Homem-Aranha (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spider-Man
Homem-Aranha (PT/BR)
 Estados Unidos
2002 •  cor •  121 min 
Direção Sam Raimi
Produção Laura Ziskin
Ian Bryce
Produção executiva Avi Arad
Stan Lee
Roteiro David Koepp
Baseado em Homem-Aranha de
Stan Lee
Steve Ditko
Elenco Tobey Maguire
Willem Dafoe
Kirsten Dunst
James Franco
Cliff Robertson
Rosemary Harris
Género Aventura
Drama
Ficção científica
Música Danny Elfman
Direção de arte Tony Fanning
Scott P. Murphy
Cinematografia Don Burgess
Edição Bob Murawski
Arthur Coburn
Companhia(s) produtora(s) Sony Pictures Entertainment
Marvel Entertainment
Laura Ziskin Productions
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 1 de maio de 2002
Brasil 5 de maio de 2002
Portugal 10 de maio de 2002
Idioma inglês
Orçamento US$ 139 milhões[1]
Receita US$ 821 708 551[1]
Cronologia
Último
Último
Homem-Aranha 2 (2004)
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Homem-Aranha (no original, Spider-Man), é um filme norte-americano de 2002, adaptado do mais popular personagem de Marvel Comics, o Homem-Aranha. Dirigido por Sam Raimi, produzido por Ian Bryce e Laura Ziskin e com roteiro escrito por David Koepp, baseado nos personagens criados por Stan Lee. Spider-Man recebeu duas indicações ao Oscar, nas categorias de Melhores Efeitos Especiais e Melhor Som.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Peter Parker (Tobey Maguire) visita um laboratório de genética com seu amigo Harry Osborn (James Franco) e seu interesse amoroso, Mary Jane Watson (Kirsten Dunst). Lá, Peter é mordido por uma aranha geneticamente modificada. Depois de chagar a casa de seu Tio Ben (Cliff Robertson) e sua Tia May (Rosemary Harris), ele acaba inconsciente. Enquanto isso, o pai de Harry, o cientista Norman Osborn (Willem Dafoe), está tentando preservar um contrato militar de importância crucial para sua empresa. Ele testa uma fórmula ampliadora de desempenho em si mesmo, porém, acaba ficando insano e mata seu assistente, Mendel Stromm (Ron Perkins). Na manhã seguinte, Peter descobre que sua visão melhorou, e seu corpo se metamorfoseou em um físico mais musculoso. Na escola, ele descobre que pode produzir teias, e ganha um sentido de aranha, que o salva de ser esmurrado pelo valentão da escola, Flash Thompson (Joe Manganiello).

Jogando fora o conselho de seu tio Ben, de que "com grandes poderes, vem grandes responsabilidades", Peter entra em um torneio de luta livre para ganhar dinheiro e comprar um carro, para impressionar Mary Jane. Ele vence a luta, mas é enganado pelo promotor. Quando um ladrão rouba o dinheiro do promotor, Peter deixa o ladrão fugir. Mais tarde, ele descobre que seu tio Ben foi assassinado a tiros. Peter confronta o assaltante, apenas para descobrir que era o mesmo ladrão que ele deixou fugir. Depois de Peter desarma-lo, ele cai de uma janela e morre. Enquanto isso, Norman mata varios cientistas e alguns militares do General Slocum.

Ao se formar, Peter começa a lutar contra o crime, criando um traje e apelidando-se de Homem-Aranha. O editor do Clarim Diário, J. Jonah Jameson (JK Simmons), contrata Peter como fotógrafo, já que Peter foi o único que conseguiu fotos claras do Homem-Aranha.

Norman, ao tomar conhecimento de que os membros do conselho da Oscorp pretendem vender a empresa, os mata durante o Festival da União Mundial. Jameson nomeia o misterioso assassino de Duende Verde. O Duende oferece ao Homem-Aranha um lugar ao seu lado, mas ele recusa. No jantar de Ação de Graças, Norman deduz a verdadeira identidade do Homem-Aranha. Posteriormente, o Duende Verde ataca e hospitaliza a Tia May.

