Hilda Gualtieri Müller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hilda Gualtieri Müller
Personagem fictícia de Hilda Furacão
Origem  Brasil
Sexo Feminino
Espécie Humana
Criado por Roberto Drummond
Primeira aparição 1991
Interpretado por Ana Paula Arósio

Hilda Gualtieri Müller é o nome da personagem que dá título à minissérie Hilda Furacão, interpretada por Ana Paula Arósio, baseada no romance homônimo do escritor Roberto Drummond, publicado em 1991, que tem como história a vida da Hilda.[1] No romance, o nome da personagem é Hilda Gualtieri von Eschwege.

Hilda era uma jovem mineira, descendente de alemães que vivia enfeitiçando os homens na beira da piscina em um dos mais tradicionais clubes da cidade, o Minas Tênis Clube. A jovem decide se casar, rompe com a sua família e vai morar na zona boêmia e de prostituição de Belo Horizonte, tornando-se a mais disputada meretriz da capital mineira.[2]

A garota acaba se apaixonando pelo o frei Malthus, causando assim, mais polêmica em Belo Horizonte.[3]

Vida real[editar | editar código-fonte]

O romance de Roberto Drummond foi inspirado na história de Hilda Maia Valentim (Recife, 1931 — Buenos Aires, 29 de dezembro de 2014) que viveu seus últimos dias no asilo Hogar Guillermo Rawson em Buenos Aires, na Argentina.[4]

Referências

  1. «Ana Paula Arósio volta como a desafiadora "Hilda Furacão"». Folha de S. Paulo. 24 de agosto de 2010. Consultado em 30 de maio de 2013 
  2. «Dramaturgia > Minisséries > Hilda Furacão». Memória Globo. Consultado em 30 de maio de 2013 
  3. Vitória, Gisele (28 de fevereiro de 2000). «As confissões do frade». Terra Networks. Consultado em 30 de maio de 2013 
  4. «Após duas quedas, Hilda Furacão foi parar em asilo de Buenos Aires». Estado de Minas. 2 de agosto de 2014. Consultado em 02 de agosto de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)