Hollywood Roosevelt Hotel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hollywood Roosevelt Hotel
Fachada do Hotel em 2007.
Estilo dominante Neocolonial hispano-americana
Arquiteto Fisher, Lake & Traver
Inauguração 15 de maio de 1927
Função inicial Hotel
Património
Classificação nacional Monumento histórico-cultural de Los Angeles
Geografia
País Estados Unidos
Cidade Hollywood, Los Angeles, Califórnia
Coordenadas 34° 6' 4" N 118° 20' 30" O

O Hollywood Roosevelt Hotel é um hotel histórico projetado no estilo neocolonial hispano-americano, localizado no número 7 000 da Hollywood Boulevard em Hollywood, Los Angeles, Califórnia.[1] Nomeado com o nome do presidente dos Estados Unidos Theodore Roosevelt e financiado por um grupo incluindo Douglas Fairbanks, Mary Pickford e Louis B. Mayer, sua inauguração ocorreu em 15 de maio de 1927. Tendo custado $ 2,5 milhões de dólares (US$ 34 100 000 pela inflação atual), o prédio abriga 300 quartos e suítes. Atualmente, ele é gerenciado pela Thompson Hotels.

Após uma importante obras de restauro em 2005 supervisionado por Dodd Mitchell, o Hollywood Roosevelt passou a ter mais destaque nos filmes e na vida noturna de Hollywood. Tem havido um recente aumento na popularidade com os jovens de Hollywood nos últimos anos, graças a boate da Teddy, que está localizado no lobby principal do hotel.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O Hollywood Roosevelt Hotel sediou a apresentação do primeiro Oscar em 1929, dentro de seu salão de baile Blossom.[3] Cerimônias posteriores eram muito maiores do que este banquete para 270 pessoas, por isso nunca houve uma tentativa de sediar a premiação no hotel pela segunda vez.

A atriz Frances Farmer foi convidada de honra em 1958 depois de aparecer em This Is Your Life. Marilyn Monroe era um residente no Hollywood Roosevelt durante dois anos quando sua carreira de modelo decolou. Sua primeira sessão de fotos foi feita no hotel.[4] A piscina remodelada do local contém um mural subaquático pintado por David Hockney.[5]

Assombrações alegadas[editar | editar código-fonte]

Tem havido muitos rumores de assombrações no hotel. Alguns envolvem celebridades, como Marilyn Monroe,[6] Montgomery Clift e Errol Flynn.[7] Outras envolvem uma menina em um vestido azul.[8] Houve também relatos de pontos frios, "esferas" fotográficas, e telefonemas misteriosos para o operador do hotel.[9]

Residentes notáveis[editar | editar código-fonte]

Clark Gable e Carole Lombard pagavam cinco dólares por noite na cobertura do Hollywood Roosevelt,[10] agora chamada de Cobertura de Gable & Lombard. Há também uma Suíte Marilyn Monroe no hotel.[11] A atriz Elizabeth Patterson viveu no hotel durante 35 anos de sua carreira cinematográfica.

Referências

  1. Los Angeles Department of City Planning (28 de fevereiro de 2009). Historic - Cultural Monuments (HCM) Listing: City Declared Monuments. [S.l.]: City of Los Angeles. Consultado em 2 de março de 2000  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Hollywood Roosevelt: Where Old and New Hollywood Converge in Luxury». LosAngeles.com. Consultado em 1 de novembro de 2008 
  3. «History of the Academy Awards» (em inglês). Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Consultado em 6 de maio de 2010. Cópia arquivada em 8 de abril de 2010 
  4. Marc Wanamaker; Robert W. Nudelman (2007). Early Hollywood. [S.l.]: Arcadia Publishing. p. 60. ISBN 978-0-7385-4792-3 
  5. «Mobius Awards Site Hosted First 'Oscars'» 
  6. Lovgren, Stefan (4 de dezembro de 2003). «Do Real Haunted Mansions Hold Sway in Hollywood?». National Geographic News. Consultado em 29 de março de 2013 
  7. Thomas Dangcil; Tommy Dangcil (setembro de 2002). Hollywood, 1900-1950, in Vintage Postcards. [S.l.]: Arcadia Publishing. p. 85. ISBN 978-0-7385-2073-5 
  8. Kern, Will (Halloween 2004). «Hotel has glut of ghosts». Denver Post, cited at wilkern.com. Consultado em 29 de março de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. «This old hotel is a Hollywood haunt, in every sense of the word». Philadelphia Inquirer. 26 de novembro de 2000. Consultado em 29 de março de 2013 
  10. Lord, Rosemary (2002). Los Angeles: Then and Now. San Diego, CA: Thunder Bay Press. pp. 94–95. ISBN 1-57145-794-1 
  11. Stephen Dolainski (1 de setembro de 2001). Los Angeles: Romantic Diversions in and Around the City. [S.l.]: Globe Pequot Press. p. 125. ISBN 978-0-7627-1024-9 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]