How to Lose Friends & Alienate People

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
How to Lose Friends & Alienate People
Como Perder Amigos e Alienar Outros (PT)
Um Louco Apaixonado (BR)
 Reino Unido
 Estados Unidos

2008 •  cor •  110 min 
Direção Robert B. Weide
Produção Elizabeth Karlsen
Stephen Woolley
Coprodução Toby Young
Roteiro Peter Straughan (roteiro)
Toby Young (livro)
Elenco Simon Pegg
Kirsten Dunst
Megan Fox
Danny Huston
Gillian Anderson
e
Jeff Bridges
Música David Arnold
Cinematografia Oliver Stapleton
Edição David Freeman
Lançamento Portugal 1º de janeiro de 2009
Brasil 27 de março de 2009
Orçamento USD$28 milhões[1]
Receita USD$17,416,598 (mundialmente)[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

How to Lose Friends & Alienate People (Como Perder Amigos e Alienar Outros em Portugal e Louco Apaixonado no Brasil) é uma comédia romântica de 2008 baseado nas memórias de mesmo nome do escritor britânico Toby Young. O filme segue uma linha semelhante, sobre seus cinco anos batalhando para se estabelecer nos Estados Unidos após ser empregado na Sharps Magazine.[3] Os nomes das pessoas e revistas que Young entrou em contanto com foram alterados para a adaptação do filme. A versão cinematográfica (adaptada por Peter Straughan) é mais ficcional e muito diferente se relacionado com o trabalho do qual foi adaptado.

O filme foi dirigido por Robert B. Weide e tem no elenco Simon Pegg como Sidney Young, Kirsten Dunst como Alison Olsen, Jeff Bridges como Clayton Harding, Danny Huston como Lawrence Maddox, Gillian Anderson como Eleanor Johnson e Megan Fox como Sophie Maes. Estão no elenco também Max Minghella e Margo Stilley. How to Lose Friends And Alienate People foi lançado nos Estados Unidos e no Reino Unido em 3 de outubro de 2008, em 1º de janeiro de 2009 em Portugal e em 27 de março de 2009 no Brasil.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Sidney Young (Simon Pegg) é um pequeno, aspirante jornalista britânico que trabalha para um revista radical de esquerda. Após um incidente em uma festa onde Sidney acidentalmente solta um porco ele é contratado para trabalhar em uma grande revista em Nova Iorque. Ele é contratado por Clayton Harding (Jeff Bridges), editor da revista Sharps, um homem que Sidney havia anteriormente satirizado em sua revista.

Sidney perturba seus colegas de trabalho, começando com Alison Olsen (Kirsten Dunst), que está ali apenas para conseguir dinheiro até acabar seu livro, então seu chefe Lawrence Maddox (Danny Huston). Ele também ameaça atingir os maiores clientes do publicitário Eleanor Johnson (Gillian Anderson). Ele então encontra uma nova estrela em ascensão, Sophie Maes (Megan Fox), entretanto Lawrence manda ele evitar falar com ela. Sidney faz de sua missão virar alguém importante no ramo, entretanto, suas chances são destruídas quando ele acidentalmente mata o cão de Sophie.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

How to Lose Friends & Alienate People é um filme independente e foi descrito como "um O Diabo Veste Prada envolto em testosterona."[1]

Em 2006, anunciaram que Simon Pegg seria o protagonista,[4] em abril de 2007 revelaram que Kirsten Dunst apareceria no filme,[5] e em maio de 2007, Jeff Bridges e Gillian Anderson foram adicionados ao elenco.[6]

Toby Young, que escreveu as memórias, foi banido do set pois ele estava distraindo o elenco e a equipe.[7] Apesar de que ele aparece no filme.

A música da banda Metro Station, "Shake It", e a música da banda Phantom Planet, "Do The Panic", foram usadas no trailer.

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme abriu como número um na bilheteria do Reino Unido, ganhando o equivalente a US$7 055 425 durante seu tempo em cartaz lá. Ele ganhou o equivalente a US$2 927 210 na Rússia e o equivalente a US$1 963 356 na Austrália.[8] Nos Estados Unidos e no Canadá, o filme adquiriu o equivalente a US$2 778 242.

A receita mundial foi perto de 17.3 milhões de dólares, 40% menos do que o orçamento.[2]

Críticas[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu no geral críticas negativas. Ele atualmente possui classificação de 37% no site Rotten Tomatoes, entretanto nem todos odiaram o filme, The Spectator, por exemplo, chamou o filme de "divertido".[9] The Sunday Times disse que o filme "possui mais risadas do que qualquer outra comédia britânica para aparecer."[10]

Nos Estados Unidos, Roger Ebert chamou de "possivelmente o melhor filme que podia ser feito sobre Toby Young que não é censurado para acima de 17" e deu três estrelas e meia de quatro.[11]

Referências

  1. a b c McGee, Celia (14 de novembro de 2007). «Sweet Smell of Revenge (Screen Version)». nytimes.com. Consultado em 16 de novembro de 2008 
  2. a b How to Lose Friends & Alienate People (em inglês) no Box Office Mojo
  3. Landesman, Cosmo (5 de outubro de 2008). «How to Lose Friends & Alienate People». The Times. Consultado em 5 de outubro de 2008 
  4. «Simon Pegg Is Toby Young». empireonline.com. 18 de setembro de 2006. Consultado em 16 de novembro de 2007 
  5. «Blonde On Blonde, Dunst joins Pegg for journo comedy...». empireonline.com. 23 de abril de 2007. Consultado em 16 de novembro de 2007 
  6. «Pegg Makes Friends, Big names join journo flick...». empireonline.com. 13 de maio de 2007. Consultado em 16 de novembro de 2007 
  7. Young, Toby (9 de março de 2008). «Why Kirsten Dunst banned me from the set of the film about my life». The Spectator. Consultado em 30 de março de 2008 
  8. International Box Office do Box Office Mojo
  9. Losing is the new winning de uma crítica em 1º de outubro de 2008 no The Spectator
  10. How to Lose Friends & Alienate People makes a big star of Simon Pegg, uma crítica de 5 de outubro de 2008 do The Sunday Times
  11. Review of How to Lose Friends & Alienate People por Roger Ebert

Ligações externas[editar | editar código-fonte]