Humberto III, Conde de Saboia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Humberto III, Conde de Saboia
Nascimento 4 de agosto de 1136
Avigliana
Morte 4 de março de 1189 (52 anos)
Chambéry
Sepultamento Abadia de Hautecombe
Progenitores Mãe:Matilde de Albon
Pai:Amadeu III de Saboia
Cônjuge Clemência de Zähringen, Beatriz de Vienne, Faidiva de Toulouse
Filho(s) Tomás I de Saboia
Irmão(s) Mafalda de Saboia
Ocupação aristocrata
Título conde
Armoiries Savoie Ancien - écu moderne.svg
Religião Igreja Católica

Humberto III (4 de Agosto de 11354 de Março de 1189), apelidado de "o Santo", foi Conde de Saboia desde 1148 até sua morte.

Humberto esteve à frente dos seus domínios desde 1149 até 1189, ano da sua morte, foi tido como um homem resoluto, de espírito aberto e achava-se indigno da dignidade de príncipe. Passou anos da sua vida num mosteiro, teve no entanto de renunciar solenemente à categoria de celibatário de forma a poder dar um herdeiro ao condado, como lhe era exigido pelos nobres e pelo povo.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Amadeu III de Saboia (1092 - 30 de Agosto de 1148) e Mafalda de Albon (1105 - 1145) também conhecida como Mahaut, ou Matilde de Albon, e irmão de Mafalda de Saboia, a primeira rainha de Portugal.. O dia 4 de Março de cada ano é dedicado às festividades de “Santo Humberto de Saboia”.

Assim, casou pela primeira vez com mulher ainda muito jovem de nome Faidiva de Toulouse (1140 - 1154 ), filha de Afonso I de Toulouse e que morreu sem lhe dar filhos.

Casou segunda vez, em 1155, com Gertrudes da Flandres (c. 1140 - ?) de quem se veio a divorciar. Fê-la prisioneira, tendo-a mais tarde solto por intervenção de Roberto, bispo de Cambrai, e mandado para a corte de seu irmão, Filipe da Flandres. Deste casamento também não teve descendentes.

Depois de receber pedidos dos nobres e do povo da Saboia voltou a casar-se. Este terceiro casamento aconteceu em 1164 e foi com Clemência de Zähringen, filha de Conrado I de Zahringen. Deste casamento nasceu:

  1. Sofia de Saboia, (1165 - 1202), casada com Azzo IV de Este.
  2. Adelaide de Saboia ou Alice de Saboia como também foi conhecida, (1166 - 1178).

Ainda antes de voltar ao mosteiro como sempre foi seu desejo, Humberto ainda se voltou a casar desta vez em 1175 com Beatriz de Vienne (c. 1140 - 1230) também conhecida como Beatriz de Macon, filha de Gerardo I de Mâcon (1125 - 1148) e de Maurette de Salins, de quem teve:

  1. Tomás I de Saboia, conde de Saboia e de Mauriana (27 de Março de de 1176 - 1 de Março de 1233) casado com Margarida de Genebra (1180 - 8 de Abril de 1257), filha de Henrique I de Faucigny (1155 - 1197) e de Margarida de Genebra (1160 -?).

Referências[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Amadeu III de Saboia
Humberto III, Conde de Saboia
Coat of arms of the House of Savoy (early).svg
Conde de Saboia

1148 - 1189
Sucedido por
Tomás I de Saboia
Ícone de esboço Este artigo sobre um nobre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.