Mary Jane admite que ela tem uma queda pelo Homem-Aranha, que a salvou em inúmeras ocasiões, e pergunta a Peter se o Homem-Aranha já perguntou sobre ela. Harry, que ama Mary Jane, chega e a vê reunida com Peter. Arrasado, Harry diz ao pai que Mary Jane ama Peter, sem querer revelando a maior fraqueza do Homem-Aranha.

O Duende sequestra Mary Jane e um bonde cheio de crianças, e os mantém como reféns ao lado da ponte do Brooklyn. Ele obriga o Homem-Aranha a escolher quem ele quer salvar, e joga os dois da ponte. O Homem-Aranha consegue salvar Mary Jane e o bonde, enquanto o Duende e bombardeado por civis mostrando lealdade ao Homem-Aranha. Quando o Duende diz que vai matar Mary Jane, Peter se enfurece e domina o Duende, o desmascarando.

Norman implora por perdão, mas sua personalidade de Duende o incentiva a usar um controle remoto para direcionar o planador para Peter. O herói evita o ataque, mas o planador acaba empalando Norman. Antes de morrer, Norman pede a Peter que não conte a Harry sobre o Duende Verde. O Homem-Aranha leva o corpo de Norman a mansão, escondendo os equipamentos do Duende Verde. No funeral de Norman, Harry jura vingança contra o Homem-Aranha, e afirma que Peter é a única coisa que lhe resta. Mary Jane confessa a Peter que é apaixonada por ele, mas ele sente que deve protege-la dos inimigos do Homem-Aranha, e esconde seus verdadeiros sentimentos. Enquanto Peter deixa o funeral, ele se recorda das palavras de Ben sobre a responsabilidade, e aceita sua vida de Homem-Aranha.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Papel
Tobey Maguire Homem-Aranha / Peter Parker
Willem Dafoe Duende Verde / Norman Osborn
Kirsten Dunst Mary Jane Watson
James Franco Harry Osborn
Rosemary Harris Tia May
J.K. Simmons J. J. Jameson
Joe Manganiello Flash Thompson
Randy Poffo Bone Saw McGraw
Ted Raimi Hoffman
Cliff Robertson Tio Ben
Bill Nunn Joe Robertson ("Robbie")
Elizabeth Banks Betty Brant
Michael Papajohn Dennis Carradine (Assassino do Tio Ben)
Bruce Campbell Anunciante

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 2003 (EUA)

  • Indicado nas categorias de Melhores Efeitos Especiais e Melhor Som.

Prêmio Saturno 2003 (Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films) (EUA)

  • Venceu na categoria de Melhor Trilha.
  • Indicado nas categorias de Melhor Filme de Ficção Científica, Melhor Diretor (Sam Raimi), Melhor Ator (Tobey Maguire), Melhor Atriz (Kirsten Dunst) e Melhores Efeitos Especiais.

BAFTA 2003 (BAFTA Film Award) (EUA)

  • Indicado na categoria de Melhores Efeitos Especiais.

MTV Movie Awards 2003 (EUA)

  • Venceu na categoria Melhor Atriz (Kirsten Dunst).
  • Venceu na categoria Melhor Beijo (Tobey Maguire e Kirsten Dunst).
  • Indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator (Tobey Maguire) e Melhor Vilão (Willem Dafoe).

Recepção[editar | editar código-fonte]

Homem-Aranha foi a maior bilheteria de 2002 nos Estados Unidos, com $403 milhões, sendo US$ 114 milhões apenas no fim de semana de estréia (um recorde quebrado apenas em 2006 por Piratas do Caribe: O Baú da Morte), e a terceira maior mundialmente - atrás de O Senhor dos Aneis: As Duas Torres e Harry Potter e a Câmara Secreta, com arrecadação de aproximadamente US$ 822 milhões.[1] . No Brasil, foi visto por 8,5 milhões de espectadores,[2] maior desempenho desde o filme Titanic.

O filme obteve boa recepção crítica, tanto no exterior[3] como no Brasil (incluindo um 8\10 da revista Set[4] , 4\5 do cineasta Pablo Villaça [5] e crítica positiva na Veja[6] ).

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Continuações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]