Hovik Abrahamyan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hovik Abrahamyan
Hovik Abrahamyan
Primeiro-ministro da Arménia
Período 13 de abril de 2014 até 13 de setembro de 2016
Antecessor Tigran Sargsyan
Sucessor Karen Karapetyan
Presidente da Assembleia Nacional
Período 31 de maio de 2012 até 13 de abril de 2014
Antecessor Samvel Nikoyan
Sucessor Galust Sahakyan
Período 28 de setembro de 2008 até 21 de novembro de 2011
Antecessor Hrayr Karapetyan (interino)
Sucessor Samvel Nikoyan
Dados pessoais
Nascimento 24 de janeiro de 1958 (61 anos)
Mkhchyan,  União Soviética
(hoje na  Armênia)
Alma mater Instituto da Economia Nacional de Erevã
Partido Partido Republicano

Hovik Abrahamyan (em armênio/arménio: Հովիկ Արգամի Աբրահամյան; nascido a 24 de janeiro de 1958) é um político arménio. É membro do partido atualmente no poder, o Partido Republicano da Arménia, e foi primeiro-ministro do país entre 2014 e 2016.[1] Era anteriormente o presidente da Assembleia Nacional.

Vida[editar | editar código-fonte]

Abrahamyan, nascido na aldeia de Mkhchyan na província de Ararate, iniciou a sua carreira profissional em 1990 como chefe do departamento da Fábrica de Conhaque do Burastão e, mais tarde, como presidente da fábrica de vinho e brande de Artaxata. Em 1995 tornou-se deputado ao parlamento arménio. Foi presidente da Câmara (prefeito, em português brasileiro) de Artaxata em 1996, e governador da província de Ararate em 1998.[2]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Durante a administração do presidente Robert Kocharyan, em 2002 foi nomeado ministro da Administração Territorial (cargo que supervisiona as estruturais governamentais regionais), tendo servido até 2008 quando se demitiu para ser nomeado, em abril de 2008, chefe de gabinete do novo presidente recentemente eleito Serzh Sargsyan. Em agosto de 2007 foi reeleito numa eleição sem opositor (para o lugar vago pela resignação do seu irmão mais velho, Henrikto)[3] para a Assembleia Nacional (quarta convocatória), e em setembro do mesmo ano foi eleito presidente da Assembleia Nacional da Arménia. Renunciou ao cargo em novembro de 2011 e foi reeleito para a Assembleia Nacional a 6 de maio de 2012, como membro do Partido Republicano da Arménia.[2] Opôs-se ao projeto-lei do seu predecessor que obrigaria os políticos arménios, bem como os detentores dos princiapais cargos públicos, a declararem os seus interesses e participações em negócios.[4]

Primeiro-ministro[editar | editar código-fonte]

Foi nomeado primeiro-ministro em abril de 2014, no seguimento da demissão de Tigran Sargsyan, por razões desconhecidas, suspeitando-se de uma lei de reforma de pensões que sofrera consideráveis críticas. Abrahamyan foi nomeado para o cargo de primeiro-ministro pelo presidente Serzh Sargsyan, que se referiu a ele como "um novo primeiro-ministro muito eficiente."[5] Recebeu os parabéns do primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev.[6]

Imagem pública[editar | editar código-fonte]

Abrahamyan tem sido apelidado de forma depreciativa[7] "Muk" (Մուկ), significando literalmente "rato".[8][9] Numa entrevista, Abrahamyan referiu que a alcunha lhe havia sido dada pela sua avó, por ser costume ele roubar-lhe doces.[10]

Em vários telegramas enviados em 2008, Joseph Pennington, Vice-chefe de missão da Embaixada dos Estados Unidos em Erevã, caracterizava Abrahamyan como "sendo considerado por observadores externos — e por muitos arménios — como rude, mal-educado e como uma figura paroquial, novo-rico ignorante cuja marca própria de política ligada a dinheiro sujo, abuso dos «recursos administrativos» do Estado, e oportunismo habilidoso se enquadra na pior tradição da política recente da Arménia", como "um político de máquina, oleoso... no centro de um esforço intencional para abusar das agências e funcionários dos governos locais para fazerem pressão para angariar todos os votos possíveis para o primeiro-ministro",[11] como "principal congeminador das mais sujas e coercivas táticas da campanha eleitoral presidencial de Serzh Sargsian",[12] e como "rufião pouco sofisticado" cujos "instintos não são progressivos".[4]

