Homem-Formiga e a Vespa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Homem-Formiga e a Vespa
Ant-Man and the Wasp
Pôster promocional
 Estados Unidos
2018 •  cor •  118[1] min 
Direção Peyton Reed
Produção Kevin Feige
Produção executiva Stephen Broussard
Louis D' Esposito
Victoria Alonso
Roteiro Chris McKenna
Erik Sommers
Paul Rudd
Andrew Barrer
Gabriel Ferrari
Baseado em Homem-Formiga
de Stan Lee
Jack Kirby
Larry Lieber
e Vespa
de Stan Lee
Jack Kirby
Elenco Paul Rudd
Evangeline Lilly
Hannah John-Kamen
Michael Peña
Walton Goggins
Bobby Cannavale
Judy Greer
Tip "T.I." Harris
David Dastmalchian
Abby Ryder Fortson
Randall Park
Michelle Pfeiffer
Laurence Fishburne
Michael Douglas
Gênero ação
comédia romântica
ficção científica
Música Christophe Beck
Cinematografia Dante Spinotti
Efeitos especiais Industrial Light & Magic
Edição Dan Lebental
Craig Wood
Companhia(s) produtora(s) Marvel Studios
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Lançamento Brasil 5 de julho de 2018
Estados Unidos 6 de julho de 2018
Portugal 15 de agosto de 2018
Idioma inglês
Orçamento US$ 130–195 milhões[2][3][4]
Receita US$ 622.674.139[5]
Cronologia
Homem-Formiga (2015)
Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania
(2022)

Ant-Man and the Wasp (no Brasil e em Portugal, Homem-Formiga e a Vespa[6][7]) é um filme estadunidense de 2018, baseado nos personagens Scott Lang / Homem-Formiga e Hope van Dyne / Vespa, da Marvel Comics, produzido pela Marvel Studios e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures, sendo a sequência de Ant-Man, de 2015, e o vigésimo filme do Universo Cinematográfico Marvel. Dirigido por Peyton Reed e escrito por Paul Rudd com as equipes de Chris McKenna e Erik Sommers, e Andrew Barrer e Gabriel Ferrari, é estrelado por Rudd, Evangeline Lilly, Bobby Cannavale, Michael Peña, Tip "T.I." Harris, Judy Greer, David Dastmalchian, Michael Douglas, Michelle Pfeiffer, Laurence Fishburne, Hannah John-Kamen, Randall Park e Walton Goggins. Em Ant-Man and the Wasp, Lang se associa com van Dyne para embarcar em uma nova missão de Pym.

As conversas para uma sequência de Ant-Man começaram logo após o lançamento do filme, com Ant-Man and the Wasp sendo anunciados oficialmente em outubro de 2015, com Rudd e Lilly retornando para retomar seus papéis. Rudd se juntou oficialmente ao longa-metragem para dirigir, também retornando como o personagem homônimo. As filmagens ocorreram entre agosto e novembro de 2017 em Pinewood Atlanta Studios, no Condado de Fayette, área metropolitana de Atlanta e Savannah. Filmagens adicionais aconteceram em San Francisco e no Havaí.

Ant-Man and the Wasp foi lançado em 6 de julho de 2018 nos Estados Unidos nos formatos convencional, 3D e IMAX. Foi recebido com críticas positivas, as quais foram direcionadas à história, aos efeitos visuais, às atuações de Rudd, Lilly, Douglas e Peña, ao humor da obra, às cenas de ação, com críticos afirmando ser uma sequência melhor do que seu antecessor. O filme arrecadou mais de 622 milhões de dólares em todo o mundo. Uma sequência, intitulada de Ant-Man and the Wasp: Quantumania, está agendada para lançamento em julho de 2023.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Em 1987, Janet Van Dyne encolhe entre as moléculas de um míssil nuclear soviético, desabilitando-o, mas acaba ficando presa no reino quântico subatômico. Hank Pym abraça sua filha, acreditando que Janet está morta. Anos mais tarde, o ex-criminoso Scott Lang assume o manto de Homem-Formiga e descobre uma maneira de entrar e voltar do reino quântico. Pym e Hope Van Dyne começam a trabalhar para repetir esse feito, acreditando que podem encontrar Janet viva. Lang e Hope também iniciam um relacionamento e começam a treinar para lutar juntos como o Homem-Formiga e a Vespa, até Lang secretamente ajudar o Capitão América durante uma rixa entre os Vingadores, violando os Acordos de Sokovia.[a] Lang é colocado sob prisão domiciliar, enquanto Pym e Hope se escondem e cortam laços com Lang.[8]

Dois anos depois, Pym e Hope conseguem abrir um túnel para o reino quântico. Lang recebe uma mensagem aparente de Janet com quem ele é quanticamente conectado. Apesar de ter apenas dias de prisão domiciliar, Lang decide ligar para Pym. Hope seqüestra Lang, deixando um disfarce para não despertar suspeitas do agente do FBI Jimmy Woo. Vendo a mensagem como confirmação de que Janet está viva, Pym e Hope trabalham para criar um túnel estável para que possam levar um veículo para o reino quântico e recuperar Janet. Hope organiza a compra de uma peça necessária para o túnel do negociante do mercado negro Sonny Burch, mas Burch percebeu o lucro potencial que pode ser obtido com a pesquisa de Pym e Hope. Hope luta contra Burch e seus homens, até que ela é atacada por uma mulher quanticamente instável. Lang tenta ajudar a combater esse "fantasma", mas ela escapa com o laboratório portátil de Pym.[8]

Pym relutantemente visita seu ex-parceiro Bill Foster, que os ajuda a localizar o laboratório. A Fantasma captura Lang, Hope e Pym quando eles chegam, e se revela ser Ava Starr. Seu pai Elihas, outro ex-parceiro de Pym, acidentalmente matou a si mesmo e sua esposa durante um experimento quântico que causou o estado instável de Ava. Foster revela que ele tem ajudado Ava, que eles planejam curar usando a energia quântica de Janet. Acreditando que isso vai matar Janet, Pym se recusa a ajudá-los e o trio consegue escapar.[8]

Abrindo uma versão estável do túnel desta vez, Pym e Hope podem entrar em contato com Janet, que lhes dá um local preciso para encontrá-la, mas adverte que eles só têm duas horas antes que a natureza instável do reino os separe por um século. Burch descobre sua localização com os parceiros comerciais de Lang, Luis, Dave e Kurt, e informa um contato no FBI. Luis avisa Lang, que corre para casa antes que Woo possa vê-lo quebrar sua prisão domiciliar. Isso faz Pym e Hope sejam presos, e o laboratório deles é levado por Ava.[8]

Logo em seguida, Lang ajuda Pym e Hope a escapar da custódia, e eles encontram o laboratório. Lang e Hope distraem Ava enquanto Pym entra no reino quântico para recuperar Janet, e ele a encontra, mas durante a fuga, Lang e Hope dão de frente com Burch e seus homens, e em seguida, inicia - se uma perseguição, onde no final, Burch leva o laboratório de Hank, porém, o mesmo é recuperado por Lang. Ava rouba o controle de Luis, e faz com que o laboratório cresça no meio da rua. Ela chega ao túnel e começa à sugar energia do reino quântico, machucando Janet, porém é impedida por Lang e Hope. Hank e Janet chegam do reino quântico.[8]

Luis, Dave e Kurt ajudam a apreender Burch. Após Pym e Janet chegarem em segurança do reino quântico, Janet voluntariamente dá um pouco de sua energia para Ava para estabilizá-la temporariamente.[8]

Lang retorna para casa mais uma vez, a tempo de Woo libertá-lo no final da sua prisão domiciliar. Ava e Foster se escondem.[8]

