conseguiram a promoção novamente para a 1ª Divisão mas o clube não fez boas campanhas até conseguir a classificação para Copas Europeias em 1989.

Propostas do Hearts[editar | editar código-fonte]

Após o colapso administrativo da década de 1980, o Hibs estava em total crise no inicio da década de 1990. Wallace Mercer, o presidente do arqui-rival Hearts, propôs uma fusão entre os dois clubes, com o discurso de que poderiam disputar em igualdade contra Celtic e Rangers. Os torcedores do Hibs falaram que tal proposta foi mais como uma proposta hostil e fizeram uma campanha para o clube continuar existindo.

A camapanha teve sucesso quando um empresário local, o Sir Tom Farmer, dono da Kwik-Fit foi persuadido para controlar o Hibs. Os torcedores do Hibs tiveram essa decisão apesar do fato dele não ter grande intereses no futebol. Farmer também foi chamado em parte pelo fato que um antepassado seu tirou o Hibs da crise financeira em 1890. Depois da tentativa da fusão de Mercer, o Hibs teve bons anos no inicio da década de 1990 ganhando a Skol Cup em 1991 e terminando entre os cinco primeiros em 1993 e 1995 na 1ª divisão.

História Recente[editar | editar código-fonte]

McLeish[editar | editar código-fonte]

Logo depois que Alex McLeish foi apontado como treinador, o Hibs foi rebaixado para a Segunda divisão no final da temporada 1997-1998. O clube imediatamente ganhou a sua promoção no ano seguinte terminando 23 pontos na frente do 2º colocado, Falkirk. O hibs terminuo a temporada seguinte na 6ª Posição. O Hibs tiveram uma ótima temporada em 2000-01 com uma notável campanha em Agosto de seis vitória consecutivas e brigou ponto a ponto com Rangers e Celtic até a época do Natal terminando finalmente em 3º na tabela. O hibs também chegou na final da Copa da Escócia pela primeira vez em 22 anos, mas perdeu para o Celtic por 3x0 no Hampden Park. Infelizmente isso significou que McLeish foi desejado por outros clubes e ele foi para o Rangers em dezembro de 2001.

Sauzée e Williamson[editar | editar código-fonte]

O favorito dos torcedores para substituir McLeish era Franck Sauzée apesar do fato de não ter nenhuma experiencia como treinador. Nem tudo correu bem na era Sauzée e o clube brigou para não cair em quase todo o campeonato. Sauzée foi demitido em Fevereiro de 2002 depois de apenas 69 dias como treinador. Sauzée foi substituído por Bobby Williamson que não tem uma reputação boa com os torcedores do Hibs, porem, na sua gestão vários jogadores bons foram revelados, tais como Garry O'Connor, Kevin Thomson, Derek Riordan e Scott Brown. Esses jogadores foram decisivos para o Hibs chegar na decisão da Copa da Liga Escocesa inclusive eliminando na campanha Celtic e Rangers porem perdendo a final por 2x0 para o Livingston. Williamson no final do ano foi para o Plymouth Argyle.

Mowbray[editar | editar código-fonte]

Tony Mowbray foi apontado como treinador do hibs em Maio de 2004. Ele prometou no inicio da sua gestão um futebol rápido e envolvente com passes diretos e precisos e que iria fazer crescer o potencial de jogadores revelados na era Bobby Williamson. Hibs terminuou em terceiro em seu primeiro ano como treinador e ganhou o título de treinador do ano pela associação dos escritores de futebol. Hibs comecaria o campeonato do ano seguinte arrasador na qual existia até a especulação de que poderiam brigar pelo título. Porém, lesões e a venda de Garry O'Connor para o Lokomotiv Moscow fizeram o time cair muito de rendimento terminando em 4º na liga. Alem disso o Hibs perderam de 4x0 para o Hearts na semifinal da Copa da Escócia. Mowbray saiu do hibs em outubro de 2006 e foi para o West Bromwich Albion.

Collins e Paatelainen[editar | editar código-fonte]

O Hibernian escolheu John Collins para substituir Mowbray. Em 2007, o clube ganhou a Final da Copa da Liga sob o comando de Collins, mas ele se demitiu em Dezembro de 2007. A razão da sua demissão foi a venda dos seus melhores jogadores como Kevin Thomsom, Scott Brown, Ivan Sproule e Steven Whittaker.

Revelado no Hibernian e jogador internacional Finlandês, Mixu Paatelainen foi apontado como treinador em 10 de Janeiro de 2008. No ano de sua estréia, o Hibs ficou apenas na oitava colocação da liga, mas depois de 4 temporadas o time conseguiu ficar na sexta colocação.

