Hugo Pontes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Hugo Pontes (Três Corações, 22 de julho de 1945) é um poeta brasileiro.

Foi muito cedo para Conceição do Rio Verde. Sua trajetória na vida literária inicia-se no ano de 1963 em Oliveira, junto com Márcio Almeida e o Grupo VIX de poesia de vanguarda.

Desde o começo, revela-se um poeta preocupado com o espaço branco do papel, tanto que cria o primeiro poema (visual) símbolo do Grupo.

No final dos anos 1960 integra o movimento de Poema/Processo com o grupo de poetas de Cataguases. A partir de 1970 volta-se para o poema visual e desenvolve intenso trabalho, integrando o movimento visual a Arte Postal no Brasil e no exterior, tendo participação em mais de 500 exposições por diversos países.

Suas atividades literárias e de pesquisa histórica resultaram em uma lista de obras publicadas de poesia, poema visual, o ensaio e a história. Tem cerca de trinta obras publicadas entre livros-solo e antologias.

Reside na cidade de Poços de Caldas. É formado em Letras com especialização em Literatura Brasileira e Pedagogia, com especialização em Supervisão Educacional. Especialização em Memória e Pesquisa em História. Especialização em Sistemas de Informação.

Em sua atividade como educador, ao longo de 40 anos, foi professor no Colégio Estadual Professor Pinheiro Campos, em Oliveira (1972-1973); no Instituto Educacional São João da Escócia (1974-1985); da Escola Estadual Polivalente (1986-1987) e do Centro Estadual de Estudos Supletivos (1987-1993), por concurso; professor e coordenador do curso de Turismo, da Extensão Universitária e das Relações Institucionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - Poços de Caldas - tendo sido um dos integrantes na implantação do Campus (1997-2005); professor da Universidade de Alfenas, Campus de Poços de Caldas (2005-2007); Supervisor Pedagógico da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, por concurso (1987 até os dias atuais). Em 1997 ocupou o cargo de Secretário Municipal da Educação e Cultura de Poços de Caldas.

Desde 1996 possui um sitio dedicado ao poema visual.

“A primeira leitura que fazemos do mundo, para o qual chegamos, é a do universo das imagens. Ver é um processo natural, ler é um aprendizado formal.”

— Hugo Pontes

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • ACIA - Trabalho e Desenvolvimento. Editora O Jornalista, Poços de Caldas,MG, 2016
  • Associação Atlética Caldense: História e Glórias. 2ª Edição, Editora O Jornalista, Poços de Caldas,MG, 2015
  • A Literatura Poços-caldense desde as Origens - 1872-1913: Gráfica e Editora Sulminas,2013
  • Minas em Pedaços: Os Movimentos Separatistas nas Gerais. Poços de Caldas :Gráfica e Editora Sulminas. 2010.
  • Poemas Visuais e Poesias. São Paulo :Annablume/Dix:2ª.Ed. 2007.
  • O Teatro de Poços de Caldas. Poços de Caldas :Gráfica e Editora Sulminas. 2006.
  • A Poesia das Águas - Retratos Escritos de Poços de Caldas. Poços de Caldas :Gráfica e Editora Sulminas, 2005.
  • O Congado em Oliveira. Poços de Caldas :Gráfica e Editora Sulminas, 2003.
  • A Literatura Poços-caldense desde as Origens. Poços de Caldas :Edição do Autor, 2002.
  • Léo Ferrer em Vida. Poços de Caldas : Gráfica e Editora Sulminas, 2002.
  • O Barracão da Discórdia. Poços de Caldas : Gráfica e Editora Sulminas 2001.
  • Poemas visuais e poesias. São Paulo :Annablume, 2001.
  • 110 anos de Imprensa Poços-Caldense. Poços de Caldas :Gráfica e Editora Sulminas,1999.
  • Guimarães Rosa, Uma Leitura Mística. Poços de Caldas :Gráfica e Editora Sulminas,1998.
  • Associação Atlética Caldense: História e Glórias. Poços de Caldas :Gráfica e Editora Sulminas,1998.
  • Defesa de tese. Belo Horizonte :Mulheres Emergentes, Ed. Plurart's 1997.
  • A Loja Maçônica Estrela Caldense e sua História. Poços de Caldas :Universal, 1995.