Honda NX4 Falcon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Honda NX4 Falcon
Visão Geral
Produção 1999 - 2008
2012 - 2015
Fabricante Honda
Modelo
Classe On-Off Road
Carroceria Berço semiduplo
Ficha técnica
Motor 397,2 cc
30,6 cv (1999 - 2008)
28,7 cv (2012 - 2015)
Transmissão 5 velocidades
Modelos relacionados XR 250 Tornado
XRE 300
XR 400
Yamaha TDM 225, Yamaha XT 660
Suzuki DRZ-400
Kawasaki KLX 400
Dimensões
Comprimento 2147 mm
Entre-eixos 1433 mm
Largura 789 mm
Altura 850 mm (assento)
Peso 151 kg
Tanque 15 L
Consumo 20 km/L
Cronologia
NX 350 Sahara
XRE 300

NX4 Falcon é uma motocicleta produzida no Brasil pela Honda.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Lançada em setembro de 1999, em substituição à NX 350 Sahara, a NX4 Falcon teve poucas alterações ao longo de sua fabricação, até ser relançada em 2012 com injeção eletrônica e sutis alterações no seu desenho. Também é comercializada na Argentina, México, Peru e Portugal.

Possui motor monocilíndrico de quatro tempos derivado da XR 400 de enduro, com quatro válvulas e comando com disposição radial (RFVC). A potência máxima declarada é de 30,6 cv (22,82 kW) na versão antiga, a 6.500 rpm, enquanto o torque máximo declarado é de 3,51 kgfm (34,41 Nm) a 6.000 rpm. Utiliza um chassi do tipo berço semiduplo, que ancora suspensão dianteira de longo curso (220 mm) e da traseira Pro-Link (195 mm de curso). Conta com freio a disco em ambas as rodas, sendo um disco de 256 mm na dianteira com pinça de duplo pistão, e disco de 220 mm e pistão simples na traseira.

É equipada com câmbio de cinco velocidades e partida elétrica, sendo sua transmissão final feita por corrente. Possui rodas 21" na dianteira e 17" na traseira, calçadas com pneus Pirelli MT-60 de uso misto.

Seu peso a seco é de aproximadamente 151 kg. Conta com tanque de combustível com capacidade para 15,0 litros, sendo 4,0 L de reserva. Isto lhe dá autonomia para cerca de 300 km, com o consumo médio na casa dos 20 km/L na cidade.

No mercado Brasileiro, acima destaca-se a Yamaha XT 660 e dentre as importadas, as opções são maiores, como alguns modelos da KTM, da Husqvarna e da Kawasaki[1]. Foi utilizada como viaturas militares em diversos estados Brasileiros, como Rocam em São Paulo e Ronda do quarteirão e Raio, no Ceará. Em 2008 a honda do Brasil anunciou que o modelo não seria mais produzido, colocando em evidência a Honda XRE 300[2]. Ela deixou de ser produzida devido à entrada em vigor agora em janeiro de novos limites de emissão de poluentes para motos (Promot 3), a Honda parou de fabricar a NX4 Falcon(para o mercado brasileiro). Lançada no segundo semestre de 1999, tendo sido produzidas aproximadamente 120 mil unidades. Entretanto em 2012 a Honda traz de volta a moto, sendo, desta vez com injeção eletrônica, perdendo aproximadamente dois cavalos de potência, passando de 30,6 CV a 6.500 rpm para 28,7 CV a 6.500 rpm, seu torque também diminuiu um pouco, passando de 3,51 kgf.m a 6.000 rpm para 3,27 kgf.m a 6.000 rpm, e apesar de sua volta, a Honda XRE 300 não sai de linha, abastecendo o mercado das 250-300. A Falcon fica como uma opção mais potente,passou por um Face-lift (maquiagem) discreto, ganhando linhas mais angulosas e também a sigla "i"(injection) em seu nome, devido à troca do carburador para injeção eletrónica. O nome passou, então, a NX Falcon 400i. No ano de 2015 a NX 4 cessou definitivamente da sua produção.


Referências

  1. Fórum de usuários da NX4
  2. «Análise no site WebMotors». Consultado em 19 de agosto de 2008. Arquivado do original em 28 de agosto de 2008