Saltar para o conteúdo

Hilda Rebello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hilda Rebello
Hilda Rebello
Nome completo Hilda de Medeiros Rebello
Outros nomes Dona Hilda
Nascimento 30 de setembro de 1924
Rio de Janeiro, RJ
Morte 29 de dezembro de 2019 (95 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Causa da morte insuficiência respiratória
Nacionalidade brasileira
Progenitores Mãe: Castorina de Medeiros
Parentesco João Rebello (neto)
Maria Carol (neta)
Cônjuge Armando Amaral Rebello (c. 1954; v. 1975)
Filho(a)(s) Jorge Fernando
Maria Rebello
Ocupação atriz
Período de atividade 1989–2016
Prêmios Mulher Brasileira no Prêmio Bennett Mulher 2006

Hilda de Medeiros Rebello (Rio de Janeiro, 30 de setembro de 1924 — Rio de Janeiro, 29 de dezembro de 2019)[1] foi uma atriz brasileira. Foi mãe do também ator e diretor de televisão Jorge Fernando.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida no Rio de Janeiro em 1924, iniciou sua carreira artística aos 64 anos[1] e se profissionalizou, com o apoio do filho, aos setenta anos, fato que lhe garantiu um registro no Livro dos Recordes (página 72, ano de 1994) como a atriz que começou a carreira com a idade mais avançada.

Estreou na televisão em 1989 na TV Globo, fazendo pequenos papeis. Sua estreia no elenco fixo de alguma produção aconteceu um ano depois na minissérie Boca do Lixo. No cinema fez algumas participações, mas destacou-se em seu primeiro longa, Menino Maluquinho - O Filme, onde interpretou a avó do protagonista.

Em maio de 2006 ganhou o Prêmio Bennett Mulher, uma iniciativa do Instituto Metodista Bennett que presta uma homenagem à mulheres brasileiras em todos os campos de atividades.[2]

Morte[editar | editar código-fonte]

Morreu em 29 de dezembro de 2019, no Hospital Pró-Cardíaco na cidade do Rio de Janeiro, após ficar internada por 22 dias com um quadro de insuficiência respiratória, dois meses após o falecimento de seu filho Jorge Fernando.[3]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota
1989 Que Rei Sou Eu? Ama Zefa
Top Model Álvara
1990 Rainha da Sucata Jorgina Flores
Boca do Lixo Dona Odete
1991 Vamp Hermínia
1992 Deus Nos Acuda Violante
1995 A Próxima Vítima Dona Zulmira
1996 A Vida Como Ela É... Várias personagens
1997 Zazá Castorina
1998 Era uma Vez... Olga
Labirinto Lola
1999 Vila Madalena Isaura
1999-2000 Zorra Total Diversos personagens
2000 Uga Uga Passageira no voo de Varela
2001 As Filhas da Mãe Dona Geralda
2002 Os Normais Dona Rosa
2003 Chocolate com Pimenta Matilde
2005 Alma Gêmea Dona Filó
2006 Cobras & Lagartos Senhora que ajuda Luciano
2007 Sete Pecados Corina
2008 Guerra & Paz Dona Bibelona Episódio: "Culpados & Inocentes"
Cilada Eleitora Episódio: "Eleições"
Casos e Acasos Mafalda Episódio: "O Celular, a Viagem e o Dia Seguinte"
Isabela Episódio: "O Papai Noel, a Perna Quebrada e o Presépio"
Nada Fofa Rose Especial de fim de ano
2009 Caras & Bocas Nereide Di Francesco
2010 Ti Ti Ti Olga Franco
2011 Macho Man Filomena Zucatelli
Aquele Beijo Joana
2012 Dercy de Verdade Zuleide
Guerra dos Sexos Tia Pepa
2013–14 Divertics Dona Hilda[4]
2015 Alto Astral Dona Aurora[5]
2016 Haja Coração Marieta Pereira de Carvalho[6]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1995 Menino Maluquinho - O Filme Avó do Menino Maluquinho
2004 Sexo, Amor e Traição Vizinha de Miguel
2006 Irma Vap - O Retorno Neide
Xuxa Gêmeas Mulher na plateia do circo
2008 A Guerra dos Rocha Anita

Referências

  1. a b «Hilda Rebello». Museu da TV. Consultado em 16 de maio de 2023 
  2. «Fabiana Karla recebe Prêmio Bennett Mulher 2006». OFuxico. 19 de maio de 2006. Consultado em 16 de maio de 2023 
  3. Beatriz Bourroul (29 de dezembro de 2019). «Hilda Rebello, mãe de Jorge Fernando, morre aos 95 anos no Rio». Quem. Consultado em 16 de maio de 2023 
  4. «Dona Hilda conta que vai dar bronca no diretor Jorge Fernando, seu filho». Gshow. 11 de novembro de 2013. Consultado em 16 de maio de 2023 
  5. «Mãe do diretor Jorge Fernando, Hilda Rabelo vira espírito em "Alto Astral"». UOL. 7 de maio de 2015. Consultado em 16 de maio de 2023 
  6. Flávio Ricco (2 de dezembro de 2015). «Aos 91 anos Hilda Rebello se prepara para mais um trabalho na Globo». UOL. Consultado em 16 de maio de 2023 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]