Em uma cena no meio dos créditos, Pym, Lang, Hope e Janet planejam colher energia quântica para continuar ajudando Ava. Após Lang extrair energia do reino quântico, ele perde o contato com Hope, Janet e Hank. A câmera retorna para os três, e mostra que eles foram desintegrados.[b] Na cena pós-créditos, mostra a TV da casa de Lang transmitindo um alerta global de emergência, enquanto a formiga dele está tocando bateria.[11]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Paul Rudd como Scott Lang / Homem-Formiga:
    Um ex-criminoso mesquinho que adquiriu um terno que permite que ele diminua ou cresça em escala enquanto aumenta sua força.[12] Após os acontecimentos de Captain America: Civil War (2016), em que Lang escapa da prisão de Raft, o diretor Peyton Reed disse que "ele é um fugitivo em a maior parte do primeiro filme Ant-Man (2015). Ele é apenas um fugitivo maior agora."[13] Rudd estava interessado em Lang ser uma pessoa normal, em vez de "heróico ou super inato", e ser movido por seu desejo de ser um pai responsável.[14]
  • Evangeline Lilly como Hope van Dyne / Vespa:
    A filha de Hank Pym e Janet van Dyne, que recebeu um terno semelhante e o manto de Vespa de sua mãe.[12] Os escritores ficaram entusiasmados em poder dar à personagem uma introdução adequada como a Vespa, mostrando seu "conjunto de poder, como ela luta e quais são as injustiças que importam para ela"..[15] Lilly sentiu que a personagem recebe "uma satisfação incrível" ao se tornar a Vespa, "algo que ela esperou por toda a vida, o que é essencialmente uma afirmação de seu pai."[16] O relacionamento dela com Lang é mais complicado do que no primeiro filme e inclui a raiva por suas ações durante o Captain America: Civil War.[17] Lilly sentiu que era importante que Hope "fosse uma pessoa extremamente empática e compassiva" e que ela "sempre insistisse para que as qualidades femininas fossem evidentes quando ela estivesse lidando com as situações". Em suas sequências de luta, Lilly queria se afastar do estilo de luta mais masculino de Muay Thai e MMA que ela havia aprendido no primeiro filme, observando que Hope se move de forma diferente de um homem, então suas lutas deveriam ter "elegância, graça e feminilidade "com" um estilo exclusivo "que as jovens podem desfrutar e imitar. Lilly trabalhou com os escritores para ajudar a garantir que Hope fosse capaz de "representar uma mulher moderna" sem se tornar o estereótipo de uma figura materna.[18] Madeleine McGraw interpreta a jovem Hope van Dyne.[19]
  • Michael Peña como Luis:
    Ex-colega de cela de Lang e membro de sua equipe de segurança X-Con.[20][17] Houve menos oportunidade para Peña improvisar em comparação com o primeiro filme, onde ele e Rudd ainda estavam desenvolvendo o personagem durante as filmagens.[21] A equipe de criação queria apresentar outra cena de Luis "riffs de uma longa história", como fez no primeiro filme, mas não queria se repetir; eles foram capazes de ter uma abordagem diferente, dando ao personagem o soro da verdade em uma cena para este filme.[22]
  • Walton Goggins como Sonny Burch: Um "tipo criminoso de baixo escalão" que deseja que a tecnologia de Pym seja vendida no mercado negro.[23]
  • Bobby Cannavale como Jim Paxton: Um policial, casado com a ex-mulher de Lang, Maggie.[24][17]
  • Judy Greer como Maggie: A ex-mulher de Lang.[25]
  • Tip "T.I." Harris como Dave: Um membro da equipe de segurança X-Con de Lang.[26][17]
  • David Dastmalchian como Kurt: Um membro da equipe de segurança X-Con de Lang.[27][17]
  • Hannah John-Kamen como Ava Starr / Fantasma:
    Uma mulher com instabilidade molecular, que pode se transformar em objetos;[23][28] ela só é considerada uma "vilã" porque suas tentativas de sobrevivência se chocam com os objetivos dos heróis.[17] O personagem é tradicionalmente retratado como masculino nos quadrinhos, mas a equipe criativa acreditava que o gênero do personagem era irrelevante e achou que escalar uma mulher seria mais interessante.[23] Também permitiu que eles continuassem com o tema pais e filhas que envolveu outros personagens do filme.[22] John-Kamen gostou da situação "em branco", o que lhe permitiu tornar o personagem seu.[29] O produtor Stephen Broussard disse que queriam escalar uma atriz menos conhecida para ajudar a manter o mistério do personagem, e John-Kamen "nos surpreendeu".[17] RaeLynn Bratten interpreta uma jovem Ava Starr.[19]
  • Abby Ryder Fortson como Cassie: A filha de Lang e Maggie.[24]
  • Randall Park como Jimmy Woo: Um agente da FBI e oficial de condicional de Lang.[30][31][17]
  • Michelle Pfeiffer como Janet van Dyne:
    A esposa de Pym, a mãe de Hope e a Vespa original, que está perdida no Reino Quântico.[30] Pfeiffer era o elenco dos sonhos de Reed para o papel quando ele estava trabalhando no primeiro filme e ele garantiu que receberia sua opinião sobre o personagem. Ele notou que a personagem passou 30 anos no reino quântico, então há uma dúvida sobre como isso a afetou.[32] O produtor Kevin Feige explicou que o personagem envelhece mais de 30 anos, embora o tempo funcione de forma diferente no reino quântico, para evitar qualquer "estranheza sci-fi" que poderia acabar com as reuniões emocionais com Pym e Hope no filme.[33] Michelle Pfeiffer foi reduzida para retratar a jovem Janet van Dyne, com Hayley Lovitt atuando como dublê de referência.[34] Lovitt interpretou Janet no primeiro filme, antes de Pfeiffer se envolver com a franquia. Reed explicou que Lovitt foi escalada para o primeiro filme por causa de seus "olhos de disco rígido, Michelle Pfeiffer".[32]
  • Laurence Fishburne como Bill Foster:
    Um velho amigo de Pym, que já foi seu assistente no Projeto Golias.[28] Fishburne abordou a Marvel sobre como ingressar no MCU, apresentando-lhes algumas ideias sobre quem ele poderia retratar, antes que a Marvel oferecesse a ele o papel de Foster neste filme.[35] Fishburne já havia interpretado Perry White pelo Universo Estendido DC, mas disse que sempre sonhou em estar em um filme MCU, admitindo que se considera um "cara da Marvel".[36] Reed comparou a rivalidade entre Foster e Pym àquela de Steve Jobs e Bill Gates,[37] e queria um ator que pudesse ficar "cara a cara" com Michael Douglas.[32] Laurence Fishburne foi reduzido para retratar o jovem Bill Foster, com Langston Fishburne, filho de Laurence, atuando como dublê de referência.[34]
  • Michael Douglas como Hank Pym:
    Um entomologista, físico e ex-agente da S.H.I.E.L.D., que se tornou o Homem-Formiga original após descobrir as partículas subatômicas que tornam a transformação possível.[38] Pym se aproximou muito de sua filha Hope desde o primeiro filme e, de acordo com Feige, ele tem "aquela alegria da paternidade" ao vê-la se tornar uma super-heroína por seus próprios méritos. Reed foi atraído pelas decisões "moralmente duvidosas" que Pym às vezes toma.[17] Douglas foi envelhecido para retratar o jovem Hank Pym, com Dax Griffin atuando como um dublê de referência, tendo feito isso também no primeiro filme.[34]

Além disso, Stan Lee, co-criador dos heróis titulares, tem uma participação especial no filme como um homem cujo carro foi encolhido por acidente.[39] Michael Cerveris aparece como o pai de Ava, Elihas Starr, enquanto Riann Steele interpreta sua esposa e mãe de Ava, Catherine.[17] Tim Heidecker e Brian Huskey aparecem em participações especiais como o capitão de um barco baleeiro chamado Daniel Gooobler e um professor na escola de Cassie, respectivamente.[19][17] A equipe de homens de Sonny Burch inclui Divian Ladwa como Uzman, Goran Kostić como Anitolov e Rob Archer como Knox, enquanto Sean Kleier interpreta Stoltz, o homem interno do FBI de Burch e subordinado de Jimmy Woo.[17] Tom Scharpling e Jon Wurster do The Best Show fazem breves aparições como motoristas de SUV de Burch.[40]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

É tão óbvio que precisa haver heróis femininos... Nos quadrinhos dos anos 60, a Vespa da Janet van Dyne foi claramente escrito por todos os homens e era bastante unidimensional. Ela ficou muito mais dimensionalizada desde então. Essa é uma daquelas coisas que acho que vai ser realmente emocionante [neste filme].

—O director Peyton Reed sobre a inclusão da Vespa no filme[41]

Em junho de 2015, o diretor de Ant-Man, Peyton Reed, manifestou interesse em voltar para uma sequência ou prequela desse filme, dizendo que "realmente se apaixonou por esses personagens" e sentiu que "há muita história para contar com Hank Pym".[42] Um mês depois, o ator Michael Douglas, intérprete do personagem Hank Pym, disse que não assinou contrato para nenhum filme adicional, mas "esperaria mais se isso acontecesse",[43] e expressou o desejo de ter sua esposa, Catherine Zeta-Jones, no papel de Janet van Dyne para um possível acompanhamento.[44] Evangeline Lilly - que interpretou Hope van Dyne, filha de Pym e Van Dyne - queria ver Michelle Pfeiffer no papel.[45] O produtor Kevin Feige revelou que o estúdio tinha uma "ideia supercool" para Ant-Man and the Wasp e disse que "se o público quiser, encontraremos um lugar para fazê-lo".[46] Reed também mencionou que houve conversas sobre fazer uma aventura autônoma com Hank Pym como o Homem-Formiga, possivelmente incluindo a abertura original de Ant-Man com Jordi Mollà, que foi cortada do filme final. Eric Eisenberg, do Cinema Blend, opinou que uma aventura independente com Pym e a sequência cortada seria um bom candidato para reviver a série de curtas-metragens Marvel One-Shots.[47] No final de julho, David Dastmalchian expressou interesse em voltar para uma sequência como Kurt.[48]

Em outubro de 2015, a Marvel Studios confirmou a sequência, intitulada Ant-Man and the Wasp, com lançamento agendado para 6 de julho de 2018.[49] Reed estava em negociações para dirigir a sequência até o final do mês,[50] e anunciou seu retorno em novembro, junto com a confirmação de Paul Rudd e Lilly retornando como Scott Lang / Ant-Man e Hope van Dyne / Wasp, respectivamente.[12] Apesar de ter sido oferecida a chance de dirigir sequências no passado, Reed nunca tinha feito isso por falta de interesse, mas estava animado para trabalhar em Ant-Man and the Wasp porque havia "muito mais história para contar com esses personagens que tenho um carinho genuíno e um tipo de sentimento de proteção sobre".[51] Ele também foi capaz de construir a sequência "do zero", já que se juntou ao primeiro filme no final do processo, após a saída do escritor e diretor original Edgar Wright, e queria explorar elementos que ele havia criado no primeiro filme.[52] Em primeiro lugar, Reed começou a trabalhar em um esboço para a sequência,[53] que ele pensou que poderia ser "estranho, único e diferente" agora que as origens dos personagens haviam sido estabelecidas.[52] Por ser o primeiro filme MCU a ter uma personagem feminina no título com a Vespa, Reed o chamou de "orgânico" e observou a linha final da Vespa em Ant-Man - 'É sobre o maldito tempo' - como "muito sobre sua personagem específica e estão nesse filme, mas é absolutamente sobre algo maior. Já estava na hora: teremos um muito complicado no próximo filme, que por acaso é uma mulher."[52] Reed pressionaria para garantir que A Vespa recebesse publicidade e mercadoria iguais para o filme, e também queria explorar a história de Janet van Dyne. Ele tinha "ideias definidas" de quem deveria interpretar essa personagem.[41] Reed disse que o título alternativo Wasp and the Ant-Man foi brevemente considerado, mas não foi escolhido devido à expectativa dos fãs, dada a história dos quadrinhos da frase "Ant-Man and the Wasp".[54] Naquele mês, Adam McKay, um dos escritores de Ant-Man, expressou interesse em voltar para escrever o filme,[55] e Douglas confirmou que estava em negociações para voltar também.[12]

O diretor Peyton Reed estava animado em desenvolver uma sequência "the ground up" depois de se juntar ao primeiro Ant-Man no final do processo

