Holly Tree

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Holly Tree
Informação geral
Origem São Paulo,  São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) Punk Rock
Ska
Período em atividade 1996 - 2004
Gravadora(s) Thirteen Records
Silly Sally Records
Afiliação(ões) Revolter DIE
Influência(s) Rancid, Green Day, Ramones, Queers, Clash, Toy Dolls, Operation Ivy e Blink-182.
Integrantes George
Tito

Paul Cooko

Holly Tree foi uma banda brasileira de punk rock, com influências de punk rock californiano e britânico.

História[editar | editar código-fonte]

A idéia de montar a banda surgiu quando George, Zé e Tito tinham 11 anos de idade e como não curtiam futebol (exceto o Tito), resolveram mostrar suas habilidades tocando metal na banda, a qual chamaram de Revolter DIE, que depois viera a ser o Holly Tree. No início, George era só vocalista, o Zé era guitarrista e o Tito, baixista. Os bateristas foram vários, mas sempre saíam fora ou o grupo expulsava. Quando a banda mudou o nome para Holly Tree, o George passou a ser guitarrista também, além de vocal, o Zé assumiu a batera e o backing vocal e o Tito continuou no baixo.

A mudança de Revolter DIE para Holly Tree ocorreu em 1996 e da antiga fase só resta uma gravação ao vivo do primeiro ensaiado. Com o novo nome começaram a tocar em festivais de escolas em SP (local onde originou a banda) tocando covers e músicas de autoria própria.

As influências musicais do trio são puramente punkrock, de bandas como Rancid, Green Day, Ramones, Queers, Clash, Toy Dolls, Operation Ivy e Blink-182.

O primeiro trabalho da banda foi a demo "Mom’s Tea Party". Esta foi a porta de entrada para os festivais maiores, como o "Halloween Rock Festival", promovido pela escola Cultura Inglesa. Nesse festival a banda levou dois prêmios: o de "melhor performance" e "segunda melhor banda". No final de 98, o cd "Running Out Of Sense" foi lançado. Nesse trabalho, além de punkrock, teve muita influência de ska também. São 14 faixas e dessas foram feitos 2 clipes, da música "Burning School" – filmado em VHS, uma produção bem caseira e de baixa qualidade, e de "Hey! Stop it" – este foi filmado em 16 mm, dirigido pelo Cristian Targa (o "Gordo", do Blind Pigs) e indicado na categoria demo clip do Vídeo Music Brasil (VMB) de 1999, na MTV Brasil, embora não tenha levado o prêmio.

No intervalo entre os lançamentos de "Mom’s Tea Party" e "Running Out Of Sense", eles participaram da coletânea "Make Your Choice", com a música "Jim That Works At The Records Store". No começo de 2000, o Holly Tree entrou em estúdio outra vez. O álbum, chamado "Don’t Burst Me", saiu em julho, enquanto os caras estavam numa mini-turnê pelos EUA. O cd chegou com 14 faixas de puro punk rock (dessa vez, sem nenhum ska). Há baladinhas como "Crushin’ Song" e "Neurotic Mind", a participação especial do Supla em "Glad Boys", faixas mais hardcore como "Stuffed", "Take Away" e também uma música em que o Zé é o vocal. O público aceitou bem o novo álbum, que foi bem elogiado pelos fãs e chegou a vender 1000 cópias em apenas 1 semana!!!

A tour pelos States agradou à gringueira e, segundo os próprios TREEs, a viagem foi "bem loca". Eles tiveram o privilégio de tocar no consagrado "CBGB", em NYC. De lá, os caras seguiram para Califórnia onde tocaram com as bandas "Generators" e "Vanilla Muffins" (Suíça) em San Francisco e em Los Angeles, com o "Pistol Grip"

No mês de agosto de 2000, o Holly Tree fez 2 shows de lançamento do novo cd no Hangar 110 (SP). Os shows foram um sucesso! Os fãs elogiaram e gostaram de ver a participação do Supla. Dai até o fim do ano eles voltaram a se apresentar em outros estados do Brasil para promover o álbum.

Em 2003 a banda muda-se para Los Angeles porém em 2004 a banda termina.

Membros[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Demos[editar | editar código-fonte]

Álbuns de Estúdio[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao Vivo[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Clipes[editar | editar código-fonte]

  • completar

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Holly Tree