Huceine ibne Alcacim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Huceine.
Huceine
Nacionalidade Califado Abássida
Etnia Árabe
Progenitores Pai: Alcacim
Ocupação Vizir
Religião Cristianismo nestoriano

Huceine ibne Alcacim (Al-Husayn ibn al-Qasim - lit. Huceine, filho de Alcacim) foi um oficial sênior do Califado Abássida que serviu como vizir de setembro de 931 até maio de 932.

Vida[editar | editar código-fonte]

Dinar de ouro do califa Almoctadir (r. 908–932)

Huceine era originário duma família de origem cristã nestoriana que havia servido na burocracia califal desde os tempos do Califado Omíada, e foi o filho, neto e bisneto de vizires. A família, contudo, havia perdido o poder após a morte do pai de Huceine, Alcacim, em 904. Ele foi nomeado para o vizirado e recebeu o título de "Amide Aldaulá" ("Esteio do Estado") pelo califa Almoctadir (r. 908–932) em setembro de 931, com o apoio de Ali ibne Alfurate e sua facção contra a fação rival de Ali ibne Issa Aljarrá, e o comandante-em-chefe Munis Almuzafar. Segundo o estudioso C. E. Bosworth, Huceine foi "talvez o último vizir a tentar reter para o vizirado certo grau de sua antiga independência". Ele tentou restaurar as finanças do Estado, mas caiu do poder devido às incessantes rivalidades cortesãs em maio de 932.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Ubaidalá
Vizires do Califado Abássida
Setembro de 931 – maio de 932
Sucedido por
Fadal ibne Jafar ibne Alfurate

Referências

  1. Bosworth 2002, p. 33-34.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bosworth, C. E. (2002). «Wahb». The Encyclopedia of Islam, New Edition, Volume XI: W–Z. Leida e Nova Iorque: BRILL. ISBN 90-04-12756-9