Reed afirmou no início de dezembro que o filme pode "chamar de volta" o género de filme de assalto e o tom de Ant-Man, mas que Ant-Man and the Wasp teria "um modelo de gênero totalmente diferente". Ele esperava incorporar sequências de flashback adicionais no filme, bem como explorar as várias identidades de Pym nos quadrinhos e sua psicologia. Reed também disse que estava "animado" em explorar e descobrir a versão cinematográfica da relação Homem-Formiga e a Vespa que é "uma parceria romântica e uma parceria heróica" nos quadrinhos, uma "dinâmica diferente da que vimos no resto do [MCU], uma parceria real." Além disso, Reed mencionou que a pré-produção "provavelmente" começaria em outubro de 2016, com as filmagens programadas para o início de 2017.[56] Os escritores de produção do primeiro filme, Gabriel Ferrari e Andrew Barrer, assinaram contrato para escrever o roteiro junto com Rudd,[57] com a escrita começando "a sério" em janeiro de 2016.[56] No mês seguinte, McKay afirmou que estaria envolvido com o filme de alguma forma.[58] Em abril, os quatro escritores e Reed estavam "enfurnados em uma sala... pensando na história", com Reed prometendo que teria "coisas que você nunca viu em um filme antes".[59] Feige acrescentou que eles queriam "permanecer fiéis ao que tornava [Ant-Man] tão único e diferente", e provocou o potencial de ver a versão do Homem-Gigante de Lang que foi introduzida em Captain America: Civil War (2016).[60] Apesar de estar "intimamente envolvido na escrita e no desenvolvimento do roteiro", Reed não recebeu ou recebeu um crédito de escritor no filme.[51]

Em junho de 2016, Reed disse que, para se inspirar nos quadrinhos, ele estava olhando "as primeiras coisas dos Vingadores e todo o caminho até as coisas de Nick Spencer agora", e estava se concentrando em imagens icônicas que poderiam ser replicadas no filme ao longo das histórias dos quadrinhos. Ele acrescentou que havia "definitivamente uma chance" para Michael Peña, Tip "TI" Harris e Dastmalchian reprisar seus respectivos papéis como Luis, Dave e Kurt do primeiro filme.[13] Na San Diego Comic-Con 2016, Feige afirmou que Reed e Rudd ainda estavam trabalhando no roteiro,[61] e que as filmagens agora deveriam começar em junho de 2017.[61][62] Rudd elaborou que eles "entregaram um tratamento, mas é tão preliminar. Veremos. Temos uma ideia de como pode ser, mas pode mudar muito de onde estamos agora."[63] No mês seguinte, Peña foi confirmado para retornar como Luis,[20] enquanto as filmagens seriam reveladas em Atlanta, Geórgia.[64] No início de outubro, um roteiro inicial foi concluído para o filme que aguardava a aprovação da Marvel.[65] Reed mais tarde revelou que os primeiros rascunhos do roteiro incluíam uma participação especial do Capitão América, aparecendo durante as sequências de flashback de Luis enquanto ele recapitulava o envolvimento de Lang na batalha do aeroporto em Captain America: Civil War. No entanto, os escritores optaram por remover a aparência do roteiro final, uma vez que os eventos de Civil War já eram mencionados com frequência no filme, e esse caso "não parecia orgânico para a história".[66]

Pré-produção[editar | editar código-fonte]

No início de novembro de 2016, Reed disse que a produção do filme faria a transição da "fase de escrita" para a "preparação oficial" naquele mês, começando com o desenvolvimento visual. Reed reiterou seu entusiasmo por apresentar o Wasp e "realmente projetar seu visual, a maneira como ela se move, o conjunto de energia e descobrir, mais ou menos, quem Hope van Dyne é como herói".[67] Reed se inspirou nos filmes After Hours (1985), Midnight Run (1988) e What's Up, Doc? (1972) para a aparência de Ant-Man and the Wasp.[68] Embora o primeiro filme tenha sido mais um filme de assalto, Reed descreveu isso como parte de filme de ação, parte comédia romântica, e foi inspirado nas obras de Elmore Leonard, onde existem "vilões, mas também temos antagonistas, e temos esses obstáculos para nossos heróis chegando onde precisam".[37] Ele também declarou sua decepção com a introdução do Homem-Gigante acontecendo em Civil War, ao invés de um filme do Homem-Formiga,[67] mas observou que a aparência forneceu oportunidades de desenvolvimento de personagem entre Lang, Pym e Van Dyne, já que Pym é "muito claro no primeiro filme sobre como ele se sente sobre Stark e como ele se sente sobre os Vingadores e sendo muito protetor com essa tecnologia que ele tem",[37] e então Reed pensou que Pym ficaria" chateado "e Van Dyne se sentiria traído, o que foi o "in" de Reed para a dinâmica inicial desses personagens.[22] Reed acrescentou que ele passa "muito tempo" conversando com os outros escritores e diretores de filmes MCU, e que ele e os escritores deste filme desejam manter "nosso pequeno canto Homem-Formiga do universo. Porque é uma vibração totalmente diferente em termos de tons".[67] O físico quântico Spyridon Michalakis do Instituto de Informação Quântica e Matéria do Instituto de Tecnologia da Califórnia voltou a ser consultor do filme, depois de fazer o mesmo em Ant-Man, e explicou aos cineastas a ciência por trás de se tornar extremamente pequeno. Michalakis descreveu o reino subatômico como "um lugar de possibilidades infinitas, um universo alternativo onde as leis da física e as forças da natureza como as conhecemos não se cristalizaram" e sugeriu que deveria ser representado no filme por "belas cores mudando constantemente para refletem a transitoriedade."[69]

Em fevereiro de 2017, Douglas confirmou que repetiria seu papel como Hank Pym no filme.[38] Durante a estreia em Hollywood de Guardians of the Galaxy Vol. 2 em abril, Dastmalchian confirmou seu retorno como Kurt,[27] e um mês depois, Harris confirmou seu retorno como Dave também.[26] Durante aquele mês de maio, a Marvel se reuniu com várias atrizes para um "papel-chave" na sequência, com Hannah John-Kamen escalada para o papel no início de junho.[70] No mês seguinte, Randall Park se juntou ao elenco como Jimmy Woo,[31] e Walton Goggins foi escalado para um papel não revelado.[71] Na San Diego Comic-Con 2017, o elenco de Park foi confirmado; Os papéis de John-Kamen e Goggins foram revelados como Fantasma e Sonny Burch, respectivamente; e o elenco de Pfeiffer como Janet van Dyne e Laurence Fishburne como Bill Foster foi anunciado.[30] Judy Greer foi confirmada para reprisar seu papel como Maggie do filme anterior na semana seguinte.[25] Louise Frogley atuou como figurinista no filme depois de fazê-lo em Spider-Man: Homecoming (2017), e trabalhou com Ivo Coveney para criar os trajes de super-heróis para o filme. Com base nos designs de Andy Park, os trajes são atualizados para o filme, dos designs inspirados na década de 1960 usados no primeiro Ant-Man para designs mais modernos. O traje Wasp incluía asas práticas que foram substituídas por asas digitais para quando estivessem expandidas e prontas para o vôo.[17]

Os irmãos Russo, diretores de Avengers: Infinity War e Avengers: Endgame, que estavam filmando enquanto Ant-Man and the Wasp se preparava para filmar, estavam em constante discussão com Reed para garantir que os elementos da história se alinhassem entre os filmes. Joe Russo acrescentou que Ant-Man and the Wasp teria "alguns elementos [enredo] que se encaixam" intimamente com Avengers: Infinity War, mais do que alguns dos outros filmes que antecederam os filmes dos Vingadores.[72] Reed sabia que Ant-Man and the Wasp seria "um filme bastante independente, mas... não poderia ignorar os eventos de Infinity War", com a maior conexão ocorrendo na cena do meio dos créditos do filme. Uma vez que os eventos de Ant-Man and the Wasp ocorrem ao longo de 48 horas, a linha do tempo em relação a Infinity War foi "deixada propositadamente ambígua" com Reed observando que houve discussões sobre a colocação de "pequenos ovos de Páscoa ao longo do caminho, para começar a revelar o público onde o filme se passa na linha do tempo, [mas] não pareceu muito divertido para nós e meio óbvio." Reed também gostou de como o filme termina com um encerramento e com uma nota positiva "e então BANG - dê ao público um soco no estômago logo após os créditos principais",[73] com a sequência mostrando Hank Pym, Janet van Dyne e Hope van Dyne se desintegrando devido ao Blip apresentado no final de Avengers: Infinity War. O filme também tem uma cena pós-crédito que mostra a formiga que dobrou por Lang enquanto estava em prisão domiciliar fazendo um solo de bateria.[9]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

As filmagens adicionais aconteceram em San Francisco, o cenário do filme, incluindo uma sequência de ação na Lombard Street (foto).

