Houlletia brocklehurstiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaHoulletia brocklehurstiana
Houlletia brocklehurstiana (as Maxillaria brocklehurstiana) - Sertum - Lindley pl. 43 (1838).jpg
Classificação científica
Superdomínio: Biota
Reino: Plantae
Sub-reino: Viridiplantae
Infrarreino: Streptophyta
Superdivisão: Embryophyta
Divisão: Tracheophyta
Subdivisão: Euphyllophyta
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Género: Houlletia
Espécie: Houlletia brocklehurstiana

Houlletia brocklehurstiana é uma espécie de planta do gênero Houlletia e da família Orchidaceae.[1] Houlletia brocklehurstiana ocorre em praticamente todo litoral leste brasileiro, sendo encontrada em regiões de altitude da mata atlântica.[1]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

A espécie foi descrita em 1841 por John Lindley.[2] Os seguintes sinônimos já foram catalogados: [1]

  • Houlletia stapeliiflora Brongn.
  • Houlletia stapelioides Brongn. ex Rchb.f.
  • Maxillaria brocklehurstiana Lindl.

Forma de vida[editar | editar código-fonte]

É uma espécie epífita, terrícola e herbácea.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Terrícola com raízes cilíndricas, tem caule secundário espessado em pseudobulbo, ovóide, sulcado, 1-foliado, 6,5-8 centímetros de comprimento. Sua folha é longamente peciolada; lâmina elíptica, plicada, com várias nervuras longitudinais proeminentes, 42,5-55 centímetros de comprimento.. Ela tem flores ressupinadas, creme com pontuações e manchas castanho-vinosas; pedicelo com ovário com cerca de 2,8 centímetros de comprimento; sépalas livres entre si, subpatentes a ligeiramente reflexas, a dorsal obovado-lanceolada; pétalas subpatentes a ligeiramente reflexas, rômbico-lanceoladas; labelo 3-partido, unguiculado, hipoquílio estreito, carnoso, epiquílio em lâmina oblongo-retangular, políniasrs cartilaginosas, unidas a um estipe e viscídio.[1]

Conservação[editar | editar código-fonte]

A espécie faz parte da Lista Vermelha das espécies ameaçadas do estado do Espírito Santo, no sudeste do Brasil. A lista foi publicada em 13 de junho de 2005 por intermédio do decreto estadual nº 1.499-R.[3]

Distribuição[editar | editar código-fonte]

A espécie é encontrada nos estados brasileiros de Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.[1] Em termos ecológicos, é encontrada no domínio fitogeográfico de Mata Atlântica, em regiões com vegetação de mata ciliar e floresta ombrófila pluvial.[1]

Notas[editar | editar código-fonte]

Contém texto em CC-BY-SA 4.0 de Santos, T.F.; Smidt, E.C. Houlletia in Flora e Funga do Brasil. [1]

Referências

  1. a b c d e f g h «Houlletia brocklehurstiana Lindl.». floradobrasil2020.jbrj.gov.br. Consultado em 18 de abril de 2022 
  2. «Houlletia brocklehurstiana». www.gbif.org (em inglês). Consultado em 18 de abril de 2022 
  3. «IEMA - Espécies Ameaçadas». iema.es.gov.br. Consultado em 12 de abril de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.