Cores e Escudo[editar | editar código-fonte]

As cores principais do Hibs são verde e branco. Elas são usadas desde que o clube foi formado, em 1875. A camisa geralmente tem como cor principal verde, colarinhos brancos e manga branca. Os shorts normalmente são brancos, porem verde também está sendo utilizado nessa temporada. As meias normalmente são verdes com detalhes brancos. Como uniforme alternativo, o Hibs já jogou em temporadas recentes com uniformes Amarelo, Roxo, Preto, Branco e cinza. A primeira vez que o clube usou um uniforme alternativo foi em 1977.

Nos primeiros anos de sua história, o Hibs usou uma camisa listrada horizontalmente em Verde e Branco. Essa foi a inspiração para o uniforme adotado atualmente pelo Celtic. O clube adotou um uniforme totalmente verde em 1879 até as mangas brancas serem adotadas em 1938. Isso foi parecido com o Arsenal, que adotou mangas brancas para seus uniformes vermelhos em 1930. Em 2004, a cor dos shorts foram mudados para um verde que combinasse com as camisas para celebrar o 40º aniversário de uma vitória por 2x0 em um amistoso contra o Real Madrid em Outubro de 1964. O Hibs teria usado shorts verdes na partida para evitar shorts iguais ao do Real Madrid que tinha o uniforme todo branco. O clube apenas não usou short verde em uma temporada desde 2004.

O escudo do clube tem mudado frequentemente ao passar dos anos, por essa razão, frequentemente é debatido sobre a identidade do clube e se deveriam colocar algo relacionado com sua descendencia Irlandesa ou deveria ser ignorada temendo represália de nacionalistas. A harpa irlandesa foi removida em 1950 e depois retornou quando o escudo sofreu mudanças gráficas em 2000. O diretor do museu do Futebol Escocês disse em 2001 que o escudo do Hibs está "em sincronia com todas as suas tradições - ele representa Leith, Edimburgo e a Irlanda nele".

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa verde com mangas brancas, calção branco e meias verdes;
  • 2º - Camisa branca, calção verde e meias brancas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme

Estádio[editar | editar código-fonte]

O Hibs jogou no 'The Meadows' nos dois primeiros anos da sua história antes de se mudarem para campos em Newington (O Mayfield Park) e Bonnington Road em Leith. Depois que o aluguel do Mayfield Park expirou, o Hibs se mudou para um campo conhecido como Hibernian Park, onde está agora a Rua Bothwell, em Leith. O clube perdeu o aluguel desse campo, o que contribuiu muito para o fim do velho Hibernians Football Club. O novo Hibernian Football Club obteve um terreno em Easter Road em 1892 e joga suas partidas neste local até hoje.

Depois que foi exigido que o estádio fosse todo cadeirado, o estádio tinha ainda um grande banco de terra em três lados, o que significa que ele poderia abrigar pessoas que queriam ver os jogos. Com esse fato, em 1950 um impressionante público de 65.860 pessoas foi registrado no Derby de Edimburgo.

O campo do Easter Road era conhecido por um pequeno declive, mas que foi removido em 2000. O estádio hoje em dia tem 100% de cadeiras e capacidade para 17,500 pessoas. Alem de partidas do Hibernian, o estádio já recebeu quatro jogos da Seleção Escocêsa, todos amistodos. A partida internacional mais recente foi o amistoso entre Gana e Coreia do Sul um pouco antes da Copa de 2006.

Durante o encontro anual do clube, o clube anunciou aos torcedores um possível projeto de reestruturação do lado leste do estádio, que começaram em Abril de 2008. O Hibs anunciou planos para aumentar a capacidade do estádio para 20.000, porem, o projeto não foi levado adiante por falta de dinheiro.

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

O rival do Hibernian é o Hearts. O Derby de Edimburgo é um dos mais antigos clássicos do futebol mundo. Graham Spiers descreveu o clássico como "uma das jóias do futebol escocês". O primeiro confronto entre os dois clubes foi em 1875, quando o Hearts ganhou por 1-0 do Hibernian (essa era a primeira partida da história do Hibs). O mais notável clássico entre estes dois clubes foi em 1896 na grande final da copa da escócia, onde o Hearts venceu por 3-1.

Os dois clubes tem estádios com capacidades bem parecidas e os dois já foram campeões da escócia por 4 vezes. O Hearts ganhou mais copas que o Hibs e tem melhor histórico no Derby de Edimburgo com 269 vitórias contra 195 do Hibernian em 604 partidas. Aproximadamente metade de todos os clássicos foram jogados em competições locais e amistosos. A maior vitória do Hibs no clássico foi em 1973, quando venceu o arqui-rival por 7-0. Porém, a maior goleada de todas foi aplicado pelo hearts: 10-2. A maior vitória na Premier League Escocesa foi 6-2 para o Hibs em outubro de 2000. O atual treinador do Hibs, Mixu Paatelainen aplicou um hat-trick neste jogo.