A fotografia principal começou em 1 de agosto de 2017,[24] no Pinewood Atlanta Studios em Fayette County, Geórgia,[64][74] sob o título de produção Cherry Blue;[75] Dante Spinotti atuou como diretor de fotografia,[24] filmando com câmeras Arri Alexa 65, com algumas sequências sendo filmadas com lentes Frazier.[34] No início das filmagens, a Marvel revelou que Bobby Cannavale e Abby Ryder Fortson também reprisariam seus papéis do primeiro filme, respectivamente como Paxton e Cassie, e que Chris McKenna e Erik Sommers contribuíram para o roteiro.[24]

O conjunto de laboratório e túnel quântico do filme foi inspirado em The Time Tunnel (1966–67), e foi o maior conjunto físico construído para um filme MCU, que Reed brincou dizendo que era "um pouco contra-intuitivo".[22] Para a sequência em que Janet van Dyne se comunica por meio de Lang, a inspiração foi tirada de All of Me (1984), em que a personagem de Lily Tomlin está presa no corpo do personagem de Steve Martin. Houve discussões sobre Pfeiffer interpretar a cena primeiro para dar a Rudd uma ideia de como ela agiria, mas o grupo decidiu deixar Rudd inventar a cena completamente sozinho.[22][51] Para a câmara no covil do Fantasma, a equipe de produção do designer de produção Shepherd Frankel queria criar um ambiente exclusivo para o MCU e projetou a câmara com lentes fresnel para fornecer padrões de círculos concêntricos que servissem a um propósito prático para a história do filme além de diferenciar a estética de outros conjuntos e criar mistério sobre o personagem. A câmara é rodeada por "formas de suporte" para "criar este sentimento de desespero e desejo de família e estabilidade".[17]

As filmagens também aconteceram na região metropolitana de Atlanta, com locações de filmagem incluindo Atlanta International School, os distritos de Midtown e Buckhead de Atlanta e a Samuel M. Inman Middle School no bairro Virginia-Highland da cidade; bem como a Emory University e o Atlanta Motor Speedway em Hampton, Georgia.[76] As filmagens adicionais aconteceram em São Francisco em setembro de 2017,[77] em Savannah, Geórgia no final de outubro,[78] e no Havaí.[79] A produção terminou em 19 de novembro de 2017.[80]

Pós-produção[editar | editar código-fonte]

No final de novembro, Lilly disse que os personagens iriam tentar entrar no Reino Quântico no filme, e seu sucesso potencial "abriria todo um novo multiverso para entrar e brincar" para o MCU.[81] O filme inclui um clipe de Animal House (1978), do qual Reed foi lembrado ao discutir a ciência do reino quântico para o filme. Reed insistiu que o filme teria menos de duas horas, já que seguiria o "épico massivo" da Infinity War e porque é "uma comédia de ação e não queria perder as boas-vindas".[22] Dan Lebental e Craig Wood editaram o filme.[17] A sequência de créditos principais do filme é uma versão "de mesa" de suas sequências de ação,[22] e foi criada por Elastic.[82] Uma ideia alternativa que foi considerada foi criar um "documentário falso dos bastidores" que faria o filme parecer um filme do Godzilla da década de 1950 com "pessoas de terno pisando em modelos de paisagens urbanas".[22]

Efeitos visuais[editar | editar código-fonte]

Michelle Pfeiffer foi digitalmente rejuvenescida em Ant-Man and the Wasp (cima) para aparecer como ela era por volta de 1985 (baixo).[34]

Os efeitos visuais do filme foram criados por DNEG, Scanline VFX, Method Studios, Luma Pictures, Lola VFX, Industrial Light & Magic,[34] Cinesite, Rise FX, Rodeo FX, Crafty Apes, Perception NYC, Digital Domain e The Third Piso.[83]

DNEG trabalhou em mais de quinhentas tomadas, incluindo os efeitos para Fantasma - que foram compartilhados com os outros fornecedores -, a sequência de perseguição do terceiro ato e a luta final da Fantasma enquanto Hank e Janet estavam retornando do reino quântico. Para as sequências de "macro-fotografia" do filme, o DNEG adotou uma abordagem diferente de seu trabalho em Ant-Man devido a problemas, incluindo tentar fazer uma câmera parecer pequena o suficiente para capturar as pequenas ações. Embora parte do filme tenha sido filmado com lentes Frazier que fornecem profundidade de campo extra, DNEG ainda precisaria "reprojetar a estrada mais alto e" elevar o nível do chão "para simular uma câmera de tamanho minúsculo". Como a sequência de perseguição do terceiro ato foi filmada principalmente em Atlanta, enquanto se passava em San Francisco, o Supervisor de VFX da DNEG, Alessandro Ongaro, observou que era necessário um "trabalho de ambiente extenso" com elementos de fundo em algumas cenas não sendo recuperáveis de todo.[34] O DNEG acabou criando 130 ambientes exclusivos para a perseguição. A Clear Angle ajudou o DNEG com a pesquisa Lidar e a fotografia de São Francisco, e conseguiu obter as informações da Lombard Street com resolução milimétrica.[84] O DNEG também tratou da conversão estéreo no filme para liberá-lo nas proporções de aspecto de 2,39: 1 e 1,90: 1 (para IMAX). O quadro mais quadrado da proporção IMAX foi usado como base para os efeitos visuais, com a versão 2.39: 1 sendo então convertida em caixa de correio da versão finalizada do IMAX.[34]

Lola mais uma vez trabalhou nas sequências de envelhecimento com Douglas, Pfeiffer e Fishburne. As sequências de flashback com um Hank Pym mais jovem foram definidas na mesma época que as sequências de flashback de Ant-Man, então Lola foi capaz de usar um processo semelhante, referenciando a aparição de Douglas em Wall Street (1987) e tendo o ator no cenário um guarda-roupa e uma peruca diferentes. O supervisor de efeitos visuais de Lola, Trent Claus, sentiu que o de Pfeiffer era menos complicado, já que "ela envelheceu incrivelmente bem" e ainda tem cabelos grandes e um grande sorriso. O trabalho de Pfeiffer em Ladyhawke (1985) e outros filmes da época foi referenciado. Para Fishburne, seu filho serviu como seu sósia mais jovem e ajudou a informar Lola como a pele do Fishburne mais velho ficaria em certas situações de iluminação. Os filmes que Lola procurava para a personalidade mais jovem de Fishburne incluíam Boyz n the Hood (1991) e Deep Cover (1992). Lola também deixou Fishburne mais magro e todos os atores tiveram suas posturas ajustadas.[34]

Luma trabalhou nas cenas em que o Homem-Formiga e a Vespa se infiltram no esconderijo da Fantasma, onde tiveram que recriar todo o ambiente com CGI. Eles também criaram a primeira sequência de túnel quântico onde Fantasma recebe seus poderes, e o lançamento do míssil de flashback, que teve que ser replicado exatamente de como apareceu em Ant-Man. A nova versão do reino quântico, projetada por Reed e pelo supervisor de VFX de produção Stephane Ceretti, foi criada pelo Method. O supervisor de efeitos visuais do Method Studios, Andrew Hellen, explicou: "Fizemos muitas pesquisas em fotografia de nível macro e celular e brincamos com diferentes maneiras de visualizar a mecânica quântica. Tem uma qualidade muito mágica, com um toque científico. Também usamos efeitos de glitching e lentes macro para embasar a filmagem e evitar que parecesse muito terrestre. " O método também trabalhou na sequência quando Lang é do tamanho de um pré-escolar e criou as duplas digitais para Ant-Man and the Wasp; O método usou o mesmo nível de detalhe nos naipes duplos digitais, independentemente da escala.[34]

Música[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2017, Reed confirmou que Christophe Beck, que compôs a partitura para o Ant-Man, voltaria para o Ant-Man and the Wasp.[85] Beck reprisou seu tema principal de Ant-Man, e também escreveu um novo para a Vespa, que dizia que ele queria ter "alta energia" e mostrar que ela estava mais certa de suas habilidades do que Lang. Ao escolher entre esses temas para cenas específicas ao longo do filme, Beck tentou escolher o tema Vespa com mais frequência para que houvesse "novidade suficiente na trilha para sentir que está indo para novos lugares, e não apenas uma reforma".[86] Hollywood Records e Marvel Music lançaram o álbum da trilha sonora digitalmente em 6 de julho de 2018.[87]

Marketing[editar | editar código-fonte]

A arte conceitual e o "vídeo pré-CGI" para o filme foram exibidos na San Diego Comic-Con de 2017.[88] Em janeiro de 2018, a Hyundai Motor America anunciou que o Hyundai Veloster 2019 teria um papel significativo no filme, com outros veículos Hyundai também aparecendo.[89] O primeiro trailer do filme foi lançado em 30 de janeiro de 2018 no Good Morning America,[90] e usou o riff de guitarra de "Ants Invasion" de Adam and the Ants.[91] David Betancourt, do The Washington Post,classificou a liberação, um dia após a amplamente elogiada a estreia de Black Panther, de uma "jogada inteligente"; com Black Panther e Avengers: Infinity War também lançar em 2018", pode ser fácil [para] esquecer que hey, uma sequela de Ant-Man vem este ano... Portanto, é lógico que a Marvel Studios nos dê um rápido lembrete com o lançamento deste trailer".[92] Tracy Brown, escrevendo para o Los Angeles Times, elogiou a forma como o trailer apresentava Van Dyne de Lilly, mostrando "ela sempre foi feita para ser uma super-heroína".[93]

Um segundo trailer foi lançado em 1º de maio de 2018, após um vídeo teaser apresentando o elenco de Infinity War perguntando "onde estavam Homem-Formiga e a Vespa?" naquele filme.[94][2] Graeme McMillan do The Hollywood Reporter sentiu o trailer fez a sensação filme "muito parecido com um antídoto intencional para, ou pelo menos alternativa para, a severidade do downbeat no final de Infinity War", chamando-o de 'um movimento inteligente', uma vez que poderia ser considerado "um limpador de paladar e prova de que a Marvel tem mais a oferecer... antes que o público mergulhe de volta na narrativa central com Captain Marvel do próximo ano."[94] Em junho de 2018, Feige apresentou várias cenas do filme no CineEurope.[95] Homem-Formiga e a Vespa: Nano Batalha!, atração inspirada no filme, estreada na Disneylândia de Hong Kong em 31 de março de 2019. Nela, Rudd e Lilly reprisam seus papéis em clipes feitos durante as refilmagens do filme.[96] Os parceiros promocionais do filme incluíram Dell, Synchrony Financial e Sprint. A Disney gastou cerca de 154 milhões de dólares em todo o mundo promovendo o filme.[2]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Teatral[editar | editar código-fonte]

Ant-Man and the Wasp teve sua estreia mundial no El Capitan Theatre em Hollywood em 25 de junho de 2018,[97] e foi lançado nos Estados Unidos em 6 de julho de 2018,[49] onde estreou em 4.206 cinemas, de dos quais 3.000 estavam em 3D, 403 em IMAX, mais de 660 em grande formato premium e mais de 220 em D-Box e 4D.[2] O filme faz parte da Fase Três do MCU.[98]

