Higashiyama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Higashiyama
Imperador do Japão
Reinado 2 de maio de 1687
a 27 de julho de 1709
Entronamento 7 de junho de 1687
Predecessor Reigen
Sucessor Nakamikado
Xogum Tokugawa Tsunayoshi (1687–1709)
Tokugawa Ienobu (1709)
 
Esposa Yukiko
Descendência Akiko
Yasuhito, Imperador Nakamikado
Naohito
Casa Casa Imperial do Japão
Nome de nascimento Asahito (朝仁?)
Nascimento 21 de outubro de 1675
Morte 16 de janeiro de 1710 (34 anos)
Pai Reigen
Mãe Matsuki Muneko
Religião Xintoísmo

Higashiyama (東山? 21 de outubro de 167516 de janeiro de 1710) foi o 113.º imperador do Japão, na lista tradicional de sucessão.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Antes da ascensão ao Trono do Crisântemo, seu nome pessoal (sua imina) era Principe Imperial Tomohito[2][3] Tomohito foi o 5º filho do imperador Reigen e sua mãe era uma consorte secundária, Matsuki Muneko, do clã Fujiwara, o que a princípio o impediria de ascender ao trono, mas ele foi adotado pela imperatriz Takatsukasa Fusako e que mais tarde adotaria o nome budista de Shinjōsaimon-in.[4]

Em 1652, Tomohito foi proclamado o príncipe herdeiro; e a investidura cerimonial foi realizada pela primeira vez depois de ficar suspensa por mais de 300 anos.[5] E em 2 de maio de 1687, Reigen abdica em favor de seu quinto filho, Higashiyama.[3] Higashiyama reinou de 1687 a 1709.

No dia 20 de dezembro de 1688 é restaurada a cerimonia do Daijōsai (大 嘗 祭), que não era realizada desde o tempo do Imperador Go-Kashiwabara, nesta cerimonia arroz é oferecido aos deuses para que o imperador recentemente entronado tenha um bom governo.

Inicialmente, o imperador Reigen continuou a governar em nome de Higashiyama como Imperador Aposentado, o que causou muito atrito com o Bakufu. No entanto, o caráter gentil de Higashiyama ajudou a melhorar as relações com o xogunato,a ponto do orçamento imperial ser aumentado, e com isso pode ser feito reparos nos mausoléus imperiais.

Em 1701, ocorreu o incidente de Akō, onde Ōishi Yoshio e mais 46 samurais vingaram a morte de seu antigo mestre Asano Naganori, assassinando Kira Yoshinaka.[6]

Em 1709, o Imperador Nakamikado tornou-se imperador após sua abdicação. Pouco tempo depois, Higashiyama morreu de varíola.

Filhos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Agência da Casa Imperial: Higashiyama-tennō (113) (em japonês)
  2. Ponsonby-Fane, Richard Arthur Brabazon (1959). The Imperial House of Japan (em inglês). [S.l.]: Ponsonby Memorial Society, 284 
  3. a b Klaproth, Julius von (1834). Annales des empereurs du Japon (em francês). [S.l.]: Oriental Translation Fund, pp. 415-416 
  4. Ponsonby-Fane The Imperial House of Japan , p. 284
  5. Ponsonby-Fane The Imperial House of Japan, p. 289
  6. Turnbull, Stephen (20 de agosto de 2011). The Revenge of the 47 Ronin: Edo 1703 (em inglês). [S.l.]: Bloomsbury Publishing, p. 20. ISBN 9781849084284