Hilário Rosário da Conceição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hilário Rosário da Conceição
Informações pessoais
Nome completo Hilário Rosário da Conceição
Data de nasc. 19 de abril de 1949
Local de nasc. Lourenço Marques, África Oriental Portuguesa
Altura 1.75 m
Informações profissionais
Clubes de juventude
1956–1957 Portugal Sporting Lourenço Marques
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1958
1958–1973
Portugal Sporting Lourenço Marques
Portugal Sporting
Seleção nacional
1959–1971 Flag of Portugal.svg Portugal
Times/Equipas que treinou
1973–1974
1974–1975
1975–1976
1976–1977
1977
1979–1980
1980–1981
1981
1981–1982
1982–1983
1983–1984
1984–1987
1987–1988
1989
1990–1991
1992–1993
1994–1997
2003–2004
Portugal Sporting (Assistente)
Portugal Braga
Portugal Marítimo
Portugal Sanjoanense
Portugal Braga
Portugal Braga
Portugal Leixões
Portugal Águeda
Portugal Covilhã
Portugal Académico de Viseu
Portugal Tirsense
Portugal Lusitânia
Portugal Praiense
Moçambique Ferroviário
Moçambique Matchedje
Moçambique Maxaquene
Portugal Sporting (Assistente)
Portugal Sporting B

Hilário Rosário da Conceição, conhecido como Hilário MPIHOM (Lourenço Marques, Moçambique, 19 de Março de 1939) foi um antigo jogador de futebol que jogava como defensor.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

A sua agressividade, carácter e entrega ao jogo eram tais que apesar de não utilizar o esquerdo, era praticamente inultrapassável. Hilário não pôde, todavia, dar o seu contribução na final da Taça dos Clubes Vencedores de Taças de 1964, pois num lance fortuito, a poucos dias do jogo, ele fracturou a tíbia e o perónio.[2]

Despediu-se do futebol na final da Taça de 1973, que o Sporting venceu. Após ter abandonado a carreira, dedicou-se à função de treinador.

Em 19 de Dezembro de 1966, ele foi agraciado com a Medalha de Prata da Ordem do Infante D. Henrique. e em 18 de Março de 1989, ele foi feito Oficial da Ordem do Mérito.[3]

Seleção[editar | editar código-fonte]

Hilário fez 39 jogos pela Seleção Portuguesa. A sua estreia foi em 11 de Novembro de 1959 em um amistoso entre França-Portugal.[4]

O grande momento da carreira de Hilário ocorreu na Copa do Mundo de 1966. Ele conseguiu se destacar de tal forma que foi titular indiscutível nos seis jogos e, segundo os especialistas, foi o jogador que teve um desempenho mais regular em toda a campanha.[5]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Hilário Conceição :: Hilário Rosário da Conceição ::». www.thefinalball.com (em inglês). Consultado em 21 de julho de 2018 
  2. «uefa.com - UEFA Cup Winners' Cup - News». 19 de maio de 2008. Consultado em 21 de julho de 2018 
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Hilário Ros rio da Conceição". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de abril de 2016 
  4. «Hilário Conceição - national football team player». eu-football.info (em inglês). Consultado em 21 de julho de 2018 
  5. «A lenda dos Magriços começou há 50 anos». Jornal Expresso