O filme estava programado para ser lançado no Reino Unido em 29 de junho de 2018, mas foi remarcado em novembro de 2017 para 3 de agosto de 2018,[99] para evitar a competição com a Copa do Mundo FIFA 2018. Charles Gant, do The Guardian e Screen International, observou: "A preocupação dos distribuidores de filmes é que o público seja envolvido no torneio. Portanto, é mais fácil jogar pelo seguro e não namorar seu filme neste momento, especialmente durante a fase de grupos, quando todas as nações classificadas estão competindo." Tom Butler do Yahoo! Movies UK acrescentou que, ao contrário do primeiro filme, que foi um dos filmes MCU de menor bilheteria no Reino Unido, os níveis de expectativa para o filme "estão em alta após os eventos de Infinity War" e "o público do Reino Unido provavelmente vai descobriram o que acontece no filme muito antes de estrear nos cinemas do Reino Unido, e isso pode ter um impacto negativo em seu potencial de bilheteria."[100] Butler e Huw Fullerton, da Radio Times, opinaram que o atraso também pode ser em parte porque a Disney também atrasou o lançamento de Incredibles 2 no Reino Unido para 13 de julho de 2018 (um mês após seu lançamento nos Estados Unidos), e não quer competir consigo mesmo com os dois filmes.[100][101] Isso, por sua vez, levou os fãs no país a iniciar uma petição Change.org para que a Disney mudasse a data de lançamento para várias semanas, da mesma forma que o lançamento de Avengers: Infinity War no Estados Unidos foi adiantado uma semana em maio anterior.[102]

Mídia doméstica[editar | editar código-fonte]

Ant-Man and the Wasp foi lançado em download digital pela Walt Disney Studios Home Entertainment em 2 de outubro de 2018 e em Ultra HD Blu-ray, Blu-ray e DVD em 16 de outubro. Os lançamentos digitais e Blu-ray incluem recursos de bastidores, uma introdução de Reed, cenas deletadas e gag reels. O lançamento digital também apresenta um olhar sobre o papel que a arte conceitual desempenha em dar vida aos vários filmes MCU e um falso comercial para a Online Close-Up Magic University.[103]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Ant-Man and the Wasp arrecadaram 216,6 milhões de dólares nos Estados Unidos e Canadá e 406 milhões de dólares em outros territórios, para um total mundial de 622,7 milhões de dólares.[5] Após sua estreia, Deadline Hollywood estimou que o filme teria um lucro líquido de cerca de 100 milhões de dólares.[2] Tornou-se no décimo primeiro filme de maior bilheteria de 2018.[104]

Ant-Man and the Wasp ganhou 33,8 milhões de dólares em seu dia de estreia nos Estados Unidos e Canadá (incluindo 11,5 milhões de dólares nas prévias de quinta-feira à noite),[2] e um fim de semana de abertura total de 75,8 milhões de dólares;[3] isso foi uma melhoria de 33% em relação ao primeiro filme de 57,2 milhões de dólares. Sua inauguração incluiu 6 milhões de dólares em telas IMAX.[2] Em seu segundo fim de semana, o filme arrecadou 28,8 milhões de dólares, ficando em segundo lugar atrás de Hotel Transylvania 3: Summer Vacation, e em seu terceiro fim de semana arrecadou 16,1 milhões de dólares, ficando em quarto lugar.[105][106] O filme ficou em sexto lugar em seu quarto fim de semana,[107] em sétimo em seu quinto fim de semana[108] e em décimo em seu sexto fim de semana.[109]

Fora dos Estados Unidos e Canadá, o filme arrecadou 85 milhões de dólares em 41 mercados, onde estreou em primeiro lugar em todos, exceto na Nova Zelândia. Sua inauguração na Coreia do Sul foi de 20,9 milhões de dólares (incluindo prévias). A abertura de 15,5 milhões de dólares do mercado sem prévias foi a segunda melhor abertura de 2018 atrás de Avengers: Infinity War.[110] Em seu segundo fim de semana, jogando em 44 mercados, permaneceu em primeiro lugar na Austrália, Hong Kong, Coreia do Sul e Cingapura.[111] O filme estreou na França em seu terceiro fim de semana, arrecadando 4,1 milhões de dólares,[112] e estreou na Alemanha em seu quarto, onde foi número um e arrecadou 2,8 milhões de dólares, incluindo pré-visualizações.[113] No fim de semana seguinte, Ant-Man and the Wasp estreou em primeiro lugar (incluindo prévias) no Reino Unido, onde arrecadou 6,5 milhões de dólares,[114] e duas semanas depois, a Itália estreou em primeiro lugar com 2,7 milhões de dólares (incluindo prévias).[115] Em seu oitavo fim de semana, a estreia de 68 milhões de dólares do filme na China foi a quarta melhor estreia de MCU na China e a terceira maior estreia de Hollywood em 2018. 7,2 milhões de dólares vieram de IMAX, que foi a melhor estreia de IMAX de agosto na China.[116] O filme estreou no Japão no fim de semana seguinte, arrecadando 3,7 milhões de dólares, o que foi o melhor filme de faroeste no fim de semana.[117] Desde 9 de setembro de 2018, os maiores mercados do filme foram a China (117,5 milhões de dólares),[118] Coréia do Sul (42,4 milhões de dólares) e o Reino Unido (21,5 milhões de dólares).[117]

Resposta crítica[editar | editar código-fonte]

Paul Rudd
Evangeline Lilly
Paul Rudd e Evangeline Lilly receberam elogios da crítica por suas atuações e pela química no filme.[119]

No site de agregação de críticas Rotten Tomatoes, o filme tem uma taxa de aprovação de 87% com uma classificação média de 7/10, com base em 428 resenhas. O consenso crítico do site diz: "Um filme de super-herói mais leve e brilhante alimentado pelo carisma sem esforço de Paul Rudd e Evangeline Lilly, Ant-Man e The Wasp oferece um limpador de palato MCU muito necessário."[120] No Metacritic, o filme tem uma pontuação média ponderada de 70 em 100, com base em 56 críticos, indicando "críticas geralmente favoráveis".[121] O público entrevistado pela CinemaScore deu ao filme uma nota média de "A–" em uma escala de A+ a F, abaixo do "A" obtido pelo primeiro filme.[2]

Peter Travers, escrevendo para a Rolling Stone, deu ao filme 3 de 4 estrelas e elogiou Rudd e Lilly, dizendo: "O segredo de Ant-Man and the Wasp é que funciona melhor quando não se esforça tanto, quando deixa o charme triunfar sobre os excessos e prova que menos pode ser mais ainda no universo Marvel."[119] Richard Roeper do Chicago Sun-Times elogiou o tom leve como um prazer e uma respiração após a "conclusão dramaticamente pesada" de Avengers: Infinity War. Ele também elogiou o elenco, especialmente Rudd e Fortson, bem como os efeitos visuais e o uso criativo de encolher e crescer nas cenas de ação.[122] Manohla Dargis do The New York Times sentiu que o tom "rápido, brilhante e alegre" do filme foi uma grande melhoria em relação ao primeiro filme, elogiando a direção de Reed. Ela também elogiou Rudd, sentiu que Lilly encontrou "seu ritmo" no filme e escreveu que todo o elenco de apoio tinha sequências de "roubo de cena".[123] Simon Abrams, do RogerEbert.com, disse que o filme era "bom o suficiente", uma sequência "bagunçada, mas satisfatória", que ele sentiu que conseguiu conciliar seus muitos subenredos enquanto proporcionava a Lang de Rudd um desenvolvimento decente do personagem.[124]

Owen Gleiberman, da Variety, chamou o filme de "mais rápido, engraçado e astuciosamente confiante do que o original", e sentiu que Reed foi capaz de dar ao filme personalidade suficiente para superar suas duas horas de duração e clímax com muitos efeitos. Ele advertiu que isso "não era exatamente a mesma coisa que humanidade. Mas é o suficiente para se qualificar como a versão em miniatura."[125] No The Washington Post, Ann Hornaday chamou o filme de "instantaneamente esquecível" e criticou seu enredo, que ela sentiu incluir alguns subenredos "preenchedores", mas achou o filme "não menos agradável" por causa disso. Ela elogiou particularmente Rudd junto com a ação e os efeitos.[126] Escrevendo para o The Boston Globe, Ty Burr chamou o filme de "filme de ar-condicionado de verão" perfeito, achando-o divertido, engraçado, superficial e uma melhoria em relação ao primeiro. Ele também escreveu que o filme tinha muitos subenredos e não o suficiente de Pfeiffer, mas estava satisfeito com a falta de conexão que a história geral tinha com o resto do MCU, e com o foco na comédia "pop trash".[127] Stephanie Zacharek, que escreve para a Time, disse que foi "difícil não gostar ativamente" do filme, que ela considerou ter uma ação razoavelmente divertida e momentos de destaque entre Rudd e Fortson; mas ela não ficou tão impressionada com as sequências de ação maiores e cheias de efeitos e sentiu que o foco em Lilly como um herói melhor do que Rudd estava "apenas marcando caixas em nome da igualdade de gênero".[128]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Data de cerimônia Categoria Destinatário(s) Resultado Ref(s)
Golden Trailer Awards 29 de maio de 2019 Melhor Ação Home Ent "Bonus Trailer" (Tiny Hero) Indicado [129]
Melhor Aventura de Fantasia Home Ent "Watch Me" (Trailer Park, Inc.) Indicado
Melhor Anúncio de Aventura de Fantasia na TV (para um Longa-metragem) "War" (AV Squad) Indicado
Melhor Anúncio de Locução na TV (para um longa-metragem) Indicado
Hollywood Music in Media Awards 14 de novembro de 2018 Trilha sonora original - Filme de ficção científica / fantasia / terror Christophe Beck Indicado [130]
St. Louis Film Critics Association 16 de dezembro de 2018 Melhor Filme de Ação Ant-Man and the Wasp Indicado [131]
Screen Actors Guild Awards 27 de janeiro de 2019 Excelente Desempenho de um Conjunto de Dublês em um Filme Indicado [132]
Teen Choice Awards 11 de agosto de 2019 Prémio Teen Choice de Melhor Filme de Ação Indicado [133]
Melhor Ator de Filme de Ação Paul Rudd Indicado
Melhor Atriz de Filme de Ação Evangeline Lilly Indicado
Visual Effects Society Awards 5 de fevereiro de 2019 Excelente Ambiente criado em um Recurso Fotorrealista Florian Witzel, Harsh Mistri, Yuri Serizawa, Can Yuksel para Journey to the Quantum Realm Indicado [134]