Também em 2008, a embaixadora estadunidense na Arménia, Marie Yovanovitch, descreveu Abrahamyan como um político que usa o seu poder para promover os seus interesses em negócios.[13] Também foi noticiado que é dono de duas dúzias de empresas, incluindo três minas areníferas no rio Arax, 1 500 hectares de vinhas em Artashar, mais de 10 bombas de gasolina fora de Erevã, um terço da Ararat Cement, casinos, estações de serviço e uma casa de verão avaliada em 7 milhões de dólares na Crimeia.[14] Opôs-se ao projeto-lei do seu antecessor relativo à obrigatoriedade de políticos e altos funcionários do Estado fazerem declarações de ativos e interesses empresariais.[15]

O filho de Abrahamyan, Argam, está casado com a filha de Gagik Tsarukyan, oligarca e líder partidário do partido político Arménia Próspera.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Hovik Abrahamyan appointed Prime Minister». Rádio Pública da Arménia (em inglês). 13 de abril de 2014. Consultado em 13 de abril de 2014 
  2. a b «Hovik Abrahamyan». Assembleia Nacional da Arménia. Consultado em 7 de janeiro de 2014 
  3. https://www.wikileaks.org/plusd/cables/08YEREVAN672_a.html
  4. a b https://www.wikileaks.org/plusd/cables/09YEREVAN885_a.html
  5. http://www.reuters.com/article/2014/04/13/us-armenia-politics-idUSBREA3C0MG20140413
  6. http://en.itar-tass.com/world/728518
  7. Mkrtchyan, Gayane (14 de abril de 2014). «The New PM: Predicted rise to power for Hovik Abrahamyan». ArmeniaNow (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2014. ...whom detractors have nicknamed “Mouse”... 
  8. Kalantarian, Karine (8 de fevereiro de 2008). «Opposition Activists 'Beaten Up'» (em inglês). Radio Free Europe/Radio Liberty Armenian Service. Consultado em 13 de abril de 2014. ...Abrahamian by his notorious nickname, Muk (Mouse). 
  9. Aramyan, Haik (2 de junho de 2012). «When Mouse Will Be Dismissed». lragir.am (em inglês). Consultado em 13 de abril de 2014. ...“Muk” (Mouse), the nickname of Speaker Hovik Abrahamyan... 
  10. «Արամ Հարությունյան. Ես չգիտեմ, թե ինչու են ինձ անվանում Բուլկի Արամ». news.am (em arménio). 29 de dezembro de 2009. Consultado em 17 de abril de 2014. Հիշեցնենք, որ ընդդիմադիր թերթերից մեկին տված հարցազրույցում Հայաստանի խորհրդարանի նախագահ Հովիկ Աբրահամյանը բացատրել էր, թե որտեղից է ծագում իր «Մուկ» մականունը: Նրա խոսքով, իրեն այդպես անվանել է տատիկը, երբ փոքրիկ Հովհաննեսը թաքուն գողանում էր տատի պահած կոնֆետները: 
  11. https://www.wikileaks.org/plusd/cables/08YEREVAN99_a.html
  12. https://www.wikileaks.org/plusd/cables/08YEREVAN356_a.html
  13. Parliament Prez and MP Get Lucrative Mining License http://hetq.am/eng/news/960//
  14. http://armenianow.com/news/politics/53591/hovik_abrahamyan_prime_minister_armenia_serzh_sargsyan_wikileaks
  15. https://www.wikileaks.org/plusd/cables/09YEREVAN885_a.html "I don't accept things like that," he proclaimed.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Tigran Sargsyan
Primeiro-ministro da Arménia
2014 – 2016
Sucedido por
Karen Karapetyan