Hino nacional da Colômbia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Himno Nacional de la República de Colombia
Português:  Hino Nacional da República da Colômbia

Hino nacional da  Colômbia
Letra Rafael Núñez, 1887
Composição Oreste Sindici, 1887
Adotado 1920
Letra do hino (Wikisource)
Wikisource-logo.svg ¡Oh Gloria inmarcesible!

O Hino nacional da Colômbia (em castelhano: Himno Nacional de la República de Colombia) é o hino nacional da Colômbia. A letra é do presidente Rafael Núñez com música de Oreste Sindici. Foi composto em 1897 e adotado como hino em 1920.[1]

A letra do hino é composta por um coro e onze estrofes, originalmente escrita pelo presidente Rafael Núñez como uma ode para celebrar a independência de Cartagena.[2] A música foi composta pelo italiano Oreste Síndici a pedido do ator José Domingo Torres, durante a presidência de Rafael Núñez e apresentada ao público pela primeira vez em 11 de novembro de 1887.[3] A canção ganhou grande popularidade e foi rapidamente adotada, embora espontaneamente, como o hino nacional da Colômbia.

Foi oficializada pela Lei 33 de 18 de outubro de 1920.[4] O músico José Rozo Contreras revisou as partituras e preparou as transcrições para a banda sinfônica, que foi adotada como versão oficial pelo decreto 1963 de 4 de julho de 1946. O hino tem sido objeto de projetos de reforma, amplamente executado em outras artes e tem sido executado em várias versões.

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em 1819, as contradições "La vencedora" e "La libertadora" foram executadas para celebrar o triunfo do Exército Patriota na Batalha de Boyacá.[5] Após a independência da Colômbia e a dissolução da Grã-Colômbia, numerosas canções foram escritas em homenagem aos libertador Simón Bolívar. Um dos primeiros antecedentes do hino nacional foi apresentado em 20 de julho de 1836, quando o espanhol Francisco Villalba, que chegou à Colômbia com uma companhia de teatro, compôs uma canção patriótica para Nueva Granada.[6] A canção tornou-se muito popular e foi considerado o primeiro hino patriótico do país,[7] os versos do coro são os seguintes:

Gloria eterna a la Nueva Granada,
que formando una nueva nación,
hoy levanta ya el templo sagrado
de las leyes, la paz y la unión.
— Himno Nacional de la República de Colombia [8] (em castelhano)
A quadrilha La vencedora foi realizada no campo da Batalha de Boyacá.[9]

Em 1847, o compositor e pintor inglês Henry Price, fundador da Sociedade Filarmônica, musicou alguns versos de Santiago Pérez, em um hino denominado "Canción nacional", que não foi amplamente aceito devido à sua simplicidade.[10] Henry Price foi pai de Jorge Wilson Price, que após morar em Nova York voltou a Bogotá em 1855 para se dedicar à tradução de composições e fundar a Academia Nacional de Música da Colômbia em 1882,[11] convidando o jovem compositor italiano Oreste Síndici como orientador e professor. da mesma. Em 1910, a Academia Nacional de Música se tornaria o Conservatório Nacional da Colômbia.[7]

Referências

  1. «Símbolos Patrios». Presidencia de la República de Colombia. Consultado em 7 de dezembro de 2020. Arquivado do original em 26 de março de 2014 
  2. «Poesía Patriótica del siglo XIX». Revista Credencial Historia (em espanhol). Novembro de 2010. Consultado em 7 de dezembro de 2020 
  3. «Himno Nacional de Colombia». Toda Colombia (em espanhol). Consultado em 7 de dezembro de 2020 
  4. «Ley 33 de 1920». Congreso de Colombia. Consultado em 7 de dezembro de 2020. Arquivado do original em 14 de março de 2012 
  5. «Símbolos patrios de Colombia». Biblioteca Luis-Ángel Arango (em espanhol). Consultado em 7 de dezembro de 2020 
  6. Aguilera, Miguel (1946). Historia del himno nacional de Colombia. [S.l.: s.n.] pp. 3–4 
  7. a b «El Romanticismo musical colombiano» (PDF). Grupo de Investigación Audiovisual. Universidad Nacional de Colombia, sede Medellín. Consultado em 7 de dezembro de 2020. Arquivado do original (PDF) em 24 de dezembro de 2013 
  8. González Pérez, Marcos (2012). <br+/>que+formando+una+nueva+nación,<br+/>hoy+levanta+ya+el+templo+sagrado<br+/>de+las+leyes,+la+paz+y+la+unión.&source=bl&ots=Leum-rjlub&sig=ACfU3U3d794lXUGc8u2cd1gxE5kAIPxl7A&hl=pt-PT&sa=X&ved=2ahUKEwinivic47ztAhU_IbkGHcHwBp4Q6AEwBHoECAYQAg#v=onepage&q&f=false «Ceremoniales: Fiestas y nación.: Bogotá: un escenario». Intercultura Colombia. p. 305. ISBN 9789589994412 
  9. «Música para la independencia». Credencial Historia. Consultado em 7 de dezembro de 2020 
  10. «Nuestro Himno». Colombia aprende. Consultado em 7 de dezembro de 2020. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  11. «Colombian music pioneer» (em inglês). Consultado em 7 de dezembro de 2020. Arquivado do original em 21 de outubro de 2011 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Hinos da Colômbia
Ícone de esboço Este artigo sobre um hino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.