Sequência[editar | editar código-fonte]

Uma sequência, Ant-Man and the Wasp: Quantumania, está agendada para ser lançada em 17 de fevereiro de 2023,[135] com Reed retornando para dirigir e Jeff Loveness escrevendo o roteiro.[136][137] Rudd, Lilly, Douglas e Pfeiffer reprisam seus papéis, enquanto Kathryn Newton assume o papel de Cassie Lang. Jonathan Majors junta-se como Kang, o Conquistador.[136]

Notas

  1. Como visto no filme Captain America: Civil War de 2016.
  2. Devido ao Blip que começou no final do filme Avengers: Infinity War de 2018.[9][10]

Referências

  1. Ant-Man and the Wasp, British Board of Film Classification, consultado em 2 de julho de 2018 
  2. a b c d e f g h D'Alessandro, Anthony (8 de julho de 2018). «'Ant-Man And The Wasp' Shrinks A Tick To $76M Opening, But Still 33% Bigger Than Original – Sunday Final». Deadline Hollywood. Consultado em 9 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  3. a b Golum, Rob (9 de julho de 2018). «'Ant-Man' Swarms Theaters With $75.8 Million for Walt Disney». Bloomberg L.P. Consultado em 19 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2019 
  4. «Ant-Man and the Wasp». Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  5. a b «Ant-Man and the Wasp». Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  6. «HOMEM-FORMIGA E A VESPA». AdoroCinema. Consultado em 3 de abril de 2018 
  7. «Homem-Formiga e a Vespa (2018)». filmSPOT. Consultado em 3 de abril de 2018 
  8. a b c d e f g Reed, Peyton (Diretor). Ant Man and the Wasp. Estados Unidos: Walt Disney Studios Motion Pictures e Marvel Studios, 2018
  9. a b Abad-Santos, Alex (5 de julho de 2018). «Ant-Man and the Wasp's post-credits scenes, explained». Vox. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  10. Dockterman, Eliana (27 de abril de 2018). «A Complete List of Who Lives and Dies in Avengers: Infinity War». Time. Consultado em 6 de março de 2021. Cópia arquivada em 2 de dezembro de 2020 
  11. «Peyton Reed Reveals the Russos Helped Craft the 'Ant-Man and the Wasp' Credits Scene». Collider (em inglês). 10 de janeiro de 2019. Consultado em 8 de janeiro de 2022 
  12. a b c d Cabin, Chris (13 de novembro de 2015). «'Ant-Man and the Wasp': Michael Douglas Eyeing Return for Sequel». Collider. Consultado em 13 de novembro de 2015. Cópia arquivada em 15 de novembro de 2015 
  13. a b Gerber, Sean (23 de junho de 2016). «Ant-Man Director Peyton Reed on the Saturn Award Win and the Sequel». Modern Myth Media. Consultado em 24 de junho de 2016. Arquivado do original em 26 de junho de 2016 
  14. Pearson, Ben (18 de junho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Interview: Paul Rudd Talks About The "Weird" Sequel». /Film. Consultado em 18 de junho de 2018. Cópia arquivada em 18 de junho de 2018 
  15. Derschowitz, Jessica (13 de abril de 2016). «Ant-Man director teases Wasp direction for sequel». Entertainment Weekly. Consultado em 13 de abril de 2016. Cópia arquivada em 16 de abril de 2016 
  16. Pearson, Ben (18 de junho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Set Visit: Everything We Learned About Marvel's Upcoming Sequel». /Film. Consultado em 18 de junho de 2018. Cópia arquivada em 19 de junho de 2018 
  17. a b c d e f g h i j k l m n o «Ant-Man and the Wasp Press Kit» (PDF). Walt Disney Studios Motion Pictures. Consultado em 4 de julho de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 4 de novembro de 2018 
  18. Killkenny, Katie (5 de julho de 2018). «Evangeline Lilly on How She "Challenged" Herself to Speak Up on the 'Ant-Man and the Wasp' Set». The Hollywood Reporter. Consultado em 24 de outubro de 2018. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2018 
  19. a b c Anderson, Jenna (20 de junho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Cast List Reveals Younger Versions of Key Characters». Comicbook.com. Consultado em 5 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  20. a b Kit, Borys (19 de agosto de 2016). «Michael Pena to Star in Sony Horror Thriller 'The Bringing' (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 19 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2016 
  21. Thompson, Simon (7 de janeiro de 2018). «Michael Pena Talks Ant-Man and the Wasp and Hints at a Possible Third Movie». IGN. Consultado em 7 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2018 
  22. a b c d e f g h Hunter, Rob (5 de outubro de 2018). «23 Things We Learned from the 'Ant-Man and the Wasp' Commentary». Film School Rejects. Consultado em 24 de outubro de 2018. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2018 
  23. a b c Collis, Clark (19 de abril de 2018). «Ant-Man and the Wasp is about search for Michelle Pfeiffer's Janet van Dyne – exclusive images». Entertainment Weekly. Consultado em 20 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  24. a b c d e Perry, Spencer (1 de agosto de 2017). «Production Officially Begins on Ant-Man and the Wasp!». ComingSoon.net. Consultado em 1 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 1 de agosto de 2017 
  25. a b N'Duka, Amanda (27 de julho de 2017). «Judy Greer Set To Return For Marvel's 'Ant-Man and the Wasp'». Deadline Hollywood. Consultado em 27 de julho de 2017. Cópia arquivada em 28 de julho de 2017 
  26. a b Morales, Wilson (23 de maio de 2017). «T.I. Confirmed To Return In Marvel's Ant-Man and The Wasp». BlackFilm.com. Consultado em 24 de maio de 2017. Cópia arquivada em 31 de maio de 2017 
  27. a b «David Dastmalchian Confirms Kurt Is Returning for 'Ant-Man and the Wasp'». Entertainment Tonight. 19 de abril de 2017. Consultado em 20 de abril de 2017. Cópia arquivada em 21 de abril de 2017 
  28. a b Riesman, Abraham (1 de maio de 2018). «What We Did and Didn't Learn From the Ant-Man and the Wasp Trailer». Vulture. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  29. Nemiroff, Perri (21 de junho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp': Hannah John-Kamen Teases the New MCU Antagonist Ghost». Collider. Consultado em 24 de junho de 2018. Cópia arquivada em 21 de junho de 2018 
  30. a b c Breznican, Anthony (22 de julho de 2017). «Michelle Pfeiffer will play Janet Van Dyne in Ant-Man and The Wasp». Entertainment Weekly. Consultado em 22 de julho de 2017. Cópia arquivada em 23 de julho de 2017 
  31. a b McNary, Dave (7 de julho de 2017). «'Fresh Off the Boat' Star Randall Park Joins 'Ant-Man and the Wasp'». Variety. Consultado em 7 de julho de 2017. Cópia arquivada em 8 de julho de 2017 
  32. a b c Couch, Aaron (2 de julho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Director on Wooing Michelle Pfeiffer and His Marvel Future». The Hollywood Reporter. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 4 de julho de 2018 
  33. Sciretta, Peter (6 de julho de 2018). «Kevin Feige Explains How They Planned 'Ant-Man and The Wasp' Alongside 'Infinity War,' the Disney Streaming Service and More [Interview]». /Film. Consultado em 7 de julho de 2018. Arquivado do original em 7 de julho de 2018 
  34. a b c d e f g h i j Seymour, Mike (16 de julho de 2018). «A Bug's Wife: Ant-Man and the Wasp». Fxguide. Consultado em 17 de julho de 2018. Cópia arquivada em 17 de julho de 2018 
  35. Chitwood, Adam (2 de novembro de 2017). «Laurence Fishburne Says He's Working on a Secret Project with Marvel». Collider. Consultado em 2 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2017 
  36. Lerner, Will (15 de novembro de 2017). «Laurence Fishburne is psyched to jump from DC to Marvel Cinematic Universe for 'Ant-Man and Wasp'». Yahoo!. Consultado em 17 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2017 
  37. a b c Nemiroff, Perri (18 de junho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp': 22 Things to Know About the 'Midnight Run'-Inspired Sequel». Collider. Consultado em 18 de junho de 2018. Cópia arquivada em 18 de junho de 2018 
  38. a b Hall, Jacob (10 de fevereiro de 2017). «'Ant-Man and the Wasp' Will See the Return of Michael Douglas' Hank Pym». /Film. Consultado em 10 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2017 
  39. Fitch, Adam (11 de setembro de 2017). «Stan Lee Has Already Filmed Cameos for Black Panther Avengers 4, & More». Comic Book Resources. Consultado em 10 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 10 de janeiro de 2018 
  40. Freed, Benjamin (6 de julho de 2018). «Movie Review: Ant-Man and the Wasp». Brightest Young Things. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2019 
  41. a b Wickman, Kase (11 de novembro de 2015). «'Ant-Man' Director Wants To Make Sure The Sequel's Wasp Is As Awesome As Possible». MTV. Consultado em 12 de novembro de 2015. Cópia arquivada em 14 de novembro de 2015 
  42. Davis, Brandon (30 de junho de 2015). «Ant-Man Director Peyton Reed Interested Doing Ant-Man Prequel About Hank Pym». Comicbook.com. Consultado em 1 de julho de 2015. Cópia arquivada em 1 de julho de 2015 
  43. Damore, Meagan (28 de julho de 2015). «"Ant-Man": Michael Douglas Isn't Signed For More MCU Films, Would Like To Be». Comic Book Resources. Consultado em 28 de julho de 2015. Cópia arquivada em 29 de julho de 2015 
  44. Reynolds, Simon; Mansell, Tom (10 de julho de 2015). «Catherine Zeta-Jones as The Wasp? Spoiler-filled Ant-Man chat with Michael Douglas and Peyton Reed». Digital Spy. Consultado em 10 de julho de 2015. Cópia arquivada em 12 de julho de 2015 
  45. Eisenberg, Eric (21 de julho de 2015). «Is The Original Wasp Still Alive? Here's What Evangeline Lilly Says». Cinema Blend. Consultado em 21 de julho de 2015. Cópia arquivada em 22 de julho de 2015 
