Hospital Municipal Djalma Marques

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
HMDM
Nome completo Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I)
Localização São Luís, Maranhão,  Brasil
Fundação 23 de maio de 1982
Sistema de saúde SUS
Financiamento Prefeitura de São Luís
Tipo Público
Emergência Sim
Especialidades Clínicas, cirúrgicas, ortopédicas, neurológicas e neurocirúrgicas, buco-maxilo-facial
Site http://www.saoluis.ma.gov.br/semus
editar

O Hospital Municipal Djalma Marques (conhecido como Socorrão I) é uma autarquia municipal de São Luís e o maior hospital público do Maranhão, realizando atendimento de urgência e emergência.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) começou a funcionar em 1972, no Centro da cidade.[1]

Em 1982, foi doado pela Cruz Vermelha Brasileira à Prefeitura de São Luís. passando a integrar a rede municipal de saúde. Recebeu esse nome em homenagem ao médico maranhense Djalma Marques.[1]

A autarquia foi criada pela Lei nº 2.579, de 07 de maio de 1982, sendo vinculada à Secretaria Municipal de Saúde. Foi reorganizado pela Lei nº 3789 e 30 de dezembro de 1998.[2]

Entre suas finalidades e atribuições estão:[2]

  • Executar a política de assistência médica-hospitalar de urgência e emergência, no âmbito do Município de São Luís.
  • Servir de apoio às instituições de ensino na formação teórico-prático dos profissionais de saúde.
  • Poder celebrar acordos, convênios e contratos com instituições públicas ou privadas, visando a melhoria dos serviços de assistência médico-hospitalar.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

No ano de 2014, a unidade realizou uma média de 12 mil atendimentos mensais em urgências clínicas, cirúrgicas, ortopédicas, neurológicas e neurocirúrgicas. No mesmo ano, a unidade contava com uma equipe de 1.850 profissionais, entre servidores efetivos, contratados, celetistas e temporários.[1]

A unidade realiza atendimentos de alta e média complexidade, recebendo alta demanda de pacientes. Em torno de 60% dos pacientes que buscam o Socorrão I vem do interior do estado para capital, gerando constantes críticas da população por problemas infraestrutura e superlotação.[3]

O Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão II) foi inaugurado em 1998 e também integra a rede de urgência e emergência municipal, atendo ocorrências clínicas e cirúrgicas de pacientes adultos, especialmente, o atendimento a traumatismos ortopédicos, neurocirúrgicos e bucomaxilares.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c «Prefeitura determina reforma e ampliação dos Socorrões». Agência São Luís de Notícias. Consultado em 22 de dezembro de 2018 
  2. a b «Leis Municipais». leismunicipais.com.br. Consultado em 22 de dezembro de 2018 
  3. «Com maioria de pacientes do interior, Socorrões mantêm macas em corredor». Jornal O Estado do Maranhão. 8 de junho de 2017. Consultado em 22 de dezembro de 2018