Hino nacional da África do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
God Bless Africa
Nkosi sikelel' iAfrika

Hino Nacional da África do Sul
Letra Enoch Sontonga, 1897
Cornelis Jacobus Langenhoven, 1918
Composição Enoch Sontonga, 1897
Adotado 1997

O hino nacional da África do Sul é uma canção híbrida (desde 1997), que combina versos do Hino Nacional do governo do apartheid, "Die Stem van Suid-Afrika" e o Hino Popular do Congresso Nacional Africano e outras organizações negras: o "Nkosi Sikelel' iAfrika". Isto o torna, talvez, o único hino nacional com duas partes cantadas em tons diferentes. A sua letra inclui cinco das onze línguas oficiais da África do Sul, sendo ela composta por Enoch Sontonga.

Letra[editar | editar código-fonte]

Nas cinco línguas oficiais da África do Sul


Nkosi sikelel' iAfrika

Maluphakanyisw' uphondo lwayo,

AYizwa imithandazo yethu,

Nkosi sikelela, thina lusapho lwayo.


Morena boloka setjhaba sa heso,

O fedise dintwa le matshwenyeho,

O se boloke, O se boloke setjhaba sa heso,

Setjhaba sa South Afrika - South Afrika.


Uit die blou van onse hemel,

Uit die diepte van ons see,

Oor ons ewige gebergtes,

Waar die kranse antwoord gee,


Sounds the call to come together,

And united we shall stand,

Let us live and strive for freedom,

In South Africa our land.

Tradução para o português


Deus abençoe a África

Que suas glórias sejam exaltadas

Ouça nossas preçes

Deus nos abençoe, porque somos seus filhos


Deus, abençoe a nossa nação

Acabe com todos os nossos conflitos e sofrimentos

Nos proteja, e proteja nossa nação

A nação da África do Sul, a África do Sul


Dos nossos céus azuis

Das profundezas dos nossos mares

Sobre as montanhas eternas

Onde as colinas ecoam a resposta


Soa o chamado para nos unirmos

E juntos nós devemos permanecer

Vamos viver e lutar pela liberdade

Na África do Sul a nossa terra.

Djavan[editar | editar código-fonte]

Em 1986, no álbum Meu Lado, o cantor brasileiro Djavan fez uma homenagem à África ao cantar o Hino Nacional do Congresso Africano. No disco a canção apresentava o título original: "Nkosi sikelel' iAfrika"[1]

Músicos
  • Arranjador(es): Djavan e Banda Sururu de Capote
  • Coro:Ary Sperling; Belva Reed; Jennifer Dunjwa-Blajberg; Kika Tristão; Leonardo Lasse; Maud Yamba-Yamba; Mulela Amatende; Ronaldo Nascimento; Sunday Yamba-Yamba; Tomás José Jane
  • Percussão: Armando Marçal (Marçalzinho) ; Djavan; Téo Lima Francis Mendes el encantador

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um hino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.