  46. Davis, Erik (7 de julho de 2015). «Interview: Marvel Studios President Kevin Feige on 'Ant-Man,' 'Doctor Strange' and More». Fandango.com. Consultado em 17 de julho de 2015. Cópia arquivada em 16 de julho de 2015 
  47. Eisenberg, Eric (21 de julho de 2015). «Ant-Man Originally Had A Completely Different Opening Scene». Cinema Blend. Consultado em 22 de julho de 2015. Cópia arquivada em 23 de julho de 2015 
  48. Metz, Nina (20 de julho de 2015). «David Dastmalchian geeks out over 'Ant-Man' role». Chicago Tribune. Consultado em 23 de julho de 2015. Cópia arquivada em 20 de julho de 2015 
  49. a b Strom, Marc (18 de agosto de 2014). «Marvel Studios Phase 3 Update». Marvel.com. Consultado em 8 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2015 
  50. Siegel, Tatiana; Kit, Borys (21 de outubro de 2015). «'Ant-Man' Director Peyton Reed in Negotiations to Return for Sequel (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 21 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 22 de outubro de 2015 
  51. a b c Patches, Matt (7 de julho de 2018). «Ant-Man and the Wasp's director on half-size Paul Rudd & Morrissey references». Polygon. Consultado em 24 de outubro de 2018. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2018 
  52. a b c Zakarin, Jordan (11 de novembro de 2015). «'Ant-Man' Director Peyton Reed on the Sequel, Putting 'The Wasp' in the Title, and 'Fantastic Four' Failures». Yahoo!. Consultado em 11 de novembro de 2015. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2015 
  53. Truitt, Brian (12 de novembro de 2015). «Peyton Reed's 'doubly excited' for 'Ant-Man' sequel». USA Today. Consultado em 13 de novembro de 2015. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2015 
  54. Bradley, Bill (16 de agosto de 2018). «'Ant-Man And The Wasp' Reveal Supports Popular 'Avengers 4' Theory». HuffPost. Consultado em 19 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 17 de agosto de 2018 
  55. Ford, Rebecca (8 de novembro de 2015). «How Adam McKay Managed to Write and Wrangle Stars for 'The Big Short' (Q&A)». The Hollywood Reporter. Consultado em 10 de novembro de 2015. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2015 
  56. a b Huver, Scott (7 de dezembro de 2015). «Peyton Reed's "Ant-Man and the Wasp" Has "An Entirely Different Genre Template"». Comic Book Resources. Consultado em 8 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 8 de dezembro de 2015 
  57. Fleming, Mike Jr. (9 de dezembro de 2015). «Andrew Barrer & Gabriel Ferrari Close Deal To Team With Paul Rudd On 'Ant-Man and the Wasp'». Deadline Hollywood. Consultado em 9 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2015 
  58. McCabe, Joseph (16 de fevereiro de 2016). «Adam McKay Will Be Back for Ant-Man and The Wasp». Nerdist Industries. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2016 
  59. Perry, Spencer (12 de abril de 2016). «Peyton Reed: Ant-Man and the Wasp Will Feature Things 'Never Seen in a Movie Before'». ComingSoon.net. Consultado em 13 de abril de 2016. Cópia arquivada em 13 de abril de 2016 
  60. Giroux, Jack (12 de abril de 2016). «Kevin Feige Teases What to Expect in 'Ant-Man and the Wasp'». /Film. Consultado em 12 de abril de 2016. Cópia arquivada em 13 de abril de 2016 
  61. a b Starnes, Joshua (24 de julho de 2016). «Comic-Con: Kevin Feige, Directors and Stars on the Marvel Cinematic Universe». ComingSoon.net. Consultado em 24 de julho de 2016. Cópia arquivada em 25 de julho de 2016 
  62. Trumbore, David (21 de abril de 2017). «Marvel's 'Ant-Man and the Wasp' to Start Filming This June». Collider. Consultado em 22 de abril de 2017. Cópia arquivada em 21 de abril de 2017 
  63. Muhammad, Latifa (10 de agosto de 2016). «Paul Rudd Gushes Over Brie Larson Joining Marvel Universe: 'We're Very Lucky'». ET Online. Consultado em 11 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 12 de agosto de 2016 
  64. a b Brett, Jennifer (1 de setembro de 2016). «"Spider-Man" films right next to where "Captain America" did». Atlanta Journal-Constitution. Consultado em 1 de setembro de 2016. Arquivado do original em 2 de setembro de 2016 
  65. Avila, Mike (9 de outubro de 2016). «Watch: Evangeline Lilly on introducing the Wasp, when she'll join The Avengers». Blastr. Consultado em 9 de outubro de 2016. Arquivado do original em 10 de outubro de 2016 
  66. Fullerton, Huw (25 de julho de 2018). «Ant-Man and the Wasp originally had a hilarious Captain America cameo». Radio Times. Consultado em 25 de julho de 2018. Cópia arquivada em 25 de julho de 2018 
  67. a b c Huver, Scott (1 de novembro de 2016). «Peyton Reed Teases 'Crazy Stuff' in 'Ant-Man and the Wasp'». Moviefone. Consultado em 1 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2016 
  68. Cavna, Michael (6 de julho de 2018). «How 'Ant-Man and the Wasp' director looked to Barbra Streisand for Marvel action». The Washington Post. Consultado em 7 de julho de 2018. Cópia arquivada em 7 de julho de 2018 
  69. King, Darryn (6 de julho de 2018). «The Science (and the Scientists) Behind 'Ant-Man'». The New York Times. Consultado em 24 de outubro de 2018. Cópia arquivada em 29 de julho de 2018 
  70. Kroll, Justin (7 de junho de 2017). «'Black Mirror's' Hannah John-Kamen Lands Key Role in 'Ant-Man and the Wasp'». Variety. Consultado em 8 de junho de 2017. Cópia arquivada em 7 de junho de 2017 
  71. Hipes, Patrick (18 de julho de 2017). «Walton Goggins Flies To 'Ant-Man and the Wasp'». Deadline Hollywood. Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 19 de julho de 2017 
  72. Keene, Allison (15 de março de 2018). «'Avengers: Infinity War:' The Russo Brothers on Action, Tone, and Movies That Influenced the MCU Sequel». Collider. Consultado em 15 de março de 2018. Cópia arquivada em 15 de março de 2018 
  73. Patches, Matt (16 de julho de 2018). «Ant-Man and the Wasp's director on that claustrophobic post-credit scene». Polygon. Consultado em 17 de julho de 2018. Cópia arquivada em 17 de julho de 2018 
  74. Lesnick, Silas (11 de outubro de 2016). «Doctor Strange IMAX Preview Teases a Marvel Cinematic Multiverse». ComingSoon.net. Consultado em 11 de outubro de 2016. Cópia arquivada em 12 de outubro de 2016 
  75. Schmidt, Joseph (6 de março de 2017). «Ant-Man and the Wasp Working Title Revealed». Comicbook.com. Consultado em 6 de março de 2017. Cópia arquivada em 29 de julho de 2017 
  76. Walljasper, Matt (24 de agosto de 2017). «What's filming in Atlanta now? Avengers: Infinity War, Ant-Man and the Wasp, Valor, Uncle Drew, plus the Marvel film that got away». Atlanta. Consultado em 26 de agosto de 2017. Arquivado do original em 26 de agosto de 2017 
  77. Jacobs, Eammon (10 de setembro de 2017). «Ant-Man and The Wasp Set Video Teases San Francisco Action Sequence». Screen Rant. Consultado em 10 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 10 de setembro de 2017 
  78. Dennis, Zach (3 de outubro de 2017). «Casting Call: Marvel needs you for a scene in Savannah for 'Ant-Man and the Wasp'». Savannah Morning News. Consultado em 3 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 3 de outubro de 2017 
  79. Fashingbauer Cooper, Gael (29 de junho de 2018). «Ant-Man and The Wasp: Release date, cast, plot and reviews». CNET. Consultado em 28 de março de 2020. Cópia arquivada em 12 de junho de 2018 
  80. Reed, Peyton (19 de novembro de 2017). «That's a wrap. #AntManandtheWasp». Consultado em 20 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 24 de junho de 2017 
  81. Robinson, Joanna (28 de novembro de 2017). «What RoboCop Has to Do with the Future of the Marvel Cinematic Universe». Vanity Fair. Consultado em 2 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 2 de dezembro de 2017 
  82. Hall, Andy. «Ant-Man and the Wasp». Elastic. Consultado em 24 de outubro de 2018. Cópia arquivada em 24 de outubro de 2018 
  83. Frei, Vincent (2 de julho de 2018). «Ant-Man and the Wasp». Art of VFX. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  84. Failes, Ian (14 de agosto de 2018). «Creating the Size-Shifting Car Chase In Ant-Man and the Wasp». VFX Voice. Consultado em 22 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 23 de agosto de 2018 
  85. Reed, Peyton (23 de junho de 2017). «Is christophe beck coming back? Oh yes!». Consultado em 24 de junho de 2017. Cópia arquivada em 24 de junho de 2017 
  86. Schweiger, Daniel (3 de julho de 2018). «Interview with Christophe Beck». Film Music Magazine. Consultado em 24 de outubro de 2018. Cópia arquivada em 24 de outubro de 2018 
  87. «'Ant-Man and the Wasp' Soundtrack Details». Film Music Reporter. 5 de julho de 2018. Consultado em 7 de julho de 2018. Cópia arquivada em 6 de julho de 2018 
  88. Burton, Bonnie (22 de julho de 2017). «Comic-Con 2017: 'Black Panther,' 'Infinity War' blew us away at the Marvel panel». CNET. Consultado em 22 de julho de 2017. Arquivado do original em 23 de julho de 2017 
  89. «2019 Hyundai Veloster Will Make Its Hollywood Debut in Marvel Studios' "Ant-Man and the Wasp"». Hyundai Motor America. 15 de janeiro de 2018. Consultado em 20 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 19 de janeiro de 2018 
  90. Evans, Greg (30 de janeiro de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Trailer, Poster: Paul Rudd Stung By New Wasp Tech». Deadline Hollywood. Consultado em 31 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2018 
  91. Outlaw, Kofi (30 de janeiro de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Director Reveals Trailer's Musical Easter Egg». ComicBook.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2018 
  92. Betancourt, David (31 de janeiro de 2018). «'Ant-Man' and The Wasp' trailer tries to shrink through the 'Black Panther' hype». The Washington Post. Consultado em 31 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2018 
