Holy Man

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Holy Man
Santo Homem[1] (BR)
 Estados Unidos
1998 •  cor •  109 min 
Direção Stephen Herek
Produção Roger Birnbaum
Stephen Herek
Roteiro Tom Schulman
Elenco Eddie Murphy
Jeff Goldblum
Kelly Preston
Eric McCormack
Robert Loggia
Género comédia dramática
Música Alan Silvestri
Cinematografia Adrian Biddle
Edição Trudy Ship
Distribuição Buena Vista Pictures
Lançamento Estados Unidos 9 de outubro de 1998[2]
Brasil 11 de dezembro de 1998[1]
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Holy Man (br: Santo Homem) é um filme estadunidense de 1998, do gênero comédia dramática, dirigido por Stephen Herek e estrelado por Eddie Murphy, Kelly Preston e Jeff Goldblum.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Ricky Hayman e Kate Newell são executivos rivais da Good Buy Shopping Network, um canal de compras caseiras administrado por John McBainbridge e que estão sendo ameaçados de demissão por não trazerem idéias novas a emissora.

Certo dia, o carro onde os dois estavam quebra e eles acabam conhecendo o misterioso e carismático "G", um homem calmo, espiritual, sorridente e que se veste inteiramente com roupas brancas. G segue seus novos "amigos" até a emissora onde acaba participando de um comercial, o que rende audiências e diversas ligações a emissora.

A partir daí, Ricky e Kate decidem transformar G em uma estrela dos comerciais, o que leva eles e emissora ao sucesso. No entanto, com o tempo, a estressante vida de celebridade passa a incomodar G, que sente falta da pacífica vida que levava e passa a questionar suas escolhas.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Holy Man foi um fracasso de bilheteria, tendo arrecadado um total de $12,069,719 milhões de dólares na América do Norte comparado com seu orçamento de aproximadamente $60 milhões.[3][4]

O filme recebeu em sua maioria análises e críticas negativas, com os críticos reclamando principalmente do roteiro e da atuação no filme.. Baseado em 48 análises do filme coletadas no site Rotten Tomatoes, apenas 12% dos críticos deram a Holy Man uma análise positiva, com uma pontuação média de 3.7/10.[5][6][7]

Em 2009, Eddie Murphy referiu a Holy Man como um "filme horrendo", apesar de não se referir ao filme pelo nome.[8] Em novembro de 2011, no programa Late Night with Jimmy Fallon, Murphy chamou Holy Man de um filme horrível.[9]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. a b WLOSZCZYNA, Susan (11 de dezembro de 1998). «Falta imaginação a 'Santo Homem'». Traduzido por Ana Maria Guariglia. São Paulo: Folha de S.Paulo, caderno Ilustrada. Consultado em 4 de março de 2018. 
  2. «FILM REVIEW; Raising Consciousness, Lightening Wallets». The New York Times. 9 de outubro de 1998. Consultado em 4 de março de 2018. 
  3. «Holy Man (1998)». Box Office Mojo. Consultado em 23 de maio de 2010. 
  4. «'Holy Man' Needs Miracle». Los Angeles Times. Consultado em 31 de maio de 2012. 
  5. «Holy Man (1998)». Rotten Tomatoes. Consultado em 23 de maio de 2010. 
  6. «FILM REVIEW; Raising Consciousness, Lightening Wallets». The New York Times. Consultado em 31 de maio de 2012. 
  7. «Holy Man». Chicago Sun Times. Consultado em 31 de maio de 2012. 
  8. Murphy, Eddie; O'Brien, Conan (9 de junho de 2009). «Eddie Murphy, Angela Kinsey, Bonnie Raitt & Taj Mahal». The Tonight Show with Conan O'Brien. Temporada 1. Episódio 7. NBC 
  9. «Eddie Murphy on Late Night with Jimmy Fallon». LateNightWithJimmyFallon.com. Consultado em 6 de novembro de 2011. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.