Hipona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Em Annaba encontram-se ainda vestígios da cidade romana.

Hipona (em latim: Hippo Regius) era o nome da actual cidade de Annaba, na Argélia.[1]

Provavelmente fundada pelos Fenícios, passou para o domínio romano incluída na província da Numídia. Foi uma importante guarnição militar costeira e a partir do século III foi sede de episcopado, tendo entre os seus Bispos Santo Agostinho, que residiu e faleceu em Hipona.[1] Havia na cidade diversos monumentos e várias basílicas e intensa vida comercial, religiosa e militar.

Cerco de Hipona[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Cerco de Hipona

Foi durante o Cerco de Hipona de 430 que faleceu Santo Agostinho. O cerco dos vândalos liderados por Genserico contra Bonifácio (conde da África) durou 14 meses até 431, quando a cidade foi finalmente ocupada.

Referências

  1. a b «Bona, Argélia». World Digital Library. 1899. Consultado em 2013-09-25. 
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.