  93. Brown, Tracy (31 de janeiro de 2018). «First 'Ant-Man and the Wasp' trailer flaunts Evangeline Lilly's super-heroics». Los Angeles Times. Consultado em 31 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 30 de janeiro de 2018 
  94. a b McMillan, Graeme (1 de maio de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Is an 'Infinity War' Palate Cleanser». The Hollywood Reporter. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 4 de maio de 2018 
  95. Ritman, Alex (13 de junho de 2018). «CineEurope: Disney Offers Glimpses of 'Toy Story 4,' 'Avengers 4,' 'Wreck-It Ralph 2'». The Hollywood Reporter. Consultado em 14 de junho de 2018. Arquivado do original em 14 de junho de 2018 
  96. «Ant-Man and The Wasp: Nano Battle! set to open on March 31, 2019». news-en.hongkongdisneyland.com. Consultado em 6 de maio de 2019 
  97. Johnson, Zach (26 de junho de 2018). «Ant-Man and the Wasp: Inside the Star-Studded Premiere». E! Online. Consultado em 26 de junho de 2018. Cópia arquivada em 26 de junho de 2018 
  98. McEwan, Cameron K.; Longridge, Chris (7 de agosto de 2019). «Marvel's 'Phases' explained: What goes when & why». Digital Spy. Consultado em 4 de junho de 2021. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2019 
  99. Aresti, Zoe (15 de novembro de 2017). «Latest Film Release Changes: 15 November 2017». Digital Cinema Media. Consultado em 7 de junho de 2018. Cópia arquivada em 12 de junho de 2018 
  100. a b Butler, Tom (1 de maio de 2018). «Was 'Ant-Man and the Wasp' delayed in the UK because of the World Cup?». Yahoo!. Consultado em 2 de junho de 2018. Cópia arquivada em 31 de maio de 2018 
  101. Fullerton, Huw (11 de julho de 2018). «Why isn't Ant-Man and the Wasp out in UK cinemas yet?». Radio Times. Consultado em 12 de julho de 2018. Cópia arquivada em 12 de julho de 2018 
  102. Bonomolo, Cameron (28 de maio de 2018). «Fans Are Petitioning For Marvel To Change The 'Ant-Man & The Wasp' Release Date in The UK». ComicBook.com. Consultado em 29 de maio de 2018. Cópia arquivada em 31 de maio de 2018 
  103. Chitwood, Adam (10 de setembro de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' Blu-ray Release Date and Details Revealed with New Trailer». Collider. Consultado em 10 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 10 de setembro de 2018 
  104. Bonomolo, Cameron (9 de setembro de 2018). «Marvel Cinematic Universe Movies Pass $4 Billion at Box Office in 2018». Comicbook.com. Consultado em 10 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 10 de setembro de 2018 
  105. D'Alessandro, Anthony (15 de julho de 2018). «Why Dwayne Johnson Pic 'Skyscraper' Went Up In Flames At The B.O. With $25M+». Deadline Hollywood. Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada em 13 de julho de 2018 
  106. D'Alessandro, Anthony (22 de julho de 2018). «Shocker: 'Mamma Mia 2' Meets B.O. Waterloo As 'Equalizer 2' Is The No. 1 Winner That Takes It All With $35M+». Deadline Hollywood. Consultado em 24 de julho de 2018. Cópia arquivada em 20 de julho de 2018 
  107. D'Alessandro, Anthony (29 de julho de 2018). «'Mission' Accomplished: 'Fallout' $61M+ Opening Reps Record For Tom Cruise Franchise – Sunday». Deadline Hollywood. Consultado em 1 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 29 de julho de 2018 
  108. D'Alessandro, Anthony (5 de agosto de 2018). «'Mission' Notches Best 2nd Weekend For Franchise With $35M; 'Christopher Robin' No Eeyore With $25M – Sunday Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2018 
  109. D'Alessandro, Anthony (13 de agosto de 2018). «'Meg' Makes More Moola: Updated $45M+ Opening Reps Record Debut For Director Jon Turteltaub – Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 12 de agosto de 2018 
  110. Tartaglione, Nancy (8 de julho de 2018). «'Ant-Man And The Wasp' Zaps $85M In Debut; China's 'Dying To Survive' Prescribes $200M – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 9 de julho de 2018. Cópia arquivada em 9 de julho de 2018 
  111. Tartaglione, Nancy (15 de julho de 2018). «'Hotel Transylvania 3' Registers $100M+ WW; 'Skyscraper' Jumps In Low With $40M Offshore – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada em 16 de julho de 2018 
  112. Tartaglione, Nancy (24 de julho de 2018). «Pop & Rock: 'Mamma Mia 2' Puts $43M In Offshore Jukebox, 'Skyscraper' Tops China With $48M – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 24 de julho de 2018. Cópia arquivada em 22 de julho de 2018 
  113. Tartaglione, Nancy (30 de julho de 2018). «'Mission: Impossible – Fallout' Jumps Higher With Record $156M Global Bow – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 1 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 30 de julho de 2018 
  114. Tartaglione, Nancy (5 de agosto de 2018). «Cruise Control: 'Mission: Impossible – Fallout' Revs To $330M WW – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de agosto de 2018 
  115. Tartaglione, Nancy (19 de agosto de 2018). «'Meg' Munches On $300M+ & 'M:I- Fallout' Jumps Over $500M WW In Milestone-Rich Frame – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 20 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2018 
  116. Tartaglione, Nancy (26 de agosto de 2018). «'Ant-Man & The Wasp' Whips Up $68M China Bow; 'Meg' Mints $400M+; 'Crazy Rich' Starts In Asia – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 27 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 26 de agosto de 2018 
  117. a b Tartaglione, Nancy (3 de setembro de 2018). «'Mission: Impossible – Fallout' Flies Into China With Series High $77M, Cruises To $649M WW – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 3 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 3 de setembro de 2018 
  118. Tartaglione, Nancy (9 de setembro de 2018). «'The Nun' Conjures $77.5M Overseas, $131M Global Bow; 'M:I – Fallout' Tops $700M WW – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 10 de setembro de 2018. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2018 
  119. a b Travers, Peter (27 de junho de 2018). «'Ant Man and the Wasp' Review: Tiny Heroes Turn New MCU Epic Into Giant Fun». Rolling Stone. Consultado em 27 de junho de 2018. Cópia arquivada em 29 de junho de 2018 
  120. «Ant-Man and the Wasp». Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  121. «Ant-Man and the Wasp». Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  122. Roeper, Richard (5 de julho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' a buzzworthy sequel full of laughs and CGI thrills». Chicago Sun-Times. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2018 
  123. Dargis, Manohla (4 de julho de 2018). «Review: 'Ant-Man and the Wasp' Save the World! With Jokes!». The New York Times. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2018 
  124. Abrams, Simon (2 de julho de 2018). «Ant-Man and the Wasp». RogerEbert.com. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2018 
  125. Gleiberman, Owen (27 de junho de 2018). «Film Review: 'Ant-Man and the Wasp'». Variety. Consultado em 27 de junho de 2018. Cópia arquivada em 27 de junho de 2018 
  126. Hornaday, Ann (27 de junho de 2018). «The plot is ho-hum, but 'Ant-Man and the Wasp' is still endearing and fun». The Washington Post. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2018 
  127. Burr, Ty (4 de julho de 2018). «'Ant-Man and the Wasp' is a Marvel marvel». The Boston Globe. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2018 
  128. Zacharek, Stephanie (3 de julho de 2018). «Review: Ant-Man and the Wasp Has Stakes as Small as Its Superheroes But It's Hard to Dislike». Time. Consultado em 6 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2018 
  129. «The 20th Annual Golden Trailer Award Winners». Golden Trailer Awards. Consultado em 5 de junho de 2019. Cópia arquivada em 5 de junho de 2019 
  130. Yang, Rachel (16 de outubro de 2018). «'Black Panther', 'A Star Is Born' Lead 2018 Hollywood Music in Media Awards Nominees». Variety. Consultado em 16 de outubro de 2018. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2018 
  131. «2018 StLFCA Annual Award Winners». St. Louis Film Critics Association. 9 de dezembro de 2018. Consultado em 17 de dezembro de 2018. Cópia arquivada em 4 de maio de 2016 
  132. Hipes, Patrick (12 de dezembro de 2018). «SAG Awards Nominations: 'A Star Is Born', 'Mrs. Maisel', 'Ozark' Lead Way – The Full List». Deadline Hollywood. Consultado em 12 de dezembro de 2018. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2018 
  133. Yang, Rachel (11 de agosto de 2019). «Teen Choice Awards 2019: See the full list of winners and nominees». Entertainment Weekly. Consultado em 7 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 7 de fevereiro de 2021 
  134. Tapley, Kristopher (15 de janeiro de 2019). «Avengers,' 'Lost in Space,' 'Ready Player One' Lead Visual Effects Society Nominations». Variety. Consultado em 17 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2019 
  135. Couch, Aaron (3 de maio de 2021). «Marvel Unveils 'Black Panther II' Title, First 'Eternals' Footage and More». The Hollywood Reporter. Consultado em 3 de maio de 2021. Cópia arquivada em 3 de maio de 2021 
  136. a b Gemmill, Allie (10 de dezembro de 2020). «'Ant-Man 3' Title and Kathryn Newton Casting for MCU Threequel Revealed». Collider. Consultado em 10 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  137. Kit, Borys (3 de abril de 2020). «'Ant-Man 3' Finds its Writer With 'Rick and Morty' Scribe (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 3 de abril de 2020. Cópia arquivada em